quarta-feira, 30 de novembro de 2011

PENSAMENTO DA QUARTA-FEIRA

Ambiente limpo não é o que mais se limpa e sim o que menos se suja.
Chico Xavier

JORNALISTA DENUNCIA SUCATÃO DO CARLITO

O jornalista, assistente social, escritor, cronista, Carlos Costa  colaborador em diversos blogs em Manaus, Pernambuco e Vitória, denunciou formalmente hoje, o “Sucatão do Carlito”, de propriedade do Sr. Carlos Júnior à Vara de Maio Ambiente, ao Ministério Público e à Procuradoria Federal do Trabalho. Em todos os órgãos, o jornalista apresentou fotos do “Sucatão” à margem de um Igarapé, e filmagens em que aparecem “trabalhadores sem carteira assinada” desmanchando veículos à noite, confessado pelo proprietário do desmanche que, afirmou, “em Manaus, o que manda é o dinheiro. A polícia, do mesmo modo que vem aqui, vai embora também. Se eu quisesse fazer um puteiro em meu terreno, era problema meu, mesmo ele estando entre dois condomínios de prédios”.


terça-feira, 29 de novembro de 2011

PENSAMENTO DA TERÇA-FEIRA

Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com freqüência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.

COLABORADOR DO BLOG METE O COURO FOI AGREDIDO POR SUCATEIROS


O jornalista, assistente social Carlos Costa, colaborador em vários blogs de Manaus e de Pernambuco, foi agredido a tapa no rosto dentro do “Ferro Velho do Carlito”, na avenida Efigênio Sales, 183, localizado entre dois edifícios, o Geneve e o Nau Capitania. O motivo da agressão foi uma festa regada a muita cerveja e mulheres, com elevadíssimo som, que estremecia dentro dos dois prédios. Muitas denúncias foram feitas ao órgão de meio ambiente da Prefeitura de Manaus que só apareceu no local depois que a PM havia passado antes e ordenado que baixassem o volume da música.

Inicialmente, Carlos Costa telefonou para o número 08000922000 e acionou a fiscalização municipal às 17:40. Como não apareceu ninguém até às 19 h, o cronista do Mete o Couro pediu a dois porteiros se dirigissem até ao local, pedindo para reduzirem o volume do som. Reduziram, mas em seguida, voltaram a aumentá-lo de novo. E mais alto ainda. 
A partir desse momento, Carlos Costa ligou mais cinco vezes para o 0800092000, mas ninguém o atendeu mais. O jornalista e assistente social pediu o apoio de um segurança e se dirigiu ao local, onde foi recebido com o tratamento de “velho gagá” e foi mandado “tomar no c...”. Ele reagiu à altura, embora debilitado pelas 11 cirurgias já feitas em seu cérebro, e um troglodita bêbado lhe desferiu um tapa em seu rosto.

Ao se defender da agressão dos vários bêbados que se encontravam na festa, entre homens e mulheres, Carlos Costa ficou com um dedo de sua mão torto, faxeado e rouxo. Na segunda-feira, voltou a procurar o dono do “Ferro Velho do Carlito”, mas foi empurrado para fora por Carlos Júnior aos gritos de que “em Manaus, o que manda é o dinheiro”. E que a “polícia, do mesmo modo que vem aqui; volta”.

Carlos Costa,  nervoso com a agressão, ligou para o 190 da PM mas sempre informavam “todos os nossos atendentes estão ocupados”e começava a tocar uma música, caia a ligação e nunca era transferida. Diante disso, pediu ajuda a um coronel reformado da PM, que o socorreu, telefonando para a Central e pedindo uma viatura,  que mas esta só chegou 40 minutos depois do fato ocorrido, mas ainda a tempo de ouvirem o som alto e pedí-lo baixá-lo.

O  órgão de fiscalização, acionado pouco depois das 17 horas, só apareceu ao local às 20:40 h, quando não havia mais nada. Passou em frente e foi embora.

TSE PRECISA DECIDIR O FUTURO DE 11 GOVERNADORES ELEITOS EM 2010

Política
Mariângela Gallucci


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pode definir nesta semana o futuro político do governador de Roraima, Anchieta Junior (PSDB), acusado pelo adversário Neudo Campos de abuso de poder e uso indevido dos meios de comunicação na eleição do ano passado.
Com três cassações recentes de governadores no currículo, o TSE também terá de julgar em breve outros dez governadores eleitos em 2010: Tião Viana (Acre), Teotonio Vilela (Alagoas), Omar Aziz (Amazonas), Cid Gomes (Ceará), Siqueira Campos (Tocantins), Wilson Martins (Piauí), Antonio Anastasia (Minas Gerais), Roseana Sarney (Maranhão), André Puccinelli (Mato Grosso do Sul) e Sérgio Cabral (Rio de Janeiro).
Na maioria dos processos as acusações são de abuso de poder político e econômico e uso indevido de meios de comunicação. As defesas negam as supostas irregularidades. Se forem cassados, os políticos poderão se tornar inelegíveis e eventualmente poderão ser barrados em outras eleições com base na Lei da Ficha Limpa.

MINISTRO JOAQUIM BARBOSA CONCLUI VOTO DA FICHA LIMPA

Política

Caronia Brígido,

O ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), concluiu seu voto sobre a aplicação da Lei da Ficha Limpa a partir das eleições de 2012. No último dia 9, quando o caso estava em julgamento no plenário, Barbosa pediu vista do processo, suspendendo a decisão.

Na ocasião, ele disse que esperaria a posse da nova ministra do tribunal, Rosa Maria Weber, para não haver o risco de empate na votação, pois só havia dez ministros presentes. Aparentemente, ele mudou de ideia, porque não há previsão de data para a posse da mais recente integrante do STF. O ministro não quis dar entrevista sobre o assunto.

Caberá ao presidente da Corte, ministro Cezar Peluso, marcar nova data para o julgamento. Ele pode aguardar a posse de Rosa Maria ou pôr o caso em votação logo. As sessões do STF vão até o dia 19 de dezembro. Depois, haverá recesso até fevereiro do próximo ano.

VEM AÍ O BBB DA BANDIDAGEM: 2012

Política


A deputada federal, Ângela Guadagnin,
comemora, à absolvição de um dos integrantes do  mensalão, dançando
 

Delúbio Soares, à época tesoureiro do PT,
 que cuidava do caixa-2 do mensalão
 Augusto Nunes

Em outubro de 2005, ao festejar o 50° aniversário no sítio em Goiás, o fora-da-lei Delúbio Soares presenteou-se com uma previsão debochada: “No futuro, o mensalão vai virar piada de salão”.
Por enquanto, a profecia não se confirmou: o escândalo que escancarou a alma sombria do governo Lula desembocou no processo que será julgado no próximo semestre pelos ministros do Supremo Tribunal Federal.
E pode dar cadeia, começa enfim a desconfiar “nosso Delúbio”, como costumava referir-se Lula ao companheiro ladrão.
Neste sábado, numa reunião com 40 sindicalistas em Brasília, o ex-tesoureiro do PT preferiu qualificar de “boato” o colossal balaio de maracutaias que, passados seis anos, já deveria ter virado anedota.
Delúbio, em sua essência, não mudou: o cinismo repulsivo, o vocabulário cafajeste, a compulsão para a mentira e outros traços abjetos seguem confirmando que certos defeitos de fabricação não têm conserto. Mas o sumiço do sorriso desdenhoso e a multiplicação de vincos no rosto indicam que o gerente da roubalheira imensa já não se acha condenado à perpétua impunidade.
“Esse julgamento será o maior espetáculo midiático do Brasil”, previu Delúbio no fim de semana. Desta vez, o delinquente enquadrado por formação de quadrilha, corrupção ativa e lavagem de dinheiro acertou.
Por mais de dois meses, uma cadeia gigantesca composta por emissoras de rádio e TV, jornais, revistas, sites e blogs vai transmitir ao vivo uma espécie de Big Brother Brasil da Bandidagem, primeiro reality show inspirado na corrupção engravatada.
O destino dos participantes será decidido pelos ministros. Mas os juízes votarão vigiados por milhões de testemunhas que saberão o que fez e o que merece cada personagem.
Só se viu algo parecido em julho e agosto de 2006, quando as sessões da CPI do Mensalão alcançaram índices de audiência de novela da Globo.
Leia a íntegra em A aproximação de 2012 perturba o sono dos mensaleiros: vem aí o BBB da Bandidagem

