sexta-feira, 30 de setembro de 2011

JANGO-UM NOME QUE O BRASIL ESQUECEU

Liége Farias é cronista literária
Jango era o apelido de um dos nossos presidentes do Brasil. O povo brasileiro acostumou-se a tratar o Presidente da República com tamanha intimidade tal qual fazemos com o Lula.
O nome de Jango era João Belchior Marques Goulart. Também era conhecido por João Goulart. Jango teve origem bem diferente do Lula; nasceu rico.
O pai de João Goulart era um próspero fazendeiro em São Borja no Rio Grande do Sul. Possuíam um vizinho ilustre: Getúlio Vargas. As famílias Goulart e Vargas mantinham uma relação de amizade muito intensa. Jango tornou-se amigo de Getúlio Vargas e chegou a ser Ministro do Trabalho quando Vargas foi Presidente da República.
Jango era advogado, Lula um pobre nordestino, menino sofrido, saiu do Nordeste para São-Paulo num pau-de-arara. Conseguiu ser metalúrgico e tornou-se um famoso líder sindical. Conseguiu alcançar o poder após várias derrotas.
Jango era vice de Jânio Quadros e quando o Presidente que se comprometeu com o povo afirmando varrer a "sujeira" do Brasil, renunciou, João Goulart tornou-se Presidente em 1961.
Quase não se fala da figura de Jango. Foi proibido falar nesse homem por vinte anos. As escolas não incluíam no seu currículo de História esta página do Brasil. O assunto era intocável. Na verdade, soava como algo profano. Todos calaram. Alguns idealistas falaram e levaram muita porrada.Alguns foram torturados e morreram.
Até hoje quase não se fala neste político brasileiro. E muita gente nem sabe se ele existiu, muita gente nem sabe se houve um Governo Militar, muitos nem tomaram conhecimento da Ditadura e a morte brutal dos jovens idealistas brasileiros. Só agora com o filme "Zuzu Angel", talvez alguém consiga vislumbrar que tivemos um Golpe Militar em 1964. Quem sabe com esse filme protagonizado pela bela Patrícia Pillar,muitos brasileiros entendam que Ditadura alguma, com suas torturas miseráveis,possam resolver os problemas de uma Nação.Na Democracia não há censura, num Governo Ditatorial tudo é feito na surdina. Governo Democrático é aquele em que a imprensa torna-se atuante e tudo (ou quase tudo) vem à tona com total transparência. Quase não acredito no que vem acontecendo recentemente, todas as sujeiras brasileiras estão estampadas na imprensa falada e escrita. Só reina ainda a impunidade,entretanto as denúncias e prisões são realizadas. Só uma Democracia permite esta liberdade.
João Goulart ficou encurralado e exilou-se no Uruguai. Com o golpe Militar armado -1964-só restou a Jango saída e fuga, sem glória rumo ao exílio.
Evidentemente não cabe imputar a Jango todas as mazelas do Brasil na conjuntura de 1964.Falar do Presidente que caiu em 64 é falar de reformas de base. Foi derrubado porque queria enfrentar os privilegiados. Ficou a lenda de um Presidente democrata mas no exílio comprou fazendas no Uruguai, Argentina e Paraguai. Além das que possuía no Brasil. Político sempre consegue ter bens a valer!
Jango faleceu em 1976 e foi enterrado às pressas em São Borja, sem honras militares. Um homem que só conseguiu pisar na sua Pátria depois de morto, mesmo assim, num enterro rapidíssimo. Estou certa de que Jango morreu sentindo muitas saudades da nossa terrinha.  

DEPUTADO MALUF VIRA RÉU NO STF POR DESVIO DE 2 BILHÕES DE REAIS

Política


Maluf vira réu em nova ação penal no Supremo
Deputado, sua mulher, Sylvia, quatro filhos do casal e dois parentes são acusados de desvio de dinheiro da construção da avenida Água Espraiada
O Estadio de S. Paulo
O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu nesta quinta-feira, 29, um processo criminal contra o deputado federal e ex-prefeito Paulo Maluf (PP-SP), a mulher dele, Sylvia, quatro filhos do casal e mais dois parentes por suspeita de lavagem de dinheiro. O Ministério Público Federal sustentou que a família se envolveu num esquema de lavagem de recursos desviados de obras públicas da época em que Maluf administrou a capital.
Como consequência da decisão, Maluf e os parentes passarão da condição de investigados para a de réus. O ex-prefeito e a mulher ficaram livres da acusação de formação de quadrilha porque, segundo os ministros, em razão da idade deles já ocorreu a prescrição. Mas os outros também responderão por formação de quadrilha.
Relator do processo, o ministro Ricardo Lewandowski destacou os valores "astronômicos" dos supostos desvios. Ele citou que o prejuízo ao erário foi de cerca de US$ 1 bilhão. Também disse que há informações de que a família Maluf teria movimentado no exterior cerca de US$ 900 milhões, valor superior ao Produto Interno Bruto (PIB) de muitos países, como Timor Leste, Guiné Bissau e Granada.
O ministro destacou que o total de recursos consumidos com a obra da avenida Águas Espraiadas foi de R$ 800 milhões. Mas que as suspeitas são de que cerca de US$ 1 bilhão teriam sido lavados. Além dos valores altíssimos, o ministro mostrou ter ficado surpreso com o fato de o caso envolver mais de uma dezena de empresas off shore.

FIDEL RESSURGE DAS CINZAS E AMEAÇA ESTADOS UNIDOS

Mundo
Fidel Castro fez duras críticas [ontem] ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por sugerir que as relações bilaterais poderiam melhorar se Cuba fosse mais democrática. Em novo artigo divulgado pela imprensa estatal, o líder cubano disse que seu país não vai se curvar à pressão americana.
"Muitas coisas vão mudar em Cuba, mas vão mudar por nosso esforço próprio e apesar dos Estados Unidos. Talvez antes aquele império caia", escreveu.
Na quarta-feira, após Cuba anunciar o fim da proibição à compra e venda de carros, Obama disse que os EUA estavam prontos para melhorar as relações com Cuba, mas que ainda não viram medidas da parte de Havana que justifiquem a suspensão do embargo. Ele pediu ainda que a ilha una-se à onda de mudança democrática vivida no mundo árabe.
"Que lindo! Que inteligente!", disse Fidel. "Tanta bondade não permite que ele entenda que 50 anos de bloqueio e de crimes contra nossa pátria não foram capazes de dobrar nosso povo."

