quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

EM MANAUS: HOMEM VAI AO SHOPPING E SE JOGA DO 18º ANDAR

Blog do Holanda

Homem vai  ao shopping  e se joga do 18º andar
Luciano Vidal de Oliveira, de 35 anos, se atirou do 18º andar do Millennium Shopping  em Manaus na manhã desta quinta-feira. O shopping, localizado entre as avenidas Constantino Nery e Djalma Batista, em Flores,  tem uma rede de escritórios em três  torres.  Ele havia comparecido para um consulta e estava com quadro depressivo depois que o  seu plano de saúde   não autorizou o uso de kit plasma rico em plaquetas. Ele tinha um problema na tibia . A cirurgia serviria para correção do alongamento ósseo.
O corpo foi recolhido pelo Samu. A direção do Shopping não quis se manifestar sobre o incidente. 
Fonte: blog do holanda


PENSAMENTO DA QUINTA-FEIRA

Dilma é uma presidente morde-assopra: baixou a tarifa da energia e aumentou a gasolina. Acendeu a luz e apagou o  farol dos carros

STF VIRA ALVO DE CRÍTICAS EM ATO DE APOIO A ZÉ DIRCEU NO RIO DE JANEIRO

O Globo
Presente ao evento promovido pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) em defesa do ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, o ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato chorou na primeira fila do auditório da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) ao ser lembrado pelo jornalista Raimundo Pereira, para quem o Mensalão "não existiu" e a Ação Penal 470 foi um "julgamento medieval".
Pizzolato foi lembrado por Pereira como um injustiçado. O ex-diretor de marketing do BB foi condenado a 12 anos e sete meses de reclusão, acusado de desviar verbas públicas para o esquema.
Ele também foi defendido pela esposa, Andréa Haais. "Estamos sofrendo. A nossa família foi aniquilada, foi destruída", afirmou. "O Pizzolato nunca teve cargo no PT. Nós somos os pangarés, aqueles que ajudaram a eleger o Lula [o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva]", acrescentou.

"A ELITE DOS NOSSOS PAÍSES NÃO GOSTA DE NÓS," DIZ LULA EM CUBA"

Alexandre Haubrich, Brasil247
“Eu não reclamo, porque, no Brasil, a imprensa gosta muito de mim, só fala bem de mim... nasci assim, sou assim e vou morrer assim, irritando eles”. Foi nesse tom descontraído que o ex-presidente Lula discursou durante o encerramento da Terceira Conferência Internacional pelo Equilíbrio do Mundo, no Palácio de Convenções de Havana, nesta quarta-feira.

“A gente muitas vezes fica reclamando da imprensa. Ficamos reclamando e não fazemos o que está ao nosso alcance", disse. "Com a internet, se tivéssemos uma unidade na América Latina, com nossos blogs, Twitter, Facebook, faríamos uma revolução na comunicação, e não precisaríamos mais pedir que publicassem o que queríamos”, completou.
Lula destacou ainda que os "ataques midiáticos" não acontecem apenas no Brasil, mas em todos os países com governos progressistas na América Latina: “A elite dos nossos países não gosta de nós, não é pelos erros que cometemos, é pelos acertos que cometemos”, disse.

Lula se encontra com Fidel Castro em Cuba Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula

ADVOGADO DO PROPRIETÁRIO DA BOATE KISS ADMITE USO DE ESPUMA INFLAMÁVEL

O Globo
Jader Marques, o advogado de Elissandro Spohr, o Kiko, um dos donos da boate Kiss, admitiu ontem que foi usada espuma — material que entrou em combustão durante o incêndio da madrugada do último domingo — em reforma que serviu para aumentar o isolamento acústico da casa de espetáculos.
A policia investiga o uso irregular de produto inflamável no revestimento utilizado para cumprir exigências feitas pelo Ministério Público para reduzir o barulho, depois de diversas reclamações de vizinhos. O advogado sustenta que a colocação da espuma no teto da boate foi feita por orientação de um engenheiro e de uma empresa especializada.
O advogado adotou o ataque como estratégia de defesa de seu cliente. O defensor convocou uma entrevista coletiva para rebater as acusações que têm sido feitas pela polícia e pelo Ministério Público, e criticou duramente a atuação dos bombeiros no resgate, classificada por ele como “desastrosa”.


quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

O CHARME E A BELEZA DOS BONDES ELÉTRICOS EM MANAUS!