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

PENSAMENTO DA SEGUNDA-FEIRA

O sorriso enriquece os recebedores sem empobrecer os doadores. (Mário Quintana)

DISSIDENTES DO PDT FARÃO NOVO APELO PARA LUPI DEIXAR CARGO

Política

Situação de ministro se agrava com acusação de que ele foi servidor-fantasma da Câmara
Parlamentares do PDT vão fazer um novo apelo esta semana para que o ministro Carlos Lupi (Trabalho) peça demissão do cargo antes que seja forçado a sair pela presidente Dilma Rousseff.
A situação do ministro se agravou neste final de semana após a Folha revelar que ele foi funcionário-fantasma por cerca de seis anos na Câmara dos Deputados.
Lupi recebeu entre 2000 e 2006 o maior salário pago a um assessor técnico na liderança do PDT na Câmara enquanto cumpria apenas atividades partidárias e morava no Rio de Janeiro. Isso contraria as normas da Casa.
O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) disse que Lupi precisa tomar a iniciativa de se afastar do governo. "Antes que ele seja demitido, é melhor que peça para sair."
O deputado Reguffe (DF) criticou o apego do ministro ao posto. "A política está muito calcada em cargos no governo. O PDT deveria adotar uma postura de independência, sem cargos", disse.
O senador Pedro Taques (MT) afirmou que Lupi deve satisfações sobre sua passagem pela Câmara. "Acho que ele tem que dar esclarecimentos ainda hoje. Estou aguardando. Quero ouvi-lo."
Fonte:Folha de São Paulo

domingo, 27 de novembro de 2011

A GALEGA QUE COMANDA A CASA E VIDA DE LULA

-- Quando aparecer uma viúva loira, me chamem.
Luiz Inácio Lula da Silva deu o recado, em tom de brincadeira, aos companheiros do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo. Depois de três anos amargando a morte da mulher, Lourdes, e de seu filho recém-nascido, Lula não queria mais ficar sozinho. Numa tarde de 1973, a loira apareceu.
Marisa Letícia Rocco Casa ia ao sindicato, a cada três meses, carimbar documentos para receber a pensão do marido, morto em um assalto. Quando descobriu a viúva, Lula correu para atendê-la. Deixou cair um documento de identidade que mostrava que também era viúvo e começou a conversa. Tanto fez que se casou com ela sete meses depois, em maio de 74.
“Ela manda, e ele obedece”
Nascia assim a Galega, como Lula vem chamando a mulher há mais de 30 anos. Era para a Galega que Lula entregava, diligentemente, todo o salário que recebia como metalúrgico. Foi a Galega que permitiu aos sindicalistas do ABC transformarem sua casa em ponto de reunião contra a ditadura. Foi a Galega que acordou, no meio da noite, com a polícia arrastando seu marido para lugar incerto. E é ainda a Galega, hoje com 61 anos, quem comanda a casa e a vida do ex-presidente da República depois de dois mandatos.
— Não teria pessoa melhor para fazer a barba e raspar a cabeça de Lula. Raspar a cabeça em um caso de câncer não é como no vestibular: é um momento muito difícil — diz o cabeleireiro Wanderley Nunes, amigo da família, que chegou a se oferecer para ajudar Lula na tarefa de se antecipar aos efeitos do tratamento de quimioterapia contra o câncer na laringe.
Marisa é querida e temida pelos “companheiros e companheiras” do PT e do Sindicato dos Metalúrgicos. Desde que Lula ficou doente, ela decide quem visita ou não o marido, para evitar excessos. Não sai do lado dele um minuto, no hospital ou em casa. O ex-ministro Paulo Vanucchi, amigo da família, chegou a dizer que ela tem sido “a boa samaritana”, cuidando, ao mesmo tempo, de Lula e do filho mais velho, Marcos, que fez uma cirurgia na bacia e está em casa, em recuperação.
— É ela quem manda. E ele obedece. Dona Marisa se dedica a Lula e à família inteira. É o alicerce de Lula — diz o cardiologista Roberto Kalil, médico de Lula há 20 anos.


Fonte Globonline

PENSAMENTO DO DOMINGO

A felicidade consiste em três pontos: trabalho, paz e saúde.
Guerra Junqueiro

SENHOR DEUS DOS DESGRAÇADOS

Carlos Costa é jornalista e escritor
 Padre Antônio Vieira, religioso, escritor e orador nascido em 1608 em Portugal e falecido aos 89 anos, em Salvador, Bahia,  em um de seus memoráveis discursos, bradou do púlpito: “Senhor Deus dos degraçados, por que dormes enquanto muitos  filhos teus sofrem?

Faço dessa súplica de Vieira, a minha também:  senhor Deus dos desgraçados, porque o ex-mecânico Marcos Mariano, cego dos dois olhos,  teve que falecer, após provar sua inocência, dormindo o sono dos justos e com sua consciência tranquíla? Ele passou 19 anos lutando na Justiça dos homens para conseguir provar sua inocência!  A Justiça dos Homens é célere para condenar inocentes; lenta, contudo, para  reconhecer o “o maior erro Jurídico já cometido no Brasil”. A Justiça dos homens  é lenta demais e permite muitos recursos, mas a de Deus não falha e o filho de Deus, Marcos Mariano,  será recebido no céu com toda honra e toda glória que somente é reservada aos justos!

É...Marcos Mariano, o senhor não foi o primeiro e nem será o último a ser condenado por uma justiça jurássica, ultrapassada e lenta, ciosa em prender inocentes; mas, pelo menos,percebeu o quanto é morosa a injustiça para reparar erro do Estado  e libertá-los. O agora falecido ex-mecânico, cego dos dois olhos, atingido por estilhaços de armas de fogo, andando com uma bengala,  entrou com uma ação contra o estado de Pernambuco por danos morais e materiais. Em 2006, ele ganhou a causa. O valor da indenização foi de dois milhões de reais. Em 2008, Marcos recebeu uma parte do dinheiro. Comprou casas pra ele e para os parentes. O estado recorreu pra não pagar a segunda parte. Mas o Estado recorreu para não pagar-lhe a segunda parcela a que teria direito.

A última decisão dessa briga jurídica saiu dia 23, de modo terminativo. O Superior Tribunal de Justiça, por unanimidade, negou o recurso do Estado de Pernambuco. Foi mais uma vez favorável a Marcos Mariano. Ele soube da notícia por telefone, foi tirar um cochilo e morreu com a consciência tranquila depois de 19 anos de sofrimentos, humilhações e morosidade do Judiciário brasileiro!

De acordo com o advogado, o STJ reconheceu o caso como “o maior erro da história jurídica brasileira”. Os herdeiros têm direito à indenização. “Um homem que sofreu a vida inteira e lutou pra (sic) mostrar pra sociedade que ele era uma pessoa correta, honesta, justa. Ele parece até que estava esperando fechar este ciclo pra(sic) demonstrar a sua honradez, pra(sic) morrer tranquilo, em paz”, declarou o seu advogado José Afonso Bragança Borges, quase chorando frente à câmera, tanta era sua emoção.

O que pretendo ao escrever minha crônica? Nada! Só prestar uma homenagem a um homem  simples, honrado e justo, que passou 19 anos preso e ficou cego por estilhaços de armas. Ele poderia até não ver mais. Mas, pelo menos, percebeu o quanto é morosa a Justiça brasileira para reparar um erro do Estado. Ao preso injustamente não é dado o direito de qualquer defesa, mesmo quando inocente. Mas ao Estado lhe é dado o direito de recorrer indefinidamente,  até ao Supremo para não pagar um valor que deve. Em que país nós estamos, “senhor Deus dos desgraçados e por que dormes enquanto uma injustiça dessas é cometida a um filho teu?”

Entendo até que o Estado do Maranhão, ao pagar a primeira parcela de sua dívida, reconhecera o seu grotesco erro Jurídico, cometido por juízes que representam e aplicam as Leis em nome do Estado que, por dever de ofício, recorreu para não quitar a segunda parcela, buscando desesperadamente um respaldo jurídico. Esse respaldo, não veio. E agora, o pior aconteceu: o Marcus morreu! Mas feliz por ver que sua luta não foi em vão.