PSD SE FORTALECE NO AMAZONAS E DÁ APOIO POLÍTICO A OMAR


PSD no AM servirá de apoio
 político a Omar Aziz
Agora que o PSD é um partido político de fato de direito, depois de oficializada a sua criação pelo Tribunal Superior Eleitoral-TSE, comenta-se nos corredores da Assembléia Legislativa do Amazonas, que a partir da próxima semana o PSD no Amazonas terá no mínimo, oito deputados que ingressarão como os mais novos filiados ao partido do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. O Partido Social Democrático, será uma sigla de sustentação política do governador Omar Aziz na ALE. De imediato, os deputados estaduais, que  estariam na lista dos filiados,  são Orlando  Cidade, do PTN, Marcos Rota, PMDB, Josué Neto e David Almeida, hoje no PMN, na espera do aguardo da hora certa do TRE para pedir desfiliação da sigla,bem como  os deputados Chico Preto (PP), Fausto Souza (PRP) e o presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Nicolau. Quem também engrossará a lista de filiação são os deputados Átila Lins e Belarmino Lins, que na última eleição obteve mais de 50 mil votos para  deputado Estadual.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

MINISTRA CHAMA JUIZES DE BANDIDOS TOGADOS

A ministra Eliana Calmon, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), provocou um racha no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ao afirmar esta semana que há bandidos escondidos atrás de togas . A declaração pode ter parecido surpreendente para alguns, mas não para quem conhece de perto a corregedora nacional de Justiça.
De temperamento forte e incisivo, a ministra tem uma carreira marcada por declarações e decisões de combate à corrupção quase sempre impactantes.
Não por acaso, a ministra se manteve firme diante da tentativa do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, de fazê-la se retratar numa reunião do Conselho Nacional, na terça-feira. Eliana se recusou a pedir desculpas e, fiel ao seu estilo, criticou a decisão do conselho de divulgar uma nota de repúdio às declarações que fez sobre bandidos que se "escondem atrás da toga". A ministra disse que não teve a intenção de generalizar as acusações.
A expressão "bandidos de toga" seria direcionada a casos específicos de magistrados comprovadamente envolvidos em irregularidades.
- Acho que houve uma reação desproporcional do Conselho - disse ao GLOBO.
Eliana chegou ao STJ em 1999 e, entre seus padrinhos políticos, estava o senador Antônio Carlos Magalhães (DEM-BA), já falecido. Mas não demorou muito para a ministra mostrar que os laços com o mundo político eram só contingência de um magistrado a caminho de um tribunal.
Em 2006, Eliana assinou as ordens de prisão de todos os investigados na Operação Dominó.
Entre os presos estavam dois togados: o presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, desembargador Sebastião Teixeira Chaves, e um de seus juízes auxiliares, José Jorge Ribeiro da Luz. A decisão quebrou um tabu. Era a primeira vez no país em que um desembargador, presidente de um tribunal, experimentava um par de algemas sob a acusação de corrupção.
No ano seguinte, Eliana voltou a mostrar que não estava no STJ para brincadeira. Numa canetada só, decretou a prisão de mais de 40 investigados na Operação Navalha.


“TENENTE, O SENHOR ME DÁ UMA CARONA ATÉ EM CASA?”



Carlos Costa é jornalista
 e Assistente Social
Eu e o poeta do azul Ernesto Penafort, engenheiro de profissão e bancário de carreira, nos encontramos para um momento telúrico-poético-saudosista no Bar do Armando, o reduto dos boêmios em Manaus.
Em meio aos nossos delírios poéticos, ele saudosista de uma cabra que tinha até nome, eternamente apaixonado pela sua ex-esposa, chegou uma viatura policial:

- Documentos por favor. Era um soldado pedindo a identificação de todos os que ocupavam uma mesa na calçada do Bar do Armando.
Tratei de tirar o meu e o mostrei. Ele bateu em continência e foi falar com o “poeta do azul”,  como  era mais conhecido o Penafort, que foi logo dizendo:
- Não vou me identificar, não! Sou engenheiro de profissão e funcionário concursado do Banco do Brasil. Sou o Ernesto Penafort, sussurou com uma voz rouca e embargada pelas cervejas que já tomara.
O soldado, com toda delicadeza, disse apenas:
- Senhor, como não o conheço, vou falar para meu superior que o cidadão não quer se identificar!
Foi até o carro parado um pouco mais à frente, comunicou ao oficial que comandava o serviço, que um “cidadão”, não queria mostrar a identidade. Desce um tenente e se dirige ao “poeta do azul”:
- Cidadão, o soldado disse que o senhor não quer se identificar. Nós estamos em uma operação e não dificulte nosso trabalho!
- É isso mesmo: não quis e não vou me identificar também para o senhor! – respondeu o poeta.
- Não tem problema. Não o incomodaremos mais! E virou de costas, rumando para seu carro de onde saíra pouco antes.
- Tenente, não me identifiquei, mas o senhor pode me levar para casa? Não tenho dinheiro nem para pegar um táxi! – disse o Penafort, que entrou na viatura e foi levado até sua residência.
Quanto a mim, ao sair do Bar do Armando, recebi do artista plástico José Palheta, de presente um caricatura minha. O ano era 1988, e até hoje a mantenho na parede de meu apartamento o desenho caricato que recebi de presente do “Palheta”, quando eu ainda começara a despontar para a literatura. Mandei emoldurá-la e a guardo como uma relíquia dos bons tempos que militava no jornalismo!

CHOQUE DE ORDEM PARA CONTER A VIOLÊNCIA

Jota Augusto é radialista
e Assessor Parlamentar
Uma das propostas de campanha do então candidato Omar Aziz, em 2010 foi a "Ronda no Bairro", que consiste basicamente na presença da polícia em todas as zonas da cidade de Manaus.Um aparato policial bem equipado, e acima de tudo, dotado de todo um sistema de informação, de maneira que a polícia vigie os passos do cidadão.
O Governador Omar tem sido uma grande revelação como administrador do nosso estado.Acredito que o governador tem que dar como urgência-urgentíssima um "choque de ordem" na segurança, sob pena de a população começar a fazer justiça com as próprias mãos, se organizar e contra-atacar como já ocorreu um dia desses no Prosamin da Cachoeirinha. Lá, um soldado do exército "noiado" matou a própria mãe, dois sobrinhos menores de idade, porque a mesma se recusou a lhe dar dinheiro para comprar drogas.
Observamos que a população está carente de um líder - um cara que passe confiança; O povo não sabe se sai às ruas e na volta encontre a família sã e salva. Os bandidos estão muito bem equipados, estão organizados. Por sinal, é uma pena dizer que o bandido está organizado, quando na verdade a segurança é quem deveria estar. Certa ocasião,  em plena luz do dia no Amazonas Shopping, um policial foi sumariamente executado quando transportava 300 mil reais.Dizem que o policial fazia "bico" para completar o orçamento doméstico.
Cadê as Câmeras do circuito interno do Shopping? Eu acho, inclusive que cabe um processo dos familiares da vítima a fim de serem indenizados. Assaltos em ônibus já se tornaram praxes nas linhas mais distantes do centro: os punguistas entram nos coletivos não dão nem confiança, vão intimidando,coronhando e apatolando o celular ou o que os passageiros têm.
O povo, na realidade gosta de ver é a"tropa" na rua, fazendo blitz, seja ela de trânsito, ou pedindo documentação. Só assim ele tem certeza que algo está sendo feito. Para finalizar, toda a sociedade tem de estar imbuída desse processo: A polícia, o judiciário, a imprensa, e claro as pessoas de bem. Só assim não vamos mais abrir os jornais e nos  depararmos com as barbáries que têm acontecido na terra de Ajuricaba.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

JATO COMERCIAL MAIS AVANÇADO DO MUNDO POUSA NO JAPÃO

Mundo
Primeiro 787 Dreamliner foi entregue à All Nippon Airways.
Fabricante diz tratar-se do modelo mais avançado de todos os tempos.
Do G1, com informações de agências
O avião 787 Dreamliner, da americana Boeing, pousou na manhã desta quarta-feira (28) no aeroporto de Tóquio, em um evento acompanhado pelos meios de comunicação, empresários e por fãs da aeronáutica.
A aeronave, pintada com as cores da companhia All Nippon Airways (ANA), a primeira a receber o modelo, com mais de três anos de atraso.
A Boeing afirma que seu novo avião consome 20% a menos que os aparelhos do mesmo tamanho no mercado, um critério fundamental para companhias cada vez mais confrontadas com a alta nos preços dos combustíveis.
saiba mais
A produção do 787 foi marcada por vários problemas técnicos, que custaram bilhões de dólares a Boeing e provocaram muitos cancelamentos.
A ANA, que fez um pedido de 55 aparelhos, esperava receber seu primeiro avião antes dos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

DILMA EM MANAUS ASSINA CONVÊNIO DO BOLSA VERDE

Omar Aziz e
Dilma Rousseff assinam convênio
Em sua segunda visita à Manaus este ano, a presidente Dilma Rousseff, já se encontra na capital da Zona  Franca para lançar o plano "Brasil Sem Miséria" que beneficia à região norte, nesta quarta-feira (28). Entre as ações do programa está o "Bolsa Verde", uma ajuda de custo para incentivar a preservação do meio ambiente em atividades de desenvolvimento sustentável
O evento acontece a partir de 10h30, no Teatro Amazonas, e deve reunir todos os governadores da região Norte.