Carlos Costa é jornalista,
Assistente Social e escritor

As mais de 171 mil pessoas de Manaus, já circulavam preguiçosamente em bondes elétricos pelas ruas de paralelepípedos da capital, no governo de Fileto Pires Ferreira. Depois do Município de Campos, no RJ, Manaus foi a segunda cidade do Brasil a possuir esse meio de transporte impulsionado por energia elétrica. Era uma novidade e também gostoso e divertido se correr atrás dos bondes para se entrar neles em pleno movimento, como eu fiz muitas vezes nos ônibus da empresa Ana Cássia, quando deixava minha casa no bairro da Betânia, pela madrugada para vender jornais, andando à pé pelas ruas, calçando minhas sandálias havaianas desgastadas pelo tempo de uso! Ah, que saudades!

O Amazonas estava no auge de sua produção da borracha e as principais ruas da capital eram calçadas com paralelepípedos revelado em seus trilhos expostos o que tinha sido a riqueza da borracha, como veias de sangue que impulsionavam o corpo da cidade, meio ao calçamento de pedras, bem diferente dos tubos de gás enterrados embaixo da terra, durante o Governo de Eduardo Braga, que até hoje não serviram para nada, muito menos para receber o gás provindo da reserva de Urucum, no município de Coari!

Homens de vestidos com paletós de linho branco e chapéu coco na cabeça, se dirigiam ao cais do porto da cidade para despachar suas borrachas ou receber algum parente vindo de navio “da Europa”. Depois, entravam e namoravam dentro dos bondes, que deslizavam preguiçosamente pelas ruas da cidade. Às vezes, se corria para pegar o bonde de tão lento que ele andava! 

Os ingleses dominavam a economia do Estado e construíram uma “cidade” ao gosto deles para executar melhor a “escravização” dos nordestinos (in “A ILUSÃO DO FAUSTO”/”O CAMINHO NÃO PERCORRIDO”/ “EXPRESSÃO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL NO MÉDIO JURUÁ – AMAZONAS”), ocupavam imensas bangalôs à margem dos Rios Negro , Solimões e no vale do Rio Juruá. 

Dessa charmosa época, nada ficou preservado no Amazonas. Dessa mesma época existem alguns prédios tombados pelo IPHAM – Instituto de Patrimônio Histórico e Geográfico do Amazonas, mas já estão tombando literalmente pela total falta de manutenção preventiva e incentivo financeiro para que seus proprietários os recuperem; uma biblioteca pública estadual que está sendo “restaurada” há vários anos e só um bonde do acervo da Secretaria de Estado da Cultura, mas que serviu de decoração em um evento particular.

O bonde não funciona mais. Só existe o esqueleto do que teria sido um bonde de verdade. As catraias também desapareceram com o aterramento dos igarapés e a construção de Pontes ligando bairro a bairro. 

Historicamente falando, o bonde surgiu quando Eduardo Ribeiro ainda ocupava o cargo de Governador do Amazonas e o engenheiro Frank Hirst Habberwhite venceu a licitação para construir 20 km de linhas, dando origem a Manaus Railway Compeny, que iniciou a instalação das linhas na cidade as quais ficaram expostas até finais dos anos, desde o dia 14 de agosto de 1895 até o início da década de 70, quando foram impiedosamente arrancados os trilhos, junto com os paralelepípedos e as ruas antigas passaram a para receber o asfalto negro, da cor da noite, acabando com o bucolismo romântico da cidade! Poucas ruas do centro histórico de Manaus, atualmente abandonado pelo descaso, permanecem com seus originais paralelepípedos. 

Recentemente, Manaus foi toda escavada e esburacada para receber os canos de o gás encanado de Urucum, mas nunca chegou a funcionar esse serviço. Até uma Companhia Amazonense de Gás chegou a ser criada, mas também não deu em nada. A culpa não afirmo de quem seja, porque pode haver um ou vários culpados juntos, um jogado a culpa para o outro, como sempre ocorre no Brasil!