Infelizmente, devem existir por esse Brasil muitos outros “Marcus Mariano” presos injustamente também.

MULHER DO TRAFICANTE NEM ESTÁ EM CELA INDIVIDUAL E INCOMUNICÁVEL

Mais cedo, o TJ negou o pedido de relaxamento de prisão de Danúbia.
Ela foi presa em flagrante nesta sexta, por associação com o tráfico.

Seap divulgou foto de Danúbia Souza com uniforme da presidiária (Foto: Divulgação Seap)
Adicionar legenda
Denúbia foi levada por policiais do Bope para a delegacia (Foto: Reprodução/TV Globo)
Foto reprodução-TV Globo
ASecretaria de Estado de Administração Penitenciária informou na noite deste sábado (26) que Danúbia de Souza Rangel, mulher do traficante Nem, presa em flagrante na noite da sexta-feira (25), está em cela individual e incomunicável na Cadeia Pública Joaquim Ferreira de Souza. Ainda segundo a Seap, ela se alimenta normalmente.
Nesta tarde, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) divulgou a foto de Danúbia com o uniforme de presidiária.
Mais cedo, o Tribunal de Justiça do Rio negou o relaxamento de prisão de Danúbia. Segundo o TJ, o pedido de relaxamento foi feito na madrugada deste sábado (26) ao plantão judiciário e negado pela juíza Renata Pacheco.
Danúbia deixou a 15ª DP (Gávea), na Zona Sul do Rio, por volta das 9h30 deste sábado.  Ela  passou por exames no Instituto Médico Legal (IML) antes de ser levada para o Complexo de Gericinó, na Zona Oeste. A informação é da assessoria da Polícia Civil.
A mulher do traficante Nem é acusada de associação ao tráfico de drogas, segundo o delegado Carlos Augusto Nogueira, titular da 15ª DP.
O delegado disse que Danúbia, na sexta-feira, optou por ficar em silêncio e chorou em alguns momentos. Ele explicou que juntou aos autos de investigação relatórios, depoimentos, informações de moradores e fotos em sites de relacionamento, onde a mulher de Nem aparecia ostentando joias. A polícia quer saber a origem do dinheiro com que Danúbia vivia, já que a princípio, ela não tinha emprego.
“Ela preferiu se reservar e só falar em juízo. No meu entendimento, ela é associada ao tráfico de drogas. Ela recebe presentes do Nem, ela andava com carro fornecido pelo Nem. Ela participava do tráfico de drogas na Rocinha. Então, eu entendi por bem fazer o procedimento de flagrante em delito por associação ao tráfico”, explicou ele.
saiba mais
  • Salão de belezaA mulher de Nem foi levada à delegacia por policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Danúbia foi encontrada em um salão de beleza na Rocinha, após denúncias anônimas. Segundo a polícia, o salão seria de propriedade da irmã dela, que também prestou depoimento, mas foi liberada.
Prisão de Nem
Nem foi preso em uma abordagem da Polícia Militar
ao tentar fugir da Rocinha, na madrugada do dia 10 de novembro, dias antes da ocupação da comunidade.

Segundo o Bope, a mulher dele foi localizada após uma informação passada ao Disque Denúncia. Danúbia chegou acompanhada da irmã. As duas foram levadas em um carro do Bope. De acordo com a PM, não havia mandado de prisão contra elas. Na Rocinha, de acordo com os policiais, Danúbia é conhecida como "Xerifa".
A Rocinha foi ocupada, junto com as comunidades do Vidigal e Chácara do Céu, na madrugada do dia 13 de novembro.
Torturador preso
Na quinta (24), a Polícia Civil prendeu o torturador e executor dos crimes do traficante Nem, no Vidigal, favela vizinha à Rocinha. O delegado Pedro Medina, da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), afirmou que o homem, conhecido por “99”, “é um dos traficantes mais leais a Nem, e já foi chefe do tráfico no Morro do Vidigal”.
Segundo Medina, “99” é “extremamente violento” e era o responsável por esquartejar corpos no Vidigal.
Também na quinta-feira (24), agentes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) prenderam um homem de 34 anos suspeito de tráfico de drogas e que seria foragido da favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio. De acordo com a policia, ele foi encontrado em sua residência em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

sábado, 26 de novembro de 2011

PEANSAMENTO DO SÁBADO

Quem caminha descalço não deve semear espinhos.
(G. Hebert)

SONHO DE SINÉSIO VIRA PESADELO: 60% DOS PARAENSES REJEITAM DIVISÃO DO PARÁ

 



Foto Impacto.com

O deputado Sinésio Campos, do PT do Amazonas acalenta
 o sonho de ser governador pelo novo Estado de Tapajós
Duas semanas após o início da propaganda do plebiscito em TV e rádio, a maioria dos eleitores do Pará continua rejeitando a divisão do Estado.
De acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira, 62% dos eleitores paraenses são contra a divisão do Pará para a criação do Estado do Carajás e 61% são contra a criação do Estado do Tapajós.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

CRISE DE AUTORIDADE

Política


 A senadora Serys Shessarenko, do PT matogrossense, apresentou, em 2009, Projeto de Lei determinando o uso obrigatório da flexão de gênero, para nomear profissão ou grau, em caso de diplomas. Dilma Rousseff, então, teria de ser chamada compulsoriamente de “presidenta”, ficando interditada a expressão “presidente”.
A matéria está na Comissão de Constituição e Justiça da Casa, pronta para entrar em seu primeiro teste de votação. Indago: seria constitucional a afronta à língua portuguesa, que prevê, livremente, as duas formas?
Indago ainda: deveria ser essa uma iniciativa prioritária, se temos tantos problemas reais no Brasil, no campo da reforma política, das políticas sociais, das questões econômicas?
Por exemplo, que tal um Projeto que transforme a corrupção em crime hediondo? Ou a deliberação, sem mais delongas, da idade para alguém começar a pagar por crimes que venha a praticar?
Digamos que a iniciativa da senadora vire norma legal e, tem lei que “pega” e lei que “não pega”. Mas por absurdo que pareça, “pegue”. Como deveria referir-me a Dilma Rousseff, eu que prefiro chamá-la de presidente, seja por sonoridade, seja para ficar bem longe dos áulicos que fazem a flexão para agradar o poder do momento? Obrigar-me-iam a adotar o “presidenta”?
Está bom, então. Tenho de começar a treinar: “presidenta”, porque a senhora “demite” ministros corruptos e os substitui por gente do mesmo partido?
“Presidenta”, porque a senhora ainda tolera a presença de Carlos Lupi no seu Ministério? Mesmo sabendo das falcatruas, das mentiras, da perda de densidade política e moral do seu governo? Mesmo sabendo das ONGs de fachada que abiscoitaram milhões e milhões de reais dos cofres públicos, na pasta do Trabalho, na dos Esportes e por aí afora?
“Presidenta”, a senhora sabe que, dando sobrevida a Lupi está armando os partidos aliados, quase todos eles maiores que o PDT, para a confrontarem na hipótese de algum ministro “deles” ter de ser expurgado do Gabinete?
Sabe que está abrindo mão do direito de nomear e demitir que lhe foi conferido pelas urnas de 2010?
“Presidenta”, daqui em diante, nem pense em demitir alguém do PMDB, do PP, do próprio PT. Não dá mais para levar avante desejo assim.
Finalmente, “presidenta”, que tal investigar a fundo as denúncias que já derrubaram tantos ministros seus? A sociedade pretende que o dinheiro surrupiado seja devolvido aos cofres públicos. É pedir demais?

Arthur Virgílio é diplomata e foi líder do PSDB no Senado

CARRETA FAZ MANOBRA ARRISCADA E SOBE NA CONTRAMÃO


Foto: Marcelino Ribeiro

Foto: Marcelino Ribeiro

Foto: Marcelino Ribeiro
Numa manobra arriscada, esta carreta da Transportadora Tomiasi, causou o maior transtorno quando subia na contramão a rua 5 de Setembro, bairro do São Raimundo,zona Oeste de Manaus,  às 11 horas da manhã desta quinta-feira, para descarregar contêineres no porto clandestino, do bairro,  sem que tivesse um guarda da Manaustrans para coibir o abuso praticado por esse  motorista irresponsável, que não  está nem aí para o que venha acontecer com a vida humana.