No Estado, 6,6 mil famílias vivem em extrema pobreza. Destes, 3,9 mil vivem na área rural. A intenção é chegar aos amazonenses que não recebam nenhum tipo de recurso.

Dentre as iniciativas do plano está o "Bolsa Verde" que prevê o pagamento trimestral de R$ 300, pelo prazo de até dois anos, para as famílias que assumirem o compromisso de uma produção sustentável preservando os recursos naturais e a biodiversidade. O prazo pode ser renovado.

GOVERNADOR DO PSB ALUGA CARRO DE FILIADO AO PRÓPRIO PARTIDO

POLÍTICA

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), e a mãe dele, a deputada federal Ana Arraes (PSB-PE), já pagaram cerca de R$ 300 mil em verbas públicas a uma locadora de automóveis de uma filiada ao PSB.
A BSB Locadora não tem carros suficientes para cumprir seus contratos, não possui site nem número na lista telefônica e tem como endereço uma sala fechada na periferia de Brasília.
Graças à mobilização feita pelo filho, Ana Arraes foi eleita na semana passada para o TCU (Tribunal de Contas da União), órgão que fiscaliza o uso de verba pública.
A relação de Campos e de Ana Arraes com a locadora extrapola os serviços fornecidos oferecidos pela empresa.
A sócia majoritária da BSB, Renata Ferreira, é filiada ao PSB -legenda presidida pelo governador.
Renata resolveu entrar no partido em outubro de 2009, uma semana depois de ter vencido uma licitação para fornecer automóveis para a representação do governo pernambucano em Brasília.

TSE DECIDE REGISTRAR PSD

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu sobre o pedido de registro do Partido Social Democrático (PSD). O partido acabou sendo criado por seis votos a favor e um contra, do ministro Marco Aurélio de Melo. Até o presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, votou a favor. Na 5ª feira da semana passada, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) começou a julgar o caso do PSD.
O PSD protocolou o pedido de registro no último dia 23 de agosto e pede para utilizar o número de legenda 55. A nova sigla é comandada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (ex-DEM).
A relatora do pedido, ministra Nancy Andrighi, apresenta por volta das 20 horas o relatório e, em seguida, os advogados fizeram sustentação oral.
Em Pernambuco, com a obtenção do registro, o ex-deputado federal Andre de Paula informou, de Brasília, que começará a campanha de filiações em Pernambuco já nesta quinta-feira, se sair o registro no diário oficial desta quarta.
Na semana passada, em um revés para o grupo de Kassab, três dos 7 ministros do TSE questionaram na 5ª feira (22.set.2011) a forma de coleta de assinaturas e forma como essas assinaturas fora certificadas e enviadas à Justiça Eleitoral. O ministro Marcelo Ribeiro acabou pedindo vista do processo e prometeu trazer o assunto de volta nesta 3ª feira.
Se o PSD tivesse conseguido o registro, Kassab e os líderes políticos do PSD planejavam uma festa em Brasília nesta 6ª feira. Agora, tudo fica adiado para a semana que vem. 2 dos 7 ministros do TSE já haviam se posicionaram de maneira favorável a Kassab. Outros 3 apresentaram óbices, mas sem vetar em definitivo o novo partido. 
Ataques do DEM
Na semana passada, depois do adiamento do julgamento, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, reagiu na sexta-feira aos ataques que recebeu do seu ex-partido, o Democratas, por conta do julgamento do processo de criação do PSD (Partido Social Democrático).
“Diferenças ideológicas, sim. Agressões e desrespeito, não”, declarou Kassab.
O líder do DEM no Senado, Demóstenes Torres (GO), disse ao Blog do Josias de Souza que o presidente do TSE, ministro Ricardo Lewandowski, teve comportamento impróprio. “Foi a primeira vez que eu vi um ministro de tribunal voltar aos tempos de advogado para defender abertamente a criação de um partido”, afirmou Demóstenes.
E mais: “Todo mundo que assistiu pela TV Justiça teve a oportunidade de ver o Lewandowski dançando na boquinha da garrafa”. Lewandowski, assim como a relatora do caso, Nancy Andrighi, posicionaram-se a favor da criação do PSD, mas o julgamento foi interrompido por causa de um pedido de vista.
Para Kassab, “impressiona a falta de compostura de quem ainda não entendeu que cabe a todas as partes apenas aguardar a manifestação da Justiça Eleitoral. As palavras de alguns são totalmente inadequadas para qualquer momento e em especial a este”.
O prefeito também declarou: “Considero essas declarações uma afronta a um dos mais elementares ícones da democracia, a começar pelo princípio da independência entre os Poderes. Apesar de estarmos certos de nossa conduta no processo de construção do PSD –feito com todo o respeito aos trâmites da legislação vigente– e de termos enfrentado uma desleal ação dos nossos adversários –que não mediram esforços para tumultuar a iniciativa de criação do partido– estamos mantendo a serenidade

WEB - A CONCORRENTE DO FACEBOOK

INTERNET

Na semana passada, o Facebook anunciou uma série de mudanças na maneira como funciona e em sua aparência. O noticiário das próximas semanas é previsível. Usuários vão reclamar, acusações de quebra de privacidade circularão, uns tantos vão deixar o sistema em protesto. E aí tudo voltará a ser como dantes.
Não é que os infelizes não tivessem suas razões. Tinham. Mas já aconteceu e essas coisas se repetem. Enquanto isso, mais um passo foi dado para a criação de uma internet paralela.Existem duas maneiras de enxergar o que Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, está fazendo. A primeira é justamente a de uma internet paralela. Ela é organizada, bem acabada e absolutamente fechada. Já tem mais de 700 milhões de usuários.
A segunda é a de que ele está construindo sobre a internet livre que todos usamos uma nova camada. Esta camada melhora a rede, facilita nossa vida e  transforma a todos em dependentes do Facebook.
O Google já é assim. Dependemos dele. A rede é inimaginável sem o Google. Ser o segundo a conquistar tal status não é trivial. O Facebook está quase lá.
Para chegar lá, porém, algumas mudanças se fizeram necessárias. A primeira é mudar a alma por trás do botão "curtir". Espalhado por toda a rede, presente em quase todo site, serve para que o usuário recomende em sua página de perfil no Facebook uma foto, um artigo. O "curtir" mudará. Quem faz programinhas para o Facebook poderá usar qualquer verbo. Um site de fotos poderá ter o selo "eu vi uma foto",
A mudança parece sutil, porém, ao implantar linguagem natural, algo de fundamental muda. No seu Facebook, tudo aparecerá como uma lista de atividades lógica e humana.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

FAUSTO SOUZA REIVINDICA MELHORIA PRO INTERIOR

Educação
O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, órgão vinculado ao Ministério da Educação enviou ofício à Assembleia Legislativa do Amazonas, acusando o recebimento do requerimento de nº 1362/2011, de autoria do deputado estadual Fausto Souza PRTB, no qual o parlamentar solicita a inclusão de municípios amazonenses com população até 20 mil moradores, para que sejam contemplados com o programa “Caminho da Escola”. Ao todo são 28 municípios nesta faixa etária populacional. 
Alerta o deputado que em detrimento da distância da escola, o governo Federal vai doar bicicletas e capacetes às crianças para que estas cheguem mais rápido às escolas. De acordo com o Fundo existe previsão para que estes municípios sejam inseridos no programa com recursos oriundos do governo federais. Informa, ainda o ofício que as prefeituras devem enviar ao fundo um projeto piloto a fim de se qualificarem para o referido projeto.
Por fim, para conhecimento da Aleam o ofício mostra os 17 municípios que receberão ônibus e /ou lanchas escolares  através do Caminho da Escola desde o ano de 2008.
Podemos citar alguns dos 17 municípios contemplados com o programa: Alvarães,Amaturá,Anori,Boa Vista do Ramos,Caapiranga,Juruá, dentre outros.