Trilhos de bondes permaneceram cravados no coração das pedras como se fosse um aviso para ao futuro em todas as principais ruas da cidade por onde os bondes trafegavam e corriam de maneira preguiçosa e lenta em meio às palmeiras imperiais que enfeitavam a Praça da Matriz; por toda a extensão da Avenida 7 de Setembro, que corta Manaus de uma ponta a outra; Avenida Getúlio Vargas, também muito arborizada e ainda permanece assim, felizmente 

A Rua 10 de Julho ganhou uma linha de bonde só para que as famílias pudessem se dirigir aos espetáculos promovidos no Teatro Amazonas. A Rua 10 de Julho entrecortava a Avenida Getúlio Vargas com seus trilhos de bondes e subia a Avenida Joaquim Nabuco. Tudo isso, o tempo levou, só restando em meu coração de sonhador a lembrança e uma grande saudade. Nessa época, todas as várias Ruas de Manaus cortavam a Avenida Getúlio Vargas, mas depois foram fechadas por um prefeito, gerando protestos exasperados nos jornais de Manaus.

A Rua 10 de julho, que passa ao lado do Teatro Amazonas, em homenagem ao dia da abolição dos escravos no Estado pelo Governador Teodoreto Souto três anos antes da assinatura da Lei Áurea, pela princesa Izabel, era toda recoberta de látex para não produzir ruídos pelas rodas das carruagens e depois dos bondes elétricos, que também circulavam por aquele rua.

Manaus era assim: preguiçosa, bucólica, linda em contraste com os quase dois milhões de pessoas que invadiram e criaram novos bairros, passaram a jogar lixo nas ruas e hoje reclamam quando chove transborda as águas, entope bueiros, alaga ruas, porque embora a nossa capital não possua morro, existem muitos igarapés que a cortam a cidade, o que causa alagações. Mas as águas não conseguem escorrer devido as obstruções que encontram pelo caminho!

MULHER ARRANCA PÊNIS DO MARIDO COM UMA MORDIDA POR CAUSA DE VALE-REFEIÇÃO


O zimbabuano Brain Shumba, de 32 anos, que mora na cidade de Gweru, foi hospitalizado depois que uma prostituta mordeu e arrancou seu pênis com uma mordida. 

A mulher teria mordido e arrancado o pênis do cliente porque ele disse que pagaria pelo programa outro dia caso ela não aceitasse receber o pagamento em vale-refeição.
Reprodução / Internet

GÁS PRODUZIDO NA BOATE KISS É O MESMO USADO POR NAZISTAS

LAURA CAPRIGLIONE


Um pedido de doação de medicamento, feito pela diretora de enfermagem do Hospital Universitário de Santa Maria, Soeli Terezinha Guerra, 50, ajudou a esclarecer a natureza dos sofrimentos impostos aos jovens feridos e mortos no incêndio da boate Kiss.

Hidroxocobalamina é o nome do medicamento solicitado. Serve para combater a intoxicação causada pelo gás cianeto, o mesmo usado nas câmaras de gás nazistas, durante a Segunda Guerra Mundial.
Era o princípio ativo do tristemente famoso Zyklon B dos campos de extermínio.
Segundo o pesquisador Anthony Wong, diretor médico do Ceatox (Centro de Assistência Toxicológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP) trata-se de um dos venenos mais letais, por sua capacidade de paralisar os mecanismos de produção de energia das células, matando-as.
Pois o cianeto apareceu junto com a fuligem e o monóxido de carbono dentro da Kiss, como consequência da combustão dos materiais usados no revestimento acústico.
"Não tem cheiro nem cor e é capaz de matar em um prazo curtíssimo, de quatro a cinco minutos", explica Wong.

PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA REMETE ACUSAÇÃO CONTRA LULA AO MINISTÉRIO PÚBLICO

Estadão
O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou nesta terça que poderá remeter ainda nesta semana para o Ministério Público que atua na Justiça de Primeira Instância as acusações do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
"Acredito que isso será feito nos próximos dias", afirmou. "Estou apenas concluindo a análise para que possa efetivamente verificar se não há qualquer pessoa com prerrogativa de foro envolvida e, em não havendo, como o ex-presidente já não detém essa prerrogativa de foro, a hipótese será de envio à Procuradoria da República em primeiro grau", disse.
No Brasil, autoridades têm direito à prerrogativa de foro e somente podem ser denunciadas pelo procurador-geral e julgadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).