TRIBUTO A RÁDIO DIFUSORA

Por Marcelino Ribeiro


Difusora, somos co-partícipes,
Parceiros neste mês,
Eu também completo anos, e tu fazes 63,
Tu prestando serviço a sociedade,
Eu na poesia, talvez.

Trilhando vários caminhos,
Diferentes, não importa,
O importante é a proposta
A que se queirar chegar.

No entretenimento, na notícia,
Sempre estás na frente, na polícia,
Para o ouvinte escutar.

Por tudo isso e até,
Só falta o velho Josué,
Pra gente comemorar!

TSE TALVEZ JULGUE HOJE ALFREDO NASCIMENTO

Hoje, dia 24 de novembro, quinta-feira, está previsto, o julgamento do senador Alfredo Nascimento (PR). O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adiou o recurso especial ingressado em 2006 pelo Ministério Público Eleitoral do Amazonas. A medida foi tomada devido à ausência da ministra Carmen Lúcia. O julgamento já é adiado pela quarta vez.

As acusações contra o senador são de aplicações de recursos na campanha antes da inscrição do CNPJ, da abertura de conta-corrente de uso exclusivo para a campanha e da formalização do comitê financeiro.

O Democratas (DEM) apresentou documentos que comprovam as acusações como banners promocionais confeccionados por uma empresa da qual os gastos não foram contabilizados na prestação de contas da campanha das eleições de 2006.

Caso o recurso proposto em 2006 seja julgado procedente pelo TSE, o senador deixa o Congresso e sua vaga será assumida pelo deputado federal Pauderney Avelino do DEM.

PENSAMENTO DA QUINTA-FEIRA

A prece não esconde as faltas. Aquele que a Deus pede perdão de suas faltas  só o  obtém mudando de proceder. (A.K)

SUL-AFRICANOS RECORREM CONTRA LEI QUE PROIBE JORNALISMO INVESTIGATIVO

Mundo



O Globo
Um dia após a África do Sul aprovar um lei que proíbe o jornalismo investigativo no país, repórteres e ativistas prometeram continuar a lutar contra o decreto, classificado como um insulto pelo Nobel da Paz Desmond Tutu.
Segundo opositores, a lei será submetida ao Tribunal Constitucional se o Conselho Nacional de Províncias e o presidente Jacob Zuma não adicionarem uma cláusula de defesa do interesse público na emenda.
A Assembleia Nacional que determina, entre outras coisas, pena de até 25 anos de prisão aos responsáveis pela publicação de informações de Estado consideradas sigilosas foi aprovada na terça-feira por 229 votos contra 107.
Apelidada de 'Terça Negra' pelos sul-africanos, a aprovação não chegou a ser uma surpresa no país. Desde o início da discussão da proposta, o partido do presidente Zuma, Congresso Nacional Africano (CNA), vem pedindo apoio de todos os seus parlamentares.
Como o CNA tem maioria na Assembleia, o resultado era mais que esperado. Mas todos os partidos de oposição presentes votaram contra a medida.
Moloto Mothapo, do CNA, disse que a Lei de Proteção da Informação tem o objetivo de garantir a segurança nacional do país e negou que a meta da proposta seja calar os meios de comunicação.
Está totalmente de acordo com a prática internacional. Estados têm obrigações constitucionais de proteger seu povo e sua integridade nacional - disse Mothapo.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

PENSAMENTO DA QUARTA-FEIRA

Não ser descoberto numa mentira é o mesmo que dizer a verdade.

(Aristóteles Onasis)

O BRASIL COMEÇOU A PROTESTAR, SEM PARTIDARISMO!

Carlos Costa ´jornalsta e escritor
 Enquanto a polícia continua apreendendo arsenal de armas de guerra, incluíndo bazuca, metralhadora e e encontrando drogas enterradas no solo cheio de sangue da favela da Rocinha, um policial de uma UPP, com carro roubado, mata motorista em briga de trânsito. Os movimentos sociais do Brasil, porém, estão se mobilizando e protestando contra a corrupção no país, sem partidarismo ou motivação política, usando só a indignação e a cidadania para isso.

Espero que esses movimentos consigam se mobilizar a ponto de   conscientizar que está nas mãos do eleitor e não de qualquer lei que venha ou já esteja criada, mudar essa triste e procupante realidade. O eleitor é quem se deixa enganar votando em rostos bonitos, com promessas de pagamento de água, luz, gás, madeira, ranchos  e outras coisas mais que, sinceramente, não passam de  compra  disfarçada de votos! Mas sem qualquer projeto político para seu mandato.

A Justiça Eleitoral,  que a tudo isso vê,  continua usando venda nos olhos para dar a impressão que a Justiça é cega e justa ao aplicar a Lei. Só que  a Lei também está literalmente cega pela corrupção de alguns juízes e desembargadores, de forma pontual e não genérica. Sei que a Justiça só funciona se for provocada e a Lei só é aplicada depois de provada a culpa do acusado. Mas, no caso de compra disfarçada de votos, e de tantos outros casos de corrupção explícita com dinheiro na cueca, dentro de meias e até em bolsas, é preciso provar o quê? Não entendo!

Enquanto isso, excluíndo a presença de bandeiras políticas, o Brasil está se indignando, pedindo limpeza e ética na política. Mais de 30 cidades  - Fortaleza, Goiânia, São Luiz, Curitiba, Florianópolis dentre outras, promoveram manifestações combinadas via internet, através das redes sociais. Em muitas capitais do Brasil em que  foram realizados protestos, frases indignadas eram mostradas e pronunciadas  contra a corrupção na política, à favor da aplicação da Lei da Ficha Limpa. A frase que mais me chamou atenção foi a  advogada, Ligya Fernandes, do Movimento “Pátria Minha”, dizendo que a corrupção “é a causa da criminalidade, da miséria, da fome de muitas outras coisas mais”. Tem total razão!

Usando vassouras, pizzas, máscaras, nariz de palhaço, os movimentos sociais protestaram mas, como afirmei,  isso poderá não representar qualquer resultado prático. Conjuntamente com os protestos, os movimentos sociais precisam desenvolver processo de conscientização política junto aos eleitores para que  nos próximos pleitos, estes não troquem seus votos por ranchos, pagamentos de conta de água, luz, tijolos, madeira...  Ao Estado, não  interessa em financiar esse tipo de movimento  de indignação legítima. Estes movimentos, por outro lado, não têm qualquer recurso financeiro para fazê-lo sozinho, só indignação legítima! 

A indignação dos manifestantes era tanta que apareceu até uma estátua simbolizando a Justiça, vendada por uma nota de R$ 100 reais, transportada pelo estudante José Publiesse, porque ...”a política brasileira está morta por essas atitudes corruptas de nossos políticos que têm que cuidar do povo(...) mas desviam a finalidade de seu cargo e acabam desviando nosso dinheiro causando a miséria do nosso país”“ O aposentado Paulo Gonçalves Coimbra protestou impunhando a bandeira do Brasil de ponta-cabeça porque “o nosso Brasil está à deriva por causa da corrupção”.  Todos  os movimentos sociais que organizaram esses protestos têm razão!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

SARNEY ESTATIZA A PRÓPRIA MEMÓRIA


Comentário

Sei que a pergunta parecerá idiota. Ou melhor: reconheço que é uma pergunta idiota. Mesmo assim não renuncio a fazê-la.

Ninguém da família Sarney - nem o patriarca, nem a filha governadora - se envergonha de ter dado à luz a uma lei que estatizou no Maranhão a Fundação José Sarney?
É na tal fundação, mantida em grande parte com dinheiro público, que Sarney acumula documentos e objetos de sua época como presidente da República. O mausoléu dele está lá, prontinho.
A fundação funciona num convento antiquíssimo de São Luís. A ocupação do convento é uma história repleta de suspeitas de irregularidades.
Roseana, a governadora, decidiu que caberia ao Estado arcar com todos os gastos da fundação. O pai deve ter agradecido em lágrimas.
A proposta de lei chegou numa quinta-feira à Assembléia Legislativa do Maranhão. Na segunda-feira seguinte foi publicada no Diário Oficial. Dali a dois dias havia se transformado em lei.
Não passou pela cabeça dos Sarney que eles legislaram em causa própria? Não passou que isso pode não ser ilegal, mas é desavergonhado, cínico?
Onde fica a fronteira entre o público e o privado? Ou eles já não sabem mais onde fica? Algum dia souberam?
Sarney começou sua carreira política em 1954 como suplente de deputado federal. Se estiver no batente daqui a três anos completará 60 anos à sombra do poder. Jamais esteve à margem.
É o parlamentar mais antigo em atividade no Congresso. Exerce pela quarta vez a presidência do Senado.
Não me espantaria se o berço que acolheu Roseana recém-nascida exibisse uma daquelas plaquinhas de metal com letras e números que costumam identificar bens públicos.
Se nada mais lhe envergonha a essa altura da vida, Sarney poderia pelo menos poupar a filha de atos que desde já a envergonham.
Não envergonham?
O que é isso?
Pois deveriam.