TRAGÉDIA DA GOL: CINCO ANOS E NENHUMA PRISÃO



Quase cinco anos após o acidente do voo 1907 da Gol, que deixou 154 mortos, os familiares das vítimas ainda exigem a prisão dos pilotos americanos do jato Legacy. Um dos maiores desastres aéreos do país, o choque entre as aeronaves completa cinco anos na próxima quinta-feira, dia 29. A expectativa é que a Justiça reanalise a condenação dos pilotos até o fim do primeiro semestre do ano que vem.
Em 29 de setembro de 2006, os pilotos americanos Jan Paul Paladino e Joseph Lepore pilotavam o jato Legacy da empresa Excel Air que se chocou com a asa esquerda do Boeing 737-800 da Gol que fazia a rota Manaus-Brasília e caiu na mata fechada em Mato Grosso.
Somente em maio de 2011 os pilotos foram condenados em primeira instância a quatro anos e quatro meses de detenção pelo juiz federal Murilo Mendes, da Vara de Sinop (MT), pelo crime de atentado contra a segurança de transporte aéreo na modalidade culposa (sem intenção de matar).
Mas o magistrado decidiu que a pena deveria ser substituída por prestação de serviços comunitários em órgãos brasileiros nos Estados Unidos. A Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo 1907 e o Ministério Público Federal (MPF) entraram com recurso contra a decisão. Agora, o caso será analisado no Tribunal Regional Federal de Brasília. O processo está na fase em que as partes apresentam as razões do recurso.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

PRA DESCONTRAIR!

Meu nome é Alfredo. AL para os amigos.FRE para os conhecidos e DO para qualquer um

PENAROL VENCE INDEPENDENTE DO PARÁ

Esporte

O Penarol de Itacoatiara, no Amazonas, ganhou de 1x0, do Independente do Pará, em partida realizada ontem, no estádio Flávio Mendonça, em Itacoatiara, num jogo bastante disputado e emocionante

VAZANTE AVANÇA E CAUSA TRANSTORNO A POPULAÇÃO




A natureza não se defende, ela age. Diante das ações predatórias do homem, agredindo a natureza, as consequências são de muita seca, isolamento de comunidades do interior com Manaus, onde barcos que fazem linhas para várias cidades do Amazonas está bastante comprometida, não se sabendo como lidar com uma das maiores seca  dos últimos anos, causando mudança de compotamento no periodo da vazante.Há 20 dias o rio Amazonas estava em condição de navegabilidade, hoje a situação é completamente diferente dos outros anos.A seguir veja a sequência das fotos de como  se encontra a situção:



domingo, 25 de setembro de 2011

NELSON AZEDO COMEMORA ANIVERSÁRIO EM ITACOATIARA ENTRE AMIGOS E SIMPATIZANTES

Foguetório de seis da manhã até o meio dia, almoço com empresários, churrascada para os seus simpatizantes, são algumas das atividades comemoradas pelo pré-candidato a prefeito de Itacoatiara, Nelson Azedo, pelo transcurso do seu aniversário na Velha Serpa.“Estou muito alegre por esse momento, onde o reconhecimento e o calor humano do povo da minha terra, fazem-me  a cada dia revigorado para novos embates políticos, e que possivelmente eu vá enfrentar a eleição municipal  do próximo ano, “diz Nelson, duvidoso quanto ao seu destino político.

MARCELINO RIBEIRO, UM CRONISTA NATO!



Carlos Costa é jornalista,
assistente social e escritor
 Um rapaz alto, esguio,cabelos ainda existentes: (hoje é careca, com cabelo raspado,) calça jeans e tênis, entrou na redação do jornal “Diário do Amazonas”: - Quem é Carlos Costa, perguntou do primeiro que encontrou sentado em uma cadeira, à entrada da redação: o jornalista Martin Jorge.
- É aquele ali, por detrás dessa área de vidro! Na época, eu era o Editor Geral do “Diário do Amazonas”. Acho que não lhe dei muita atenção. À mão, trazia um papel datilografado, uma crônica que Marcelino Ribeiro escreveu e a queria ver publicada!
- Deixa aí que depois darei uma lida! E apontei-lhe uma caixa onde costumava guardar tudo para ler depois. Li, gostei e publiquei. Ele voltava sempre trazendo crônicas novas e eu publicando-as.
Um dia, aparece uma mulher elegante, franzina, loira, perguntando quem era o “Carlos Costa”. Apontaram-me!
- Vi que você tem dado espaço a cronistas e eu queria publicar uma crônica minha!
Era Ierecê Barbosa, para quem prefaciei seu primeiro livro de poesias “Sonhos de Papel”!
Na primeira crônica, publiquei o seu nome errado. Saiu “Irecê”, em vez de Ierecê.
O telefone toca. Era a professora Ierecê Monteiro, informando-me que Irecê é uma cidade existente na Bahia. Depois disso, nunca mais errei o nome da cronista!
Fiquei alternando as publicações: um dia era crônica minha, depois do Marcelino Ribeiro e em outro dia da Ierecê Monteiro. Havia dias certos e espaços para todas as crônicas que me chegavam às mãos.
Embora os dois me agradassem pelo estilo e objetividade com que me deliciavam ao lê-los, nunca esqueci duas crônicas em particular, uma de Ierecê Monteiro: “Menarca” e outra de Marcelino Ribeiro,: “O Sabiá da Crônica”, às quais se referiam a mim. Eu, sabiá da crônica? Só estava mesmo criando e implantando um estilo leve ao “Diário do Amazonas” do passado e acho que consegui meu objetivo. Felizmente! Que saudades sinto hoje colegas e que prazer tenho ao ler uma crônica minha publicada nos blogs, com os quais hoje colaboro!

ENTULHO E LIXO "EMPORCALHAM" RUAS DE MANAUS

Quando jornalistas de "fora" metem o pau nas pessoas residentes em Manaus, "o mundo cai".Mas convenhamos, estas fotos, mostram a falta de educação do nosso povo, que, sem a menor  consciência de seus  dos atos fazem de vias públicos detritos de lixo, embora a prefeitura determine o horário para se colocar o lixo reciclável ou não, a partir das 21:30 h. Veja a sequência destas fotos.