SOBE PARA 235 NÚMERO DE MORTOS POR INCÊNDIO DA BOATE KISS

O Globo
O número de mortos por um incêndio em uma boate de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, subiu para 235, após a confirmação da morte de um jovem que estava internado em Porto Alegre.
O rapaz de 21 anos morreu "devido à gravidade dos ferimentos sofridos no incêndio na casa noturna Kiss", informou a Secretaria Estadual da Saúde.
A secretaria afirmou que 121 pessoas permanecem internadas em hospitais do Estado por causa da tragédia, sendo que 83 estão em estado grave.

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

POLÍCIA PRENDE 4 E JUIZ BLOQUEIA BENS DOS DONOS DA BOATE KISS

Estadão
Um dia após a tragédia que matou 231 pessoas e feriu 129 em Santa Maria (RS), quatro pessoas foram presas: dois sócios da boate Kiss e dois integrantes da banda que se apresentava no momento do incêndio. Três deles - o empresário Elissandro Spohr, o vocalista Marcelo de Jesus dos Santos e o carregador de instrumentos Luciano Bonilha - haviam saído da cidade, por medo de serem linchados, e foram detidos de manhã.
O outro sócio da boate, Mauro Londero Hoffmann (foto abaixo), se apresentou à polícia à tarde e também foi preso. Spohr estava em Cruz Alta, a 132 km de Santa Maria. Santos e Bonilha foram encontrados em Malta, a 80 km.
Bonilha é acusado de acender o "sputnik", fogo de artifício que solta faíscas brilhantes e deu início ao fogo. À polícia, no entanto, ele não admitiu tê-lo acionado. "O que temos de concreto é que o sinalizador foi usado e as portas não deram vazão à saída das pessoas", disse o delegado Marcelo Arigony.
Segundo ele, a prisão temporária das quatro pessoas contribuirá para a investigação. Os sócios da boate são acusados de não apresentar imagens das câmeras de segurança nem registros do caixa, que poderiam configurar a superlotação na casa - com capacidade para mil pessoas, a polícia estima que a Kiss abrigava 1,5 mil na hora do incêndio.
Já os músicos foram detidos por terem saído da cidade. "Se eles forem os responsáveis, serão punidos. Foram presos para investigação", afirmou.

JUÍZA REJEITA AÇÃO CONTRA CACHÊ DE R$ 650 MIL PAGOS A IVETE SANGALO NO CEARÁ

Lauriberto Braga, Estadão
A juiza da 8ª Vara Federal no Ceará. Elise Avesque Frota, negou nesta segunda-feira, 28, o pedido feito pelo procurador da República Oscar Costa Filho, em ação civil pública, para que o governador Cid Gomes (PSB) ressarcisse o pagamento de R$ 650 mil de cachê do show que a cantora baiana Ivete Sangalo fez na inauguração do Hospital Regional Norte, em Sobral, a 240 quilômetros, no último dia 18.
A juíza entendeu que o julgamento da ação não é de competência da Justiça Federal, por não envolver recursos da União. Como a Procuradoria Geral do Estado informou que os R$ 650 mil foram pagos usando recursos do Tesouro Estadual, a magistrada disse que a competência para julgar ação seria da Justiça Estadual e encaminhou a ação ao Tribunal de Justiça do Estado.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

PAPA BENTO XVI SE DIZ CONSTERNADO COM INCÊNDIO DE SANTA MARIA

Pontífice enviou pêsames e palavras de conforto às famílias de vítimas.
Do G1, em São Paulo
O Papa Bento XVI declarou-se nesta segunda-feira (28) "consternado" pelo incêndio que matou 231 pessoas em Santa Maria (RS), compartilhou "a dor" de todos os atingidos e orou para pedir confortou aos feridos.
Em um telegrama de pêsames enviado em nome do pontífice pelo secretário de Estado, cardeal Tarcisio Bertone, ao arcebispo da cidade de Santa Maria, monsenhor Hélio Adelar Rubert, Bento XVI manifestou sua 'participação na dor' dos familiares, segundo o Vaticano.
"Consternado pela trágica morte de centenas de jovens em um incêndio em Santa Maria, o Sumo Pontífice pede que sejam transmitidos aos familiares das vítimas seus pêsames e participação na dor de todos os atingidos", afirma o texto divulgado pelo gabinete de imprensa do Vaticano.

"Confio a Deus Pai Misericordioso os falecidos e peço ao Céu conforto e melhoras para os feridos", escreveu.