Ricardo Noblat

PREFEITO ARNALDO MITOUSO É CONDENADO A 8 ANOS DE RECLUSÃO

Foto: divulgação
Na manhã desta terça-feira, o Pleno do Tribunal de Justiça do Amazonas,  condenou  por unanimidade o prefeito de Coari, Arnaldo Mitouso, do  PMN, a 8 anos  de reclusão e consequentemente a perda do mandato, pela assassinato do ex-prefeito do municipio, Odair Carlos Geraldo,  ocorrido em 13 de agosto de 1995, há dezesseis  anos, com direito a recorrer a instância superior. Mitouso venceu  a última eleição em 2009, quando obteve quase 17 mil votos e  substituiu a Rodrigues Alves, PP que foi cassado  por abuso de poder em julho do mesmo ano.

NOVO SALÁRIO MÍNIMO TERÁ IMPACTO DE R$ 1 BILHÃO AOS COFRES PÚBLICOS

O governo anunciou ao Congresso Nacional o reajuste do valor do salário mínimo para R$ 622,73 a partir de 1º de janeiro de 2012. A previsão era R$ 619,21, com a revisão aumentou R$ 3,52. O reajuste consta da atualização dos parâmetros econômicos utilizados na proposta orçamentária de 2012. O anúncio foi enviado em ofício do Ministério do Planejamento.

A revisão da proposta de reajuste do salário mínimo para R$ 622,73 em 2012 terá impacto adicional entre R$ 1 bilhão e R$ 1,1 bilhão nos cofres da União. A estimativa foi realizada com base em parâmetros divulgados pelo Ministério do Planejamento ao enviar o projeto do Orçamento de 2012 ao Congresso
Nacional.

De acordo com o próprio Ministério do Planejamento, cada R$ 1 de reajuste sobre o salário mínimo aumentará as despesas públicas em R$ 289,6 milhões no próximo ano. O aumento de um ponto percentual terá impacto de R$ 1,796 bilhão sobre o Orçamento de 2012. Com o reajuste de R$ 545 para R$ 622,73, o mínimo subirá R$ 77,73 ou 14,26%, o que permite a estimativa do impacto do novo salário.

A proposta original de R$ 619,21 para o salário mínimo resultaria em aumento de R$ 21,5 bilhões a R$ 24,5 bilhões nos gastos públicos. Com o novo mínimo, esses valores ficarão entre R$ 22,5 bilhões e R$ 25,6 bilhões.

O reajuste do mínimo pressiona as despesas públicas porque boa parte dos benefícios previdenciários e sociais é atrelada ao mínimo. Além de grande parte das aposentadorias e pensões, o seguro desemprego, o abono salarial e os benefícios da Lei Orgânica de Assistência Social equivale a um salário mínimo.
A nova proposta de reajuste foi enviada ontem (21) ao Congresso Nacional pelo Ministério do Planejamento. O projeto original do Orçamento de 2012 previa que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) fecharia 2011 em 5,7%. Com a atualização que elevou a inflação para 6,3%, também haverá a elevação do reajuste do salário mínimo, que era 13,62% para 14,26% em relação ao atual valor que é R$ 545,00.

Conforme lei aprovada no início do ano, o salário mínimo será reajustado, até 2014, pelo INPC do ano anterior mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores.

Fonte: Agência Brasil

PENSAMENTO DA TERÇA-FEIRA

Quando eu era jovem, pensava que o dinheiro era a coisa mais importante do mundo. Hoje, tenho certeza.
Oscar Wilde

NO AMAZONAS E OUTROS ESTADOS, SEM JULGAMENTO, 10% DOS PROCESSOS CONTRA JUIZES PRESCREVEM

Foto: Andre Dusek / AE

Felipe Recondo, O Estado de S.Paulo

O processo administrativo aberto contra um magistrado do Maranhão por trabalho escravo está parado desde 2007. Em Minas, uma representação contra um juiz, suspeito de morosidade, arrasta-se desde 2005. No Tribunal de Justiça do Amazonas, 10% dos processos foram abertos há pelo menos quatro anos. Esses casos podem estar prescritos e mostram como funcionam as corregedorias de alguns tribunais.
Órgãos que deveriam processar e punir juízes acusados de irregularidades retardam as investigações e contribuem para a impunidade.
Quando decidiu divulgar que as corregedorias locais têm 1.085 investigações contra magistrados em andamento, o presidente do Conselho Nacional de Justiça, Cezar Peluso (foto acima), queria mostrar que os tribunais de Justiça fazem seu papel e que a Corregedoria Nacional de Justiça, comandada pela ministra Eliana Calmon, não precisaria intervir com frequência para coibir irregularidades.
Mas uma radiografia nos números mostrou que a intervenção da corregedoria nos tribunais, em muitos casos, tem razão de ser. Como são leves as punições administrativas para magistrados, o prazo de prescrição é curto - de seis meses a cinco anos.
A demora no julgamento desses processos, portanto, beneficia juízes responsáveis por diversas irregularidades, como morosidade e parcialidade no julgamento dos processos, passando por emissão seguida de cheques sem fundo, denúncias de trabalho escravo e atropelamento.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

FRASE DA SEGUNDA-FEIRA

Se aparecer um fazio dentro de você, vá comer, você está com fome

PRECONCEITO BRUTAL

Crônica
Liége Farias é cronista literária
Cidade de Manaus, anos 70, 300.000 mil habitantes, uma cidadezinha onde todos se conheciam.
Na Avenida Eduardo Ribeiro, subia-se e descia-se glamourosamente, numa Manaus pacata e sossegada.O chique era ir passar as férias no Rio de Janeiro, o mar, o sol de Ipanema, pegar sol não era malígno, o sucesso do Maracanã. A moçada Vip adorava o Cine-Odeon,existiam também o Cine Avenida,o Cine Guarany e o Polytheama. A garotada amava também os Beatles, Rolling Stones, Roberto Carlos e Erasmo.
A Faculdade de Medicina recém inaugurada, vinham muitos rapazes do Sudeste e do Sul como estudantes excedentes e as garotas eram loucas para namorar um deles.
Mônika, amazonense filha de espanhola, possuía uma beleza incrível, uma européia da selva, lourinha, olhos azulzinhos, alta, linda de morrer! Salpicava sensualidade para todos os lados. Sua beleza era uma unanimidade, pena que o dramaturgo Nelson Rodrigues dizia que toda unanimidade é burra. Monkinha arrebentava em matéria de beleza e todos os rapazes queriam namorar com a bonitona do pedaço. O assédio era geral, sua cabecinha estremecia confusa, a rapaziada perdia as rédeas quando Mônica passava.
Monkinha tinha muitos homens aos seus pés. A gente não entende certas coisas da vida,com toda aquela beleza esbanjando, apaixonou-se por um acadêmico de medicina amazonense, feio, gordo e bem mais baixo que ela. Todos, os mais íntimos, diziam que ela era muito bonita pra ele. Na cara dela! Ela estava totalmente apaixonada pelo o que nós chamamos de batoré.As amigas diziam: "- Sua doida,esse homem é muito feio, sai dessa!"
Estava cega de paixão. E casou-se!Casou-se com o seu Deus Grego.
Tiveram três filhas. Duas com olhos azuis.
Monkinha estudou em colégio de freira, era e é extremamente católica, muito religiosa, estava feliz com suas filhas, enfim , tinha constituído uma bela família. Nunca foi retrógrada, entretanto, para ela o casamento era indissolúvel, o matrimônio, uma benção de Deus.
Alguns anos passados, ela ainda muita bonita,frequentadora assídua de academia, corpo malhado e..começaram os problemas. Descobriu que o marido tinha uma amante, uma mulher casada.Veio a separação, depois de uma violenta briga, foi tanta violência que foi irreversível : tudo acabado!
Como era ainda jovem e bonita lutou com um tempestuoso preconceito. O preconceito de ser uma mulher separada e jovem.Convites para reuniões socias não haviam mais. Ela representava um perigo para os homens casados, as mulheres inseguras e mal amadas, temiam a beleza e a sensualidade da Mônica. E a sociedade com seu ar hipócrita, lançava faícas venenosas que sangravam o coração da pobre mulher. Que gente cruel! Sociedade cínica! Sórdidas criaturas!
Não sei se ainda existe este tipo de preconceito nos dias de hoje, Monkinha disse-me uma vez chorando, que fui a única pessoa que a tratou sem discriminação nesta cidade.
Mônica está muito bem com a vida, viaja pelo mundo, o ex-marido morreu e sempre encontro-me com ela pra colocar o papo em dia.