Até uma porta de madeira é jogada na via pública,
na 5 de setembro, em frente a praça do Sul-América
 
Nesta placa está explícito o horário da coleta de lixo,
 embora a população não cumpra à Lei

Este morador desconhecido, da rua
 São Francisco, atrás do Sul América,
 bairro de São Raimundo, "tá é chutando pro azar".
Coloca o entulho no lugar que lhe é conveniente

sábado, 24 de setembro de 2011

ALECSSYA EM POESIA

Diário de um avô


ALECSSYA RIBEIRO
Cabelinho de ouro,
Favo doce, nosso céu,
Hoje completas dois anos,
Doce vida, nosso mel.
Ao mundo tu vieste,
Por merecer, te fez jus,
Sejas glorificada, sempre:
Com as benções de Jesus.
Quanto gostamos de ti,
Te amamos sem medida,
Tu fazes parte nós,
Energiza a nossa vida.

Marcelino, Suzan, Caroline, e Nathan.

JUSTIÇA ACEITA DENÚNCIA CONTRA EDIR MACEDO

  

Nacional // lavagem de dinheiro

O líder da Igreja Universal do Reino de Deus é acusado de evasão de divisas e formação de quadrilha


A Justiça Federal em São Paulo abriu ação penal para investigar Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), e mais três pessoas por lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha. A denúncia é do Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP), que também havia acusado o grupo de estelionato e falsidade ideológica, mas essas denúncias foram recusadas.
Além de Edir Macedo, foram denunciados o ex-deputado federal João Batista Ramos da Silva (que foi detido com R$ 10 milhões no Aeroporto de Brasília, em 2005), o bispo da Iurd Paulo Roberto Gomes da Conceição e a diretora financeira Alba Maria Silva da Costa. A denúncia foi oferecida no último dia 12. O MPF informou que irá recorrer em relação às denúncias não aceitas. A Justiça Estadual de São Paulo já aceitara denúncia contra o fundador e líder da igreja neopentecostal em 2009, mas o processo foi encaminhado à Justiça Federal devido à natureza dos crimes.

A nova denúncia do MPF usou elementos da acusação do Ministério Público paulista e incluiu informações novas, como a participação de doleiros no esquema criminoso. Outra diferença entre as denúncias é a redução do número de acusados, de dez para quatro. De acordo com a assessoria do MPF-SP, os seis suspeitos que ficaram fora da acusação do MPF continuam sendo investigados pela Polícia Federal.
A Justiça Federal em São Paulo abriu ação penal para investigar Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), e mais três pessoas por lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha. A denúncia é do Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP), que também havia acusado o grupo de estelionato e falsidade ideológica, mas essas denúncias foram recusadas.
Além de Edir Macedo, foram denunciados o ex-deputado federal João Batista Ramos da Silva (que foi detido com R$ 10 milhões no Aeroporto de Brasília, em 2005), o bispo da Iurd Paulo Roberto Gomes da Conceição e a diretora financeira Alba Maria Silva da Costa. A denúncia foi oferecida no último dia 12. O MPF informou que irá recorrer em relação às denúncias não aceitas. A Justiça Estadual de São Paulo já aceitara denúncia contra o fundador e líder da igreja neopentecostal em 2009, mas o processo foi encaminhado à Justiça Federal devido à natureza dos crimes.
A nova denúncia do MPF usou elementos da acusação do Ministério Público paulista e incluiu informações novas, como a participação de doleiros no esquema criminoso. Outra diferença entre as denúncias é a redução do número de acusados, de dez para quatro. De acordo com a assessoria do MPF-SP, os seis suspeitos que ficaram fora da acusação do MPF continuam sendo investigados pela Polícia Federal.
De acordo com o procurador Sílvio de Oliveira, o grupo cometia estelionato contra os fiéis da Iurd, oferecendo “falsas promessas e ameaças de que o socorro espiritual e econômico somente alcançaria aqueles que se sacrificassem economicamente pela igreja”.

Fonte: Agência Brasil

MARADONA PEDE DESCULPAS APÓS DÁ CHUTE EM TORCEDOR

FUTEBOL // CONFUSÃO

Maradona já provocou confusão nos Emirados Árabes Unidos, onde está trabalhando como técnico do Al Wasl desde agosto. Na quinta-feira (22), após conseguir a sua primeira vitória em jogos oficiais no novo clube, ele acertou um chute num torcedor quando tentava tirar uma foto. Mas, arrependido com o ato do dia anterior, o astro argentino pediu desculpas nesta sexta.
O incidente aconteceu depois da vitória do Al Wasl sobre o Emirates Club, por 3 a 0, pela segunda rodada da Etisalat Cup. Maradona queria tirar uma foto ao lado da faixa feita por uma de suas filhas, Giannina, que foi colocada no alambrado do estádio em sua homenagem, mas um torcedor ficou atrapalhando. Aí, depois de pedir duas vezes para que ele saísse dali, o astro argentino acabou lhe dando um chute.
A faixa em homenagem a Maradona foi assinada pelo neto do treinador, Benjamin, que é filho de Giannina com o atacante Aguero (do Manchester City e da seleção argentina). E trazia a seguinte mensagem, tanto em espanhol quanto em árabe: "Vovô, estou com você. Te amo. Benja".
"Foi uma surpresa da minha filha", contou Maradona, feliz com a homenagem recebida, mas arrependido pelo chute que deu na hora que tentava tirar a foto. "Gostaria de pedir desculpas a um dos torcedores. Eu estava tentando soltar a faixa para vê-la inteira e, num erro meu, talvez tenha machucado o torcedor."
O clube dos Emirados Árabes Unidos, com o qual tem contrato de dois anos, é o primeiro emprego de Maradona como treinador desde que ele deixou o comando da seleção argentina, de onde saiu logo depois da disputa da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.
Fonte: Agência Estado

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

PENSAMENTOS DO DIA

As boas ações, são a melhor prece; por isso que os atos valem mais do que as palavras (Allan Kardec)

A SEDUÇÃO DE VOAR COMO UM PASSARINHO

Liege Farias é cronista literária
Amanhecia tão mansamente, o sol estava aparecendo e brilhava num desses dias quentíssimos de verão amazônico. O amanhecer, assim como o crepúsculo, levam-me para bem longe e sinto uma irresistível vontade de voar.Eu estava tão envolvida pelo arrebol, sentia no peito um fervilhar de felicidade. Então, fechei os olhos e sonhei acordada ser um passarinho; voava, voava...
Abri os braços e imaginei-me um passarinho, voava, voava, voava...Lá do alto tudo me parecia tão sedutor, meus olhinhos só enxergavam a beleza, os rios, os igarapés, cachoeiras,mar, montanhas verdinhas...Como é bela a natureza criada por Deus. Dava voos radicais, voava, voava..."Bando azul de andorinhas,bando de gaivotas brancas,
as palavras voam". Isso mesmo amada Cecília Meireles, as palavras voam que nem águias imensas. Free as a bird,a suave música de John Lennon, embalava-me nessa alucinada viagem que deliciava a minha alma.
E quanto mais eu planava sentia uma louca liberdade. Voei sobre a discutida Amazônia, sobre a qual falam tanto sem conhecê-la. Vi inúmeros ribeirinhos, gente que habita a beira do rio, gente que mora sobre o rio, gente humilde, nasce e morre tirando o seu sustento da Floresta Amazônica. Povo que sofre com a cheia e a seca e são eleitores brasileirinhos.
Meu coração de passarinho começou a entristecer, era hora de voltar ao mundo real. Meus olhos de pássaro se encheram de lágrimas. Lá embaixo o mundo é cruel. Dos inimigos sempre soube me defender, dos amigos nunca soube, nunca aprendi essa lição. O meu corpo pequenino de passarinho ficou todo arrepiado, trêmulo,tremia, tremia...Lá embaixo existem pessoas que matam aves e só pensam em dinheiro. Eu queria tanto ficar longe dos seres humanos que esqueceram do amor e só sabem praticar a traição.A judia Anne Frank, perseguida ferozmente por Hitler disse em seu diário acreditar que a humanidade no fundo é boa.
Aos prantos iniciei a volta, antes pousei numa goiabeira cheia de frutos vermelhos. Degustei muita goiaba vermelhinha.
Caiu uma chuva rápida e o cheiro de terra molhada se espalhou no ar.Eu chorava pitangas, será que eu não passava de um pássaro ferido?
Suavemente, meus olhos de bicho assustado enxergaram uma grama verdinha,pousei no meu jardim. Dezenas de girassóis davam-me boas vindas. O mundo deveria ser uma imensa plantação de girassol. Só girassóis e passarinhos!