ELEIÇÃO DE SUSPEITOS . Ricardo Noblat

Nunca antes na história do Congresso a eleição para presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados reuniu num mesmo ano candidatos tão descaradamente suspeitos de corrupção – no caso, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).
Uma vez eleitos, o mais comum é que os ocupantes dos dois cargos acabem acusados por crimes menores. Do tipo o emprego de parentes.

Houve uma exceção recente: Severino Cavalcanti (PP-PE), conhecido na época como o Rei do Baixo Clero, renunciou à presidência da Câmara porque se tornou público em 2005 que recebera um mensalinho de R$ 10 mil pago por um concessionário de restaurantes.
Baixo Clero era a turma dos políticos fisiológicos dedicados a extrair vantagens financeiras do mandato.
A turma cresceu tanto que a denominação perdeu o sentido.
O Senado, que não tinha Baixo Clero, hoje tem. Algum culpado em especial?
Bem, José Sarney estava destinado a passar à história como o presidente da redemocratização do país.
Goste-se ou não dele, Sarney contribuiu para remover o entulho autoritário deixado por 21 anos de ditadura e alargou o quanto pôde os limites da liberdade.
Não importa que assim tenha procedido mais por fraqueza do que por força. Poderia ter atrapalhado se quisesse. Não quis.
Tinha direito a um mandato de seis anos, por exemplo. Tentaram subtrair-lhe dois anos. Cedeu um.
Agora, Sarney parece condenado a passar à história como o presidente da desmoralização do Senado. Ninguém presidiu tanto o Senado e influenciou tanto o seu destino nos últimos 17 anos como Sarney.
O primeiro mandato dele como presidente do Senado transcorreu entre 1995 e 1997.
Sarney fez seu sucessor – Antonio Carlos Magalhães, que presidiu o Senado por dois mandatos consecutivos. Renunciou ao segundo mandato para não ser cassado. Violara o sigilo dos votos durante uma sessão.
Sarney votou em Jáder Barbalho, ministro da Previdência Social do seu governo, para suceder Antonio Carlos.
Acusado de ligação com o desvio de dinheiro do Banco do Estado do Pará, Jáder acabou obrigado a renunciar ao mandato para escapar de ser cassado por quebra de decoro.
Edison Lobão, homem de confiança de Sarney, presidiu o Senado em seguida. E aí deu lugar novamente a Sarney entre 2003 e 2005.
Renan Calheiros comandou o Senado de 2005 a 2007 apoiado por Sarney. Não chegou a completar o mandato: renunciou à presidência para driblar o risco de perder o mandato de senador. Descobriu-se que o lobista de uma empreiteira pagava a pensão devida por Renan à mulher mãe de uma filha dele fora do casamento.
Renan tentou provar que tinha gado suficiente para justificar seu patrimônio. A Polícia Federal constatou que não.
Na última sexta-feira, o Procurador Geral da República denunciou Renan ao Supremo Tribunal Federal por uso de notas fiscais frias.
Por mais duas vezes, Sarney presidiu o Senado – de 2009 até hoje.
Renan está prontinho para sucedê-lo. Nada o ajudou mais para se eleger outra vez presidente do Senado do que a CPI do Cachoeira.
Ali, ele se empenhou em salvar a pele dos governadores Marconi Perillo (PSDB-GO) e Agnelo Queiroz (PT-DF), Fernando Cavendish, dono da construtora Delta, jornalistas e do próprio Cachoeira. E conseguiu.
A garantia da eleição de Renan para a presidência do Senado e a de Henrique para a presidência da Câmara repousa na identificação irretocável dos dois com a esmagadora maioria dos seus pares.

TRAGÉDIA DE SANTA MARIA: MP ESTUDA PEDIR PRISÃO DOS DONOS DA BOATE E INTEGRANTES DA BANDA

Adriana Irion, Zero Hora
O Ministério Público está analisando a possibilidade de pedir prisão dos donos da boate, de integrantes da banda Gurizada Fandangueira e de outros envolvidos no episódio. A promotora criminal de Santa Maria Waleska Flores Agostini está estudando desde o final da tarde deste domingo um possível pedido de prisão.
Os sócios da boate são Mauro Londero Hoffmann e Elissandro Callegaro Spohr. Um dos integrantes da banda teria usado uma espécie de sinalizador, que causou faíscas e dado início ao fogo. A banda também costuma se apresentar usando um efeito pirotécnico conhecido como sputnik. As duas situações são proibidas em locais fechados.