LULA CHEGA AO HOSPITAL PARA NOVA ETAPA DE QUIMIOTERAPIA

G1 SP
De chapéu, Lula chega a hospital na manhã desta segunda-feira (Foto: Ayrton Vignola/AE)O ex-presidente Lula chegou ao Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, pouco antes das 8h30 para a segunda etapa da quimioterapia contra um câncer na laringe. Lula entrou no hospital acompanhado da mulher, Marisa Letícia, e não falou com a imprensa. O Hospital Sírio-Libanês, onde ele faz o tratamento desde que a doença foi diagnosticada, em 29 de outubro, não divulgou que procedimentos serão tomados e nem por quanto tempo Lula deverá permanecer internado.
saiba mais

Hugo Chávez diz que ele e Lula estão com visual 'coco pelado' Câncer de Lula ‘amplia debate’ sobre tratamento no SUS, diz ministro O exame que identificou um tumor maligno na laringe de Lula foi feito num sábado. Na segunda e terça-feira seguintes, o ex-presidente iniciou e concluiu a primeira fase da quimioterapia. Ele saiu do hospital com um cateter que controlou a liberação dos medicamentos por mais 120 horas.

Lula volta a hospital 21 dias após primeira sessão de quimioterapia (Foto: Reprodução/TV Globo)De acordo com a equipe médica do Sírio-Libanês, o tumor tem "nível de agressividade médio" e não deverá ser necessário fazer cirurgia. Ao todo, o ex-presidente passará por três rodadas de tratamento, contando com a que já foi concluída. O intervalo entre elas é de cerca de 21 dias. Uma radioterapia deverá ser feita num período entre três e quatro semanas após a última etapa da quimioterapia.
Nesta quarta-feira (16), o Instituto Lula divulgou imagens do ex-presidente tendo a cabeça e a barba raspadas pela sua esposa, Marisa Letícia. O presidente quis se antecipar à queda do cabelo, efeito da quimioterapia.

ABSURDO:ALUNO BRASILEIRO CUSTA MENOS QUE PRESIDIÁRIO

Enquanto o país investe mais de R$ 40 mil por ano em cada preso em um presídio federal, gasta uma média de R$ 15 mil anualmente com cada aluno do ensino superior — cerca de um terço do valor gasto com os detentos.
Já na comparação entre detentos de presídios estaduais, onde está a maior parte da população carcerária, e alunos do ensino médio (nível de ensino a cargo dos governos estaduais), a distância é ainda maior: são gastos, em média, R$ 21 mil por ano com cada preso — nove vezes mais do que o gasto por aluno no ensino médio por ano, R$ 2,3 mil.
Para pesquisadores tanto de segurança pública quanto de educação, o contraste de investimentos explicita dois problemas centrais na condução desses setores no país: o baixo valor investido na educação e a ineficiência do gasto com o sistema prisional.
Apenas considerando as matrículas atuais, o chamado investimento público direto por aluno no país deveria ser hoje, no mínimo, de 40% a 50% maior, aponta a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, que desenvolveu um cálculo, chamado custo aluno-qualidade, considerando gastos (de salário do magistério a equipamentos) para uma oferta de ensino de qualidade.
— Para garantir a realização de todas as metas do Plano Nacional de Educação que está tramitando no Congresso, seriam necessários R$ 327 bilhões por ano, o que dobra o investimento em educação — afirma Daniel Cara, coordenador da campanha.

Fonte; Alessandra Duarte

CHARGE DO CHICO CARUSO

domingo, 20 de novembro de 2011

NEM É TRANSFERIDO PARA O PRESÍDIO DE SEGURANÇA MÁXIMA DE MATO GROSSO DO SUL


Foto: Divulgação

Isabel Araújo, O Globo

O traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, acusado de chefiar o tráfico de drogas na Rocinha, foi transferido na manhã de sábado para o Presídio Federal de Segurança Máxima de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.
Um comboio de dez veículos com 40 policiais saiu da penitenciária de Bangu, na Zona Oeste, às 6h, em direção ao Aeroporto Santos Dumont, de onde partiu o avião que levou o grupo.
Além de Nem, também foram transferidos outros três bandidos: Anderson Rosa Mendonça, o Coelho, Valquir Garcia dos Santos, o Carré, e o ex-PM Flávio Melo dos Santos.
Os carros com policiais e presos chegaram às 6h45m ao aeroporto, onde estava o avião da Polícia Federal com um forte esquema de segurança. A imprensa só pode acompanhar a movimentação à distância.

QUEM VESTIRÁ NEIMAR?

Futebol

Está em curso uma disputa acirrada pelo direito de vestir o Santos até 2014. Depois da renovação de contrato com Neymar, o clube quer trocar de fornecedor esportivo, mas esbarra em uma cláusula do contrato com a Umbro, que vence no fim do ano.
Por ter direito de preferência na renovação, a Umbro terá acesso nos próximos dias às propostas enviadas pela Penalty e Nike. S e igualar o valor, o Santos será obrigado a renovar mesmo contra a vontade da diretoria.

Fonte: Lauro Jardim

PENSAMENTO DO DOMINGO

É tolice arrancar os cabelos por estar sofrendo, como se a dor diminuísse com a calvície.”
Cícero

PRA QUEM ESCREVO?

Carlos Costa é jornalista e escritor
Não sei para quem escrevo, não vejo pessoas as que acessam.  Em meu blog pessoal, com crônicas diversificadas, mas a maioria endereçada a pessoas da área de Serviço Social estou sendo lido em doze diferentes países: Brasil, Estados Unidos, Alemanha, Portugal, Russia, Angola, Reino Unido, Austrália, Espanha, Cingapura, Letônia, França e Malásia, pela ordem de acessos. Mas quem são essas quase 6 mil pessoas que acessam crônicas e livros técnicos que eu escrevo?  Crônicas e livros técnicos e científicos... se elas não se identificam? Há momentos que penso estar escrevendo para o vento que sopra diariamente em meu rosto, no total silêncio dos pensamentos que me atormentam sem me pedir licença para fazê-lo. Mas sei que não é bem assim e continuo escrevendo! Mas para quem eu escrevo? Não sei!

No Recanto das Letras, as 22 mil leituras em 249 diferentes textos, onde qualquer pessoa pode comentar, fiz amizades virtuais e interessantes com pessoas inteligentes, cultas, cordiais e sinceras, às quais passei a estimar pelo carinho, respeito e reconhecimento   que me demonstram: o Paulo Rego, o  revisor “chato” que, de chato não tem nada, pois é muito criterioso; Neôdo Ambrósio e Carlos Lopes, que estão republicando em seus blogs Samurai e Jequitibá e Mucreve e Gandavos, respectivamente, as crônicas em seus Estados; Dalva Linch, pelo primor com que aborda temas religiosos interessantíssimos; Sonia Biasus, que se desesperava,  achava que a orientadora lhe  cobrava, era muito exigente e chegou a pensar em desistir, mas conseguiu produzir um texto final à apresentação super gostoso de ser lido; Gilberto Dantas, advogado criminalista, com pés fincados no Amazonas pela sua origem, com pai político,  com os quais tenho contatos mais frequentes! “Maria Maria”, pseudônimo de Maria das Graças, que retirou frases de meu livro O HOMEM DA ROSA e passou a utilizá-las em sua apresentação...