ALUNO DE 10 ANOS ATIRA EM PROFESSORA E DEPOIS SE MATA

Leonardo Guandeline e João Sorima Neto, O Globo

Um aluno de 10 anos atirou na professora e depois se matou com um tiro na cabeça, na tarde de [ontem], em uma escola em São Caetano do Sul, no ABC paulista. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de São Caetano, David Mota Nogueira, aluno do 4º ano C da Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, fez o disparo contra a professora por volta das 15h50m, logo após o intervalo do lanche, em sala de aula.
A professora Rosileide Queiros de Oliveira, de 38 anos, foi atingida com um tiro nas costas. No momento, cerca de 25 alunos estavam na sala de aula, mas nenhum deles ficou ferido. Houve correria e pânico.

AMAZONAS SEM REPRESENTATIVIDADE NO SENADO


Carlos Costa é jornalista e escritor
 O Amazonas não possui representantes legítimos nascidos no Amazonas, representando-nos no Senado da República. Depois de grandes nomes, grandes personalidades, ficamos órfãos de representação, por culpa exclusivamente dos eleitores!
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) nascida em Videira, Santa Catarina, no dia 29 de junho de 1961, Senadora pelo Amazonas. Em Manaus, foi professora da rede estadual de ensino de 1984 a 1988. Carlos Eduardo de Souza Braga (PMDB-Am) natural de Belém do Pará, nascido em 6 de dezembro de 1960, Senador pelo Amazonas. Alfredo Pereira do Nascimento, nascido em Natal, no Rio Grande do Norte (PP-Am), Senador pelo Amazonas. Além de Vanessa, que militou por anos nos movimentos estudantis, dos outros pouco se sabe, só que Eduardo Braga é formado em engenharia elétrica pela UFAM. De Alfredo Nascimento, só se tem conhecimento de que era o braço direito do atual prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, depois de deixar o posto de cabo “Pereira”, na Aeronáutica!
Sabem o que todos esses políticos têm em comum? A resposta é simples: todos nasceram fora do Amazonas, mas fizeram carreiras políticas no Estado e foram eleitos Senadores pelo Amazonas para falar e representar nosso Estado! Eduardo Braga tem como desculpa que a sua família veio morar no Amazonas quando ele ainda era pequeno! Mas os outros que chegaram aqui de paraquedas. O que dizer? Em outros Estados, excetuando Macapá, quase não se tem representação no Senado.
Ah, que saudades tenho de senadores nascidos e criados nas barrancas dos Rios Negro ou Solimões! Ah, que saudades tenho de um Carlos Esteves, que repesentava a “terra do Guaraná”, onde nasceu, viveu e despontou para a política; Álvaro Maia, que defendia Humaitá, Jefferson Péres, com seus dicursos sempre coerentes, Fábio Lucena, com seus pronunciamentos panfletários, João Bosco Ramos de Lima, sempre coerente e coeso, todos de saudosa memória, Arthur Virgílio Neto, nascido em Manaus em 15 de novembro de 1945, político e diplomata de carreira, um dos últimos políticos do Amazonas a ser “sacado” do Senado! Uma pena!

No ano de 1965, o então senador Arthur Virgilio, combatendo o Ato Institucional número dois, pronunciou-se: “Que nos fechem hoje, mas com o povo que nos assiste ao nosso lado; e não nos fechem amanhã, ingloriamente, com o aplauso do povo brasileiro, como aconteceu em 1937." O Ato Institucional número dois, ou simplesmente AI-2, como ficou conhecido, baixado pelo governo militar no dia 27 de outubro de 1965, como nos informa no site wikipédia, em uma resposta aos resultados das eleições que ocorreram no início daquele mês. Ainda de acordo com o wikipédia, “seguindo a estratégia delineada pelos militares anterior a 31 de março de 64, foi necessária a edição de mais um AI, pois a Constituição de 1946 era incompatível com o regime de exceção que estava sendo adotado”.
Para os militares da época “era destestável a eleição de Israel Pinheiro ao Governo de Minas Gerais, assim como a vitória de Negrão de Lima na eleição da Guanabara”, então um Estado.

Completa o site wikipédia: “com o AI-2, o Poder Judiciário sofre intervenção direta do Poder Executivo. Dessa forma, os julgamentos das ações dos “golpistas” deixaram de ser competência da justiça civil, a legislatura passa a ser uma causa própria, o Estado entra num regime de exceção ainda mais excludentes dos direitos individuais do cidadão”. conclui.
O Artigo 33 do AI-2, diz textualmente: “O presente Ato institucional vigora desde a sua publicação até 15 de março de 1967, revogadas as "disposições constitucionais ou legais em contrário."


O certo mesmo é que “os 180 anos do Parlamento Brasileiro, em que governos avessos à representação popular fecharam o Congresso cinco vezes, e em que, nesses períodos, mandatos foram cassados e parlamentares enviados para o exílio, entre os cassados estava o Senador Arthur Virgílio Filho, que fez um emocionado e célebre discurso contra o governo militar”.

Três gerações da família Arthur Virgílio, que vieram do Nordeste e no Amazonas criaram e educaram seus filhos, se enveredou pela política do Amazonas. O primeiro, foi o desembargador Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro, depois o Senadar Arthur Virgilio do Carmo Ribeiro Filho e, recentemente, não foi reeleito para o senado, Arthur Virgílio Neto. E todos eram nascidos e criados no Estado e conheciam muito bem dos problemas que precisam ser resolvidos. Agora, ninguem sabe o que vai acontecer!





 

 



A LEI DA SOBREVIVÊNCIA


Na natureza nada se perde,tudo se transforma.Enquanto os "guardadores" de carros da Eduardo Ribeiro, em frente ao antigo Palácio da Justiça jogam resto de comida em plena via pública, (em cima das calçadas,) este casal de pombos faz uma "boca livre" debaixo desta árvore, sob um sol escaldante. É a simbiose perfeita: o alimento deixado ao relento, pútrido, contaminado,é o mesmo que erradica a fome das aves que  se deleitam num instinto de sobrevivência; em contrapartida deixam a  rua limpa, já que a prefeitura não faz...