sábado, 26 de janeiro de 2013

PSB CONSIDERA QUE FALA DE DILMA LIBERA CANDIDATURA DE CAMPOS

Para líder do partido, presidente deixou claro que disputará a reeleição
Junia Gama, O Globo
O tom político adotado no pronunciamento da presidente Dilma Rousseff, em cadeia de rádio e TV na última quarta-feira, anunciando a redução da tarifa de energia elétrica e atacando adversários, deve levar o PSB a deflagrar o lançamento antecipado da pré-candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, à Presidência da República.
Segundo interlocutores do presidente do PSB, Campos “liberou” integrantes do partido para falar abertamente sobre o assunto, uma vez que considerou o discurso de Dilma uma afirmação pública de que irá disputar a reeleição.
— Nós vamos ter candidato à Presidência, estamos trabalhando para isso. O PSB está no governo, ajudando a presidente Dilma, mas somos um partido em crescimento e a possibilidade de o PSB ter um candidato à presidência é concreta e real. Já estamos conversando com outros partidos e vendo alianças para isso — afirmou o líder da legenda na Câmara, Beto Albuquerque (PSB-RS), considerado um porta-voz de Eduardo Campos.
— Precisamos de uma candidatura presidencial nova, com conteúdo, como a de Eduardo Campos. A presidente Dilma deixou claro nesse discurso que é candidata à reeleição, que quer um mandato de oito anos, então nós ficamos liberados para falar sobre isso também — explicou o líder.
Pessoas próximas ao governador afirmam que a leitura de Campos e de lideranças do partido sobre o discurso de Dilma foi de que a presidente “antecipou” a disputa eleitoral. Por esse motivo, o PSB chegou à conclusão de que era preciso reafirmar que o governador está no páreo para 2014.
— A leitura do governador e de várias lideranças do partido foi de que, se foi precipitado o debate, o nome do governador também deve ser mantido. Como as eleições são só em 2014, o nome dele não pode ser tirado da mesa — afirmou outro aliado de Campos.
Beto Albuquerque afirma que há um saturamento em relação à disputa entre petistas e tucanos e à aliança do PT com o PMDB. O deputado criticou ainda a postura do PT em relação ao Supremo Tribunal Federal (STF) em função das condenações no julgamento do mensalão, alegando que os problemas com a Corte são exclusivamente dos condenados no processo.
— Há um cansaço geral em conviver com essa dicotomia tucano-petista e com esse casamento PT-PMDB. E, para nós, não há crise com o STF, isso é problema jurídico de quem foi condenado. Temos uma agenda nacional que vamos tocar já nesse primeiro semestre. O Brasil precisa ter um orçamento aprovado, regulamentar o Fundo de Participação dos Estados (FPE) antes desses cinco meses que o ministro Ricardo Lewandowski deu, temos que nos debruçar sobre o assunto energia e sobre tudo o que seja pertinente à economia. Não é preciso ser expert para saber que a economia brasileira passa por uma real ameaça com a redução do crescimento — criticou o líder dos socialistas na Câmara.

PT DIZ QUE DILMA ROUSSEFF É CANDIDATA À REELEIÇÃO

Gustavo Uribe e Tatiana Farah, O Globo
Presidente da legenda nega candidatura de Lula e diz que partido vai apoiar atual mandatária
Em mais uma tentativa de sepultar os rumores de uma eventual candidatura ao Planalto de Luiz Inácio Lula da Silva em 2014, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou nesta sexta-feira que uma de suas principais metas à frente da sigla será reeleger Dilma Rousseff e destacou que o antecessor da atual presidente também tem trabalhado para reconduzi-la ao posto.
Nos últimos dias, foram divulgadas informações de que Lula teria entrado em conflito com a atual mandatária do Palácio do Planalto em torno de questões de governo, sobretudo em relação à falta de diálogo de Dilma com a sociedade. Os boatos alimentaram a tese de que o líder do PT poderia disputar a sucessão presidencial no ano que vem.