Tantos outros também que me leem e comentam algumas de minhas crônicas. Por que tanto escrevo?

Será que a doença incurável em meu cérebro resultado de duas bactérias hospitalares adquiridas, está me fazendo escrever  assim, por não saber se amanhecerei vivo no dia seguinte, se acordarei de meu próximo sono? Será que isso é uma fuga de mim mesmo? Não; não acredito. Sinceramente, me questiono, mas não encontro uma resposta convincente!

Não  tenho paciência para leituras, perder horas procurando blogs, sites etc. Isso, só o faço quando preciso realizar pesquisas para produzir crônicas mais elaboradas. Hoje sei apenas que decidi viver intensamentre porque durmo, tomo remédios, durmo de novo e acordo no dia seguinte; ainda, mas não sei até quando. Compulsivamente escrevendo ou querendo escrever  nova crônica. Quando tenho uma idéia na cabeça, idealizo mentalmente  o texto,  e quando ponho para digitar meus pensamentos já organizados previamente,  as letras aparecem agradavelmente em meu computador e só paro quando  deixo o texto concluído. Enfim, por que e para quem escrevo tanto? De novo, respondo-lhes que não sei.

EXCESSO DE LOTAÇÃO EM PRESÍDIO OBRIGA JUSTIÇA A DECRETAR PRISÃO DOMICILIAR

Excesso de lotação: presos cumprem pena em casa
Na iminência de uma explosão demográfica na colônia penal de Porto Velho, as autoridades locais não vacilaram: abriram as portas da cadeia e mandaram presos para casa. Nos últimos três meses, 315 condenados, usando tornozeleiras eletrônicas, passaram a cumprir prisão domiciliar.
Não por merecimento, mas pela incapacidade de abrigar tanta gente num lugar insalubre e com risco de desabamento. 
Mas Rondônia, palco de rebeliões sangrentas que chocaram o país, não é exceção. No mês que vem, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) concluirá um diagnóstico inédito sobre a situação das cadeias do Brasil.
O trabalho, fruto de inspeções mensais iniciadas em janeiro por todos os promotores das varas de Execuções Penais, mostrará com números exatos e outros detalhes aquilo que o senso comum já desconfiava: as prisões estão superlotadas, como uma panela de pressão prestes a romper.
Em sete dos estados mais críticos do país, o excedente chega a quase 35 mil detentos. O sistema de vistorias mensais nos presídios brasileiros foi instituído pela Resolução 56/2010 do CNMP. As planilhas estaduais, à medida que são fechadas, revelam o tamanho do problema.

sábado, 19 de novembro de 2011

SARNEY FAZ PESQUISA PESSOAL COM DINHEIRO DO POVO


Ciente de que sua imagem nos últimos anos despencou ladeira abaixo, José Sarney resolveu se mexer. Contratou em julho uma consultoria, a carioca Prole, para fazer um diagnóstico e sugerir como agir para seu filme ficar menos queimado.
Entre as ideias propostas estava a criação de um site para recontar sua trajetória política e literária. O conteúdo é 100% chapa-branca — mas ninguém esperaria outra coisa. A reciclagem de um passado tão movimentado só esbarrou num detalhe: como é de praxe, Sarney não coçou o bolso.
Os 24?000 reais pagos pela pesquisa foram pendurados na conta do Senado — repetindo o que ocorreu em 2009, quando uma empresa recebeu 8?600 reais para organizar o acervo pessoal de livros e documentos de Sarney.
Ao usar dinheiro público para fins particulares, fica mais difícil ainda para Sarney conseguir ficar bem na foto.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

APOIADO POR PLANALTO, LUPI NEUTRALIZA COLEGAS


Ministério do Trabalho


Carlos Lupi, ministro do Trabalho
Foi no embalo da 'sinalização positiva' que obtivera da presidente Dilma Rousseff na véspera, que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, se sentiu fortalecido para desmontar a reunião ampliada da Executiva Nacional do PDT com as bancadas federais do partido no Congresso.

'O Lupi aguenta mais um pouco. Hoje ele está mais forte do que ontem, porque não cometeu erros na Comissão', avaliou ontem o senador Cristovam Buarque (PDT-DF), repetindo a avaliação de bastidor de uma liderança do PMDB. Ambos observaram que o dia de amanhã é incerto. Mas, se por um lado o ministro não tem mais o apoio fechado dos deputados e senadores pedetistas, por hora ele se sente 'calçado' pelo Palácio do Planalto, que mostra disposição de protelar o quanto puder sua sucessão.

Em jantar na noite de quarta-feira com senadores do PDT, Lupi falou sobre seu encontro com Dilma horas antes. Contou que a presidente foi explícita quanto ao desejo de que ele ficasse no governo e que teria lhe dito que aguardaria os esclarecimentos e não tomaria a iniciativa de demiti-lo.

Neste mesmo tom ele se reuniu com a cúpula do PDT na Câmara ontem cedo, ainda no ministério. Foi cerca de uma hora de conversa antes do depoimento no Senado, da qual participaram o presidente em exercício do partido, deputado André Figueiredo (CE), além dos deputados Brizola Neto (RJ), Vieira da Cunha (RS) e Paulo Pereira da Silva (SP) - o Paulinho da Força.

Lupi antecipou a estratégia de buscar serenidade e evitar os arroubos que lhe prejudicaram na fala à Câmara. Brizola Neto foi o único que se queixou de o partido não ter se reunido mais, desde que surgiram fatos novos nas denúncias contra Lupi.

O deputado (Brizola Neto)  admitiu que o ministro não esclareceu as denúncias do uso do avião providenciado por uma ONG que tem contratos com o ministério. Mas ficou sozinho na tese de que o partido deveria se reunir.

'Temos a convicção de que cabe à presidente Dilma dizer até quando precisa do ministro', disse André Figueiredo, que na véspera aconselhara Lupi a deixar o cargo. 'Se ele já disse que não sai, reunião para continuar tudo como está não precisamos fazer', concordou o senador Cristovam Buarque.


Bastidores: Christiane Samarco / estadao.com.br


quinta-feira, 17 de novembro de 2011

LUPI ADMITE VIAGEM EM AVIÃO, MAS NEGA TER MENTIDO


Ministério do Trabalho



Ministro do Trabalho, Carlos Lupi

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, participa na manhã desta quinta-feira, 17, da audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, na qual presta novas explicações sobre as denúncias de corrupção e tráfico de influência contra ele.

Com uma postura contida, em contraste com o estilo irônico nas manifestações anteriores, Lupi admitiu ter viajado em um avião contratado pelo presidente da entidade Pró-Cerrado, Adair Meira. Enfatizou, porém, que não mentiu na Câmara, quando disse não ter contato Adair Meira,cuja ONG tem contratos milionários com o Ministério do Trabalho.

“Nunca neguei que o conheço, não disse isso”, afirmou Lupi, que afirma ter sido mal interpretado. “O que me foi perguntado foi sobre a relação pessoal com Adair“, disse.

O ministro admitiu ter viajado no avião King Air, durante uma agenda no Maranhão, em 2009, mas diz que a questão é saber quem pagou pelo aluguel da aeronave. “Meu erro pode não ter sido checar com a devida apuração que devia. O senhor, que a revista acusa de ter pago a aeronave, disse que não pagou, publicamente. Quero saber do que estou sendo acusado”, disse.

Vídeo revelado nessa terça-feira, 15, pelo site da revista Veja, mostra o ministro com Adair, durante viagem oficial ao Maranhão, em dezembro de 2009. “Eu viajei com o ministro num trecho, isso eu confirmo”, afirmou Meira em entrevista ao Estado.

O colega de partido do ministro, o senador Pedro Taques (PDT-MT), defendeu o afastamento de Lupi do cargo. “Com toda lealdade, entendo que o PDT deve se afastar do ministério porque nesse momento não detém mais a confiança para permanecer”, afirmou.