LULA SEM COMPOSTURA

Mal conheço a deputada Ana Arraes. Fui muito amigo de seu pai, o saudoso governador Miguel Arraes de Alencar, de Pernambuco, meu colega de Câmara na legislatura de 1983 a 1986. E me considero amigo pessoal de seu filho, o hoje governador Eduardo Campos. Este, aliás, sabe sobejamente que fui leal a ele num momento em que a lealdade era artigo apreciável
Discordo, porém, da indicação de sua mãe, a deputada, para o Tribunal de Contas da União. Afinal, estarão em causa convênios federais com Pernambuco e, mesmo se declarando impedida de atuar nesses processos, sua presença pairará sobre a Casa, de certa forma constrangendo seus novos pares.
Pensei muito antes de emitir esta opinião. Muito mais cômodo não fazê-lo, neste país que premia a omissão e valoriza as relações pessoais mais que certos princípios que deveriam ser pétreos na vida pública. Mas o comentário já está feito e dele não me arrependo de jeito nenhum.
Nessa “campanha” para o TCU, triste mesmo foi o papel do ex-presidente Lula, que fez campanha aberta pela candidata vitoriosa, a despeito de a boa postura recomendar, a quem já governou o Brasil, distância de embates assim. Claro que não me preocupo se ele se desgastou ou não com seu ex-ministro Aldo Rebelo, alias fiel amigo de Eduardo Campos. Interessa-me é anotar que estamos diante de um homem que perdeu inteiramente a noção dos limites.
Acha normal fazer palestras milionárias sempre para os mesmos “patrocinadores”, invariavelmente empresas que se beneficiaram de sua gestão e atualmente se valem de seu prestígio junto a Dilma Rousseff. Usa o jatinho da Camargo Correia, até para viagens internacionais, como se estivesse pegando carona no fusca de um vizinho.
Tudo para ele é “normal”. Nada o trava. Mais um pouco e começará a andar nu, aplaudido pelo séquito de acólitos que, vendo-o em campanha aberta pelo Planalto, supõem que a eleição já está decidida, ainda que o eleitorado não tenha sido consultado. Ainda que não seja hora de consultar eleitorado nenhum. Ainda que Lula tenha pela frente o “pequeno” problema de dizer a Dilma que ela não terá direito a disputar a reeleição.
Para o Brasil, a melhor coisa será que Lula vire passado de uma vez por todas. As novas gerações agradecerão um dia, se for assim.

Arthur Virgílio é diplomata e foi líder do PSDB no Senado

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

PENSAMENTOS DO DIA

Os tolos, em geral, são tratados como sábios (Augusto dos Anjos)

FAUSTO SOUZA LANÇA CAMPANHA DE DESARMAMENTO INFANTIL NA ALEAM


O deputado Fausto Souza, lançou esta manhã terça-feira (20) a Campanha de Desarmamento Infantil “Violência Nem Brincando” criada pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Seas), por meio do Projeto Ame a Vida. O lançamento aconteceu durante Cessão de tempo solicitada pelo deputado estadual Fausto Souza (PRTB).A campanha tem como foco atingir 48 mil alunos de 6 a 12 anos de 113 Escolas Estaduais de Ensino Fundamental. A idéia é promover a cultura de paz entre esses alunos, estimulando a aprendizagem por intermédio de atividades lúdicas saudáveis, o hábito de leitura, o desenho a mão livre e a troca de armas de brinquedos por gibis, livros infantis, brinquedos educativos, brindes e doces. 
Fausto Souza explicou que a proposta apresentada é uma grande programação lúdica e pedagógica no ambiente escolar com o esforço de todos os atores protagonizados pela equipe psicossocial do "Projeto Ame a Vida", equipe pedagógica das escolas participantes, pais e alunos e a comunidade em geral.
 O deputado lembrou que a idéia da troca de brinquedos deve atingir não somente as crianças, mas também pais, os quais têm papel fundamental na educação contra a violência e devem dar exemplos de paz dentro de casa.
A coordenadora do Projeto Ame a Vida da Seas, Maricília Costa, disse que essa é a segunda edição da campanha, iniciada em julho de 2010. Em julho deste ano foi dado um pré-início dos trabalhos com a realização de palestras, workshops para pais de alunos nas comunidades sobre a importância do desarmamento infantil. “Pedimos a eles que não dêem de presente arma de brinquedo para seus filhos, porque isso desencadeia um impulso para atos de violência”, disse, ressaltando que em cada escola a ser visitada vai ter um comitê de pais.
Maricília Costa disse que um dos objetivos da campanha é convencer os estudantes a trocar a arma de brinquedo por livros de literatura infantil e brinquedos educativos. “Além disso, estamos pregando cartazes nos estabelecimentos comerciais de bairros, mercadinhos, empresas etc”, informou a coordenadora
Informando ainda que em cada escola terá um stand para arrecadar as armas de brinquedo que serão trocadas por livros e brinquedos educativos.
No decorrer do lançamento da campanha foi apresentado um vídeo sobre desarmamento infantil, considerado pelo presidente da ALEAM, deputado estadual Ricardo Nicolau (PRP), “muito bem feito”. Nicolau destacou que esta Casa Legislativa tem um projeto denominado “Conhecendo o Legislativo”, que traz alunos da rede pública de ensino e da rede privada para conhecer o Poder Legislativo in loco. “Os estudantes são informados sobre o que fazem os deputados, como dar entrada num projeto de lei, como funciona às leis, entre outros assuntos”, informou.
Ricardo Nicolau disse que a ALEAM vai ajudar através da programação da TV ALE e sugerir nos sites dos deputados a difundir a Campanha de Desarmamento Infantil “Violência Nem Brincando” acrescentando a esses alunos informações sobre o desarmamento.

CHARGE DO NEO CORREA

ÁTILA LINS "DANÇOU":A ELEITA PARA MINISTRA DO TCU FOI A MÃE DO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO

POLÍTICA
Dizendo-se traído pelo o seu partido, o PMDB, o  deputado Átila Lins, chegou a chorar, mesmo assim foi "escanteado': a escolhida para o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União-TCU, foi a deputada Ana Arraes, filha do ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, e mãe do atual governador Eduardo Campos, do PSB de Pernambuco, que foi eleita no início da tarde de ontem, no plenário da Câmara, como nova ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), em substituição a Ubiratan Aguiar, que se aposentou.
Ela teve 222 votos. Em segundo lugar ficou Aldo Rabelo (PCdoB-SP) com 149 votos e em terceiro, Átila Lins (PMDB-AM), 47.A votação da Câmara será submetida agora à apreciação do Senado.
Desde cedo os candidatos fizeram corpo a corpo em plenário. Houve grande mobilização do PSB, partido de Ana Arraes. O governador Cid Gomes (PSB-CE) esteve no plenário.
O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, acompanhou a votação do Palácio do Jaburu, onde também participa de encontro com o presidente em exercício Michel Temer (PMDB) e com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para discutir a reforma política.
A candidatura de Ana Arraes teve o apoio de Lula e também de setores do PSD (partido de Kassab) e do PSDB. Antes, com a renúncia de Jovair Arantes (GO) , Ana já havia garantido apoio da bancada do PTB.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

SEMINÁRIO DESPERTA CURIOSIDADE EM COMUNICADORES


O jornalista Thiago
 Gonçalves e William Bonner
 Foi realizada, no último fim de semana, na capital do Amazonas, a 17ª edição do Seminário de Jornalismo na Amazônia.  O evento trouxe à Manaus, profissionais com vasta experiência e que atuam em departamentos jornalísticos das Organizações Globo.
Entre os profissionais, estava o editor-chefe e apresentador do Jornal Nacional da TV Globo, William Bonner, que ministrou a palestra “O Jornalismo e as Redes Socias”. Bonner falou a cerca da sua experiência como âncora do JN e sobre a tendência da adoção das redes sociais à prática jornalística.  
O evento reuniu profissionais da imprensa local, regional e nacional, e estudantes de comunicação social.
Alamara Barros, correspondente de TV, veio do Amapá para prestigiar o evento. Ela classificou como uma oportunidade única a participação no Seminário tendo em vista um intercâmbio de conhecimentos. A jornalista disse ainda, que aproveitou para registrar o momento com uma fotografia ao lado do “tio” (William Bonner).
Para Thiago Gonçalves, jornalista graduando e autor de um Blog, participar do evento foi uma experiência única.  “Debater com grandes profissionais de comunicação temas relacionados aos ramos do jornalismo é uma grande conquista”, ressaltou ele.
O evento é realizado anualmente em Manaus pela Fundação Rede Amazônica.



PENSAMENTOS DO DIA

A mão que afaga é a mesma que apedreja. O beijo é a véspera do escarro (Augusto dos Anjos)

PENAROL PERDEU QUANDO PODIA PERDER

Jota Augusto é comentarista
 esportivo e radialista
Engraçado, o futebol prega muitas peças em seus simpatizantes,acompanhantes,enfim todos que gostam e que são adeptos: O Nacional investiu 500 mil e não passou de uma pífia penúltima colocaçãono grupo A1, ao final da primeira fase.
Já o Penarol foi mais eficiente: soube aplicar direitinho a grana que lhe foi repassada pelo governo do Estado. O representante da Velha Serpa ficou em segundo lugar, dois a menos que o primeiro da chave(Cuiabá), e isto, porque, de acordo com seu treinador Uidemar Oliveira, o time se desgastou muito na viagem à Cuiabá para enfrentar a equipe do mesmo nome(o time percorreu 14 horas para chegar ao destino).
Tinha jogador que com 30 minutos do primeiro tempo tava pedindo pra sair.Tava dando vertigem,crise de labirintite.
Dizem até que o "treineiro" andou discutindo com os dirigentes. Acho que não é hora prá discussão e sim união.Muita calma nestas horas é boa e não faz mal a ninguém.
 Botem as barbas de molho, esqueçam as vaidades e bola prá frente,ou melhor bola prá dentro. Tá certo o placar foi muito ingrato: 4 a zero, mas o importante é que o time tá lá, dando esperança a imensa colônia itacoatirense de chegar á série C no próximo ano, basta que passe nos próximos plays-offs(mata-mata).
Nesta combinação para a próxima fase, eu no meu humilde raciocínio, acho que o "Pená" pulou uma fogueira: se tivesse empatado pegaria o Sampaio Correia, do Maranhão, segundo na A2. Como perdeu enfrenta o Independente do Pará já neste sábado, 24. E no outro sábado, decide a sorte em Tucuruí, domínio do campeão paraense deste ano. Em tese, sem desmerecer o time paraense, eu acho o Time de São Luis mais forte, tem mais camisa, mais tradição.
Agora tem um detalhe: time que quer galgar um passo mais adiante, não pode escolher adversário, não; é vencer ou vencer. E ripa na gorduchinha, como dizia o narrador Osmar Santos.

WIILSON LISBOA DENUNCIA PEDOFILIA NO VALE DO JAVARI

 O Vale do Javari é a região onde concentra o maior número de grupos indígenas isolados na Amazônia e no mundo, segundo a Fundação Nacional do Índio (Funai).
Apesar do isolamento, os índios deveriam contar com o apoio de ONGs que existem na região. O problema é que muitos estão sofrendo com crimes de pedofilia e abandono.  Além da epidemia de hepatite, por conta dos altos índices de malária.
nNa região, vivem cerca de dois mil indígenas. Nos últimos cinco anos, mais de 90 ocupações foram identificadas pela fundação.
Em coletiva que acontece nesta quarta-feira, o deputado estadual e presidente da Comissao de Direitos Humanos, Assuntos Indígenas e Cidadania, Wilson Lisboa do PCdoB, vai dar mais detalhes sobre o estado caótico que os indígenas estão sendo obrigados a enfrentar no Vale do Javari.

LULA INCENTIVA A CORRUPÇÃO

POLÍTICA
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recomendou que os ministros de Dilma Rousseff, que eventualmente tiverem seus nomes envolvidos com casos de corrupção, "resistam" e não renunciem com tanta facilidade.
Ele deu essa declaração no início da tarde desta terça-feira na capital baiana, logo após receber o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal da Bahia (UFBA).
- O político tem que ter casco duro. Porque se cada político tremer a cada vez que alguém disser uma coisa errada dele, se ele não enfrentar a briga para provar que está certo, as pessoas vão saindo mesmo, declarou, passando a "analisar" a saída aparentemente precipitada de alguns integrantes do primeiro escalão de Dilma.
- Pelo que eu vi pela imprensa, o ministro Alfredo (Nascimento, dos Transportes) não foi a presidenta Dilma que tirou. Ela mandou Nascimento investigar (as denúncias na sua pasta). O ministro (Nelson) Jobim não saiu por corrupção, saiu por conta de outro problema. O ministro da Agricultura (Wagner Rossi), a presidenta Dilma defendeu publicamente ele, que depois renunciou. O ministro do Turismo teve um problema quando era deputado - declarou.

KADAFI PEDE PARA SER JULGADO POR CONGRESSO BRASILEIRO

HUMOR

Escondido no mesmo bunker já usado por Osama Bin Laden, Darth Vader, Hitler e José Dirceu, o ditador Muammar Kadafi fez chegar à RedeTV! uma mensagem em áudio na qual impõe uma única condição para se entregar: "Só aceito sair se for julgado pelo Congresso Brasileiro. Me comprometo a acatar todas as ásperas reprimendas e duras punições pelas quais os nobres deputados, sempre zelosos do melhor cumprimento da lei, vêm se notabilizando ao longo dos últimos anos. Na semana seguinte, já com a ficha limpa, quero me filiar ao PMDB", declarou em árabe, com leve sotaque maranhense.
Em outra passagem, Kadafi prometeu se comportar conforme os costumes locais. "Pretendo, devagarzinho, abrir um jornal e conseguir a concessão de uma rádio e televisão. Juro por Nosso Senhor do Bonfim ficar quietinho com meu curral eleitoral que, Deus permita, me conduzirá ao Senado até a próxima era glacial. Reivindicarei verba pública para contratar as enfermeiras ucranianas como assessoras e serei muito feliz", concluiu.
Após ouvir a gravação de Kadafi, Dado Dolabella entrou em contato com a Câmara para solicitar uma audiência em Brasília. "Como não pensei nisso antes", exclamou o galã, esbofeteando a recepcionista.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

PENSAMENTO DO DIA

Ensinamos mais pelo exemplo do que com palavra

NO PIAUÍ PROFESSORA É DEMITIDA POR PEDIR NÚ ARTÍSTICOl

Nacional
Uma professora de uma escola pública da cidade de Luís Correia, no Piauí, que ensinava artes para alunos da 8ª série do ensino fundamental, foi demitida por ter pedido a um estudante que tirasse a roupa durante uma atividade. O tema da aula era a mitologia greco-romana e a docente queria que o aluno fosse modelo para que os demais estudantes o desenhassem, como uma escultura.
Uma das alunas não gostou da ideia do "nu artístico" da professora, reclamou com a família e o caso foi parar no Conselho Tutelar, que denunciou o fato para a Secretaria de Educação do Piauí.
Uma sindicância foi aberta para apurar o fato, que ocorreu em abril do ano passado. A demissão foi publicada no Diário Oficial do Piauí.  A conclusão foi de que a professora descumpriu o estatuto do servidor público e a lei complementar que regulamenta a educação no Estado.
Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí (Sinte-PI), a professora perguntou qual aluno seria voluntário para a atividade. E que o estudante que se ofereceu é um dos mais participativos. Ainda segundo o sindicato, a proposta era que o aluno ficasse só de roupa íntima, e não nu.