Fonte: Agência Estado / estadao.com.br

terça-feira, 15 de novembro de 2011

LULA GRAVA PROGRAMA PRO PT EM CASA

 



O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva gravou, de sua casa, uma participação no programa partidário do PT que vai ao ar no início de dezembro. A propaganda está sob a batuta do publicitário João Santana, o marqueteiro da última campanha de Lula e de sua sucessora, a presidente Dilma Rousseff. A gravação foi feita na última sexta-feira em seu apartamento de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, onde Lula repousa devido a seu tratamento contra um câncer na laringe, descoberto no dia 30 de outubro.
Com a doença de Lula, os petistas chegaram a acreditar que o ex-presidente não fosse participar do programa político, mas ele decidiu fazer a gravação.
Por causa do câncer, Lula chegou a adiar toda a sua agenda internacional até o final de janeiro. Na semana passada, chegou a despachar no Instituto Lula, mas passou a maior parte do tempo em casa, sentindo os efeitos dos cinco dias de quimioterapia recebida na semana anterior.
Na quinta-feira à noite, recebeu a visita da presidente Dilma Rousseff e, na quarta-feira, pode deixar sua casa para participar de um evento na Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), organizado em parceria com o instituto do petista e reunindo empresários e políticos.
Sua presença, no entanto, só será confirmada na própria quarta-feira.

Fonte: O Globo

MINISTRA REAFIRMA QUE HÁ BANDIDOS DE TOGA

Política

A corregedora nacional de Justiça, a ministra Eliana Calmon, reafirmou na noite de segunda-feira que há, na magistratura brasileira, "bandidos de toga" e que sua declaração polêmica não foi contestada pelos corregedores de Justiça do país, responsáveis por investigar juízes de primeira instância.
Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, a ministra afirmou ainda que o problema da magistratura não está na primeira instância, mas nos tribunais.
- Os juízes de primeiro grau tem a corregedoria. Mesmo ineficientes, as corregedorias tem alguém que está lá para perguntar, para questionar. E existem muitas corregedorias que funcionam muito bem. Dos membros dos tribunais, nada passa pela corregedoria. Os desembargadores não são investigados pela corregedoria. São os próprios magistrados, que sentam ao lado dele, que vão investigar - criticou a ministra.
Eliana Calmon defendeu a atuação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), cuja capacidade de investigar e punir magistrados está sendo questionada pela Associação dos Magistrados do Brasil (AMB) no Supremo Tribunal Federal.
- O CNJ, na medida que também é órgão censor, começa a investigar comportamentos. Isso começa a desgostar a magistratura - disse a ministra.
Para Eliana, os maiores adversários do CNJ são as associações de classe, como a própria AMB:
- Não declaram, mas são contra. A AMB é a que tem maior resistência - disse ela, que concluiu: - De um modo geral, as associações defendem prerrogativas: vamos deixar a magistratura como sempre foi. São dois séculos assim.
Sobre a falta de punição aos magistrados, embora existam centenas de denúncias, a ministra respondeu:
- Vou colocar de outra maneira: o senhor conhece algum colarinho branco preso?
A ministra explicou a circunstância da declaração sobre os "bandidos de toga" e minimizou a gravidade da acusação:
- Eu sei que é uma minoria. A grande maioria da magistratura brasileira é de juiz correto, decente, trabalhador. A ideia que se deu é que eu tinha generalizado. Eu não generalizei. Quando eu falei "bandidos de toga" eu quis dizer que alguns magistrados se valem da toga para cometer deslizes - disse ela, que defendeu sua posição: - Os corregedores reconhecem que aquilo que eu disse é o que existe.

Tatiana Farah, O Globo

CHARGE DO CHICO CARUSO

FRASE DA QUARTA-FEIRA

Justo mesmo é o sutiã: oprime os grandes, levanta os caídos, protege e disfarça os pequenos.”

RESSACA

Poema


Um gosto de uisque,
Um gosto de você;
No gosto do uisque,
O gosto de você.

Um gosto carinhoso,
De uma transa sentida;
Um gosto gostoso
De você, querida!

Uma saudade estranha
D'uma noite maldormida,
D'uma extensa madrugada.
Nessa saudade malvada,
Você está inserida

Nossa noitada acabou,
E ainda me zoam, lá dentro,
Sons que ontem curtimos,
Ruidos que emitimos,
Em nosso encontro sedento.
Foi tanto o meu desejo
Que, após tanto traquejo,
Guardo-na boca-o beijo
De quando nos despedimos.


Genézio Mendes é poeta paraibano, autor do
O Amor em Três Tempos

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

PENSAMENTO DA SEGUNDA-FEIRA

A coisa mais cruel que alguém pode fazer é permitir que alguém se apaixone por você quando você não pretende fazer o mesmo. Mário Quintana

ÔNIBUS DA TEMA ESTACIONA EM LOCAL PROIBIDO E DIFICULTA ACESSO DE PEDESTRES

Moradores da rua 5 de Setembro, bairro de São Raimundo, zona Oeste de Manaus, denunciam a Manaustrans que a empresa de transporte Tema, todos os dias e o dia todo, estaciona o veículo de placa JXN,5505, número de ordem, 0304250, que faz transporte pro distrito industrial durante a noite perto de uma lixeira, dificultando a coleta de lixo e o direito de ir e vir das pessoas do bairro, causando transtorno no trânsito no horário de pico, chegando a congestionar a área da rua 5 de  Setembro, nas imediações do SPA de Raimundo, em frente a uma banca de revista. Caso não seja resolvido o problema, a população vai fazer um abaixo-assinado para entregar ao prefeito Amazonino Mendes.

domingo, 13 de novembro de 2011

FRASE DO DOMINGO

Devo tanto que se eu chamar minha mulher de "Meu Bem" o banco toma!

ACONTECIMENTO SOCIAL NO PALÁCIO AÉREO, NA RUA PARAIBA, ADRIANÓPOLIS, POR OCASIÃO DO ANIVERSARIO DE YARA QUEIROZ, FUNCIONÁRIA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO AMAZONAS

Marcelino Ribeiro e Carlos Costa 
 O poeta Jorge Tufic, jornalista
 Carlos e  Suzan Jones Ribeiro

O poeta Jorge Tufic, autor do hino do Amazonas,
 o jornalista Costa e Marcelino Ribeiro

Marcelino Ribeiro e o poeta Jorge Tufic,
 que já publicou mais de 50 livros em verso e prosa

Marcelino Ribeiro e o poeta Jorge Tufic, membro
 da Academia Amazonense de Letras
Suzan Jones, Yara Queiroz, Isabele, Amilcar e Karine

Yara Queiroz e Marli


OS POETAS E EU



Carlos Costa é jornalista e escritor

Os recebi à porta: os poetas Jorge Tufic, que trouxe alguns de seus mais de 50 livros publicados e os presenteou com um boquê rosas a minha esposa, e Marcelino Ribeiro, esse um misto de poeta, versejador, cronista, violonista, cantor de afinada voz e blogueiro. Era o aniversário de minha esposa Yara Queiroz.
O JT, com títulos de cidadão de vários Estados, concedidos pelas Assembléias Legislativas, sempre passando levando um lanço aos olhos e ao seu famoso bigode, sentamos à varanda do apartamento onde moro em Manaus.
Enquanto o Marcelino Ribeiro fazia sua apresentação em versos, o cidadão do Brasil, JT, falava sobre os poetas Raul Bopp, Augusto dos Anjos e vários outros, com humildade e simplicidade, mas com a propriedade de um intelctual nos seus mais de 80 anos.
O poeta e repentista da Paraíba, Marcelino Ribeiro pediu silêncio e mostrou um outro lado de sua intelectualidade que a todos era desconhecida: o de exímio tocador de violão, banjo e cantor também. Mas era preciso silêncio para ouví-lo!
E a festa de aniversário de minha esposa prosseguia!
Na varanda do “palacete aéreo” como definiu o poeta JT, continuava o garçon servindo bebidas a todos e água para mim. Cheguei a sorrir com algumas engraçadas apresentações em versos que Marcelino Ribeiro fazia, para quem entrasse no apartamento. E o grupo estava formado.
- Olha, ele ri – falou pra mim Suzan Jones a esposa de Marcelino Ribeiro, acrescentando “é um milagre de Deus ele ainda estar vivo”. E é mesmo! Vivo de teimoso só porque DEUS quer que eu viva um pouco mais com duas bactérias incuráveis em minha cabeça e sempre baixando a  hospitais para a drenar pús que se cria entre o cérebro e o crânio, que me foi arrancado dois lados “para evitar uma infecção generalizada”, falaram os médicos.
Tudo bem, se é para eu viver um pouco mais pela vontade de DEUS, e a ajuda da medicina, viverei!...