O presidente do PT negou os rumores e afirmou que a candidatura da presidente não foi questionada em nenhum momento. Ele culpou a oposição ao governo federal pela tentativa de criar uma disputa fictícia entre Dilma e Lula.
— Nunca ninguém questionou a candidatura da presidente. Eu acho que faz parte do discurso da oposição. Depois de perceber que a ofensiva da Ação Penal nº 470 (processo do mensalão) não produziu os resultados esperados, eles tentam caracterizar uma disputa inexistente, com a história de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ser candidato — afirmou.
Com a presença de condenados no julgamento do mensalão, Rui Falcão participou ontem de encontro da tendência Construindo um Novo Brasil, majoritária no PT, que anunciou apoio à sua reeleição à presidência do partido em novembro.
Entre outros petistas, Rui Falcão recebeu os apoios do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, e do ex-presidente do partido José Genoino, que evitaram a imprensa.
O dirigente da sigla, que é da corrente Novo Rumo, que compõe com a Construindo um Novo Brasil a maioria no partido, já conta com apoio suficiente para se reeleger.
— Um dos meus objetivos será (eleger Dilma Rousseff). O outro é construir uma plataforma de mudanças que permitam o avanço do país — afirmou Falcão.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

CHARGE DO CHICO CARUSO


MPF AJUIZOU AÇÃO CONTRA GOVERNO DO CEARÁ QUE PAGOU CACHÊ DE R$ 650. A IVETE SANGALO

Cristiane Sampaio, O Globo
O Ministério Público Federal ajuizou nesta qunta-feira ação contra o governador do estado, Cid Gomes (PSB), para que ele devolva aos cofres públicos o valor do cachê pago à cantora baiana Ivete Sangalo (foto abaixo), na inauguração de um hospital em Sobral, no último dia 18. O cachê foi de R$ 650 mil.
O procurador da República Oscar Costa Filho pediu que a restituição seja feita com os recursos do próprio governador. Segundo o MP, a verba foi retirada do Fundo Municipal de Saúde (FMS).
“O que ele vem fazendo são privilégios. Isso viola o princípio da moralidade administrativa. Nós vivemos hoje uma verdadeira crise de atendimento nas emergências dos hospitais públicos, que não têm estrutura. É um desrespeito com os pacientes que estão nas filas”, argumenta o procurador, que recentemente ingressou com uma outra ação, solicitando a criação de leitos.


GOVERNO VENEZUELANO PODE PROCESSAR EL PAÍS POR FOTO DE CHÁVEZ

O Globo
Após um dia de polêmica sobre a foto falsa de Hugo Chávez publicada no “El País”, o ministro da Comunicação da Venezuela, Ernesto Villegas, disse que a imagem violou todas as normas do jornalismo ético e que o governo vai tomar ações legais “necessárias” contra o jornal espanhol, segundo o site “La Patilla”.
- O escândalo internacional que esta publicação ocasionou não é ressarcida com as desculpas do jornal - disse Villegas. - Causou danos ao presidente, à sua família e ao povo venezuelano - acrescentou.
Mais cedo, o embaixador da Venezuela no Brasil, Maximilien Sánchez Arveláiz, afirmou que a imagem é “uma mentira, uma farsa” e se limitou a dizer que o presidente venezuelano está se recuperando bem. Chávez está em Havana desde dezembro passado, quando foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um tumor.



quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

LULA FICOU CHATEADO COM INVASÃO DO SEU INSTITUTO POR SEM-TERRA

Daiene Cardoso, Estadão
O diretor-presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, se reuniu nesta quarta-feira com os invasores da entidade e disse aos jornalistas que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou "chateado" com a ação dos sem-terra. "Relatei o movimento e ele ficou chateado porque o pessoal invadiu e ele teve de mudar a agenda, mas faz parte", disse Okamotto.
Segundo ele, Lula viria para ao escritório nesta quarta-feira, mas decidiu viajar para lugar não divulgado. Okamotto ressaltou que o grupo tem a solidariedade do ex-presidente, mas que ele, Okamotto, não concorda com o método dos invasores.
"Eles têm a solidariedade do presidente Lula para resolver o problema do assentamento e de todos nós. O que eu não posso concordar é com os métodos que eles estão usando. Eu acho que é inadequado, não pediram sequer uma audiência. Nunca pediam apoio", reclamou o diretor-presidente do Instituto Lula.


MATADOR DA CHACINA DE MANAUS DIZ ESTAR ARREPENDIDO DE MATAR FAMÍLIA

'Ele prometeu quantia que mudaria minha vida', disse namorado de Jimmy.

Os três suspeitos foram levados para a Cadeia Pública, ontem  quarta (23).

Mônica Dias
Do G1 AM

Suspeitos do assassinato da família Belota (Foto: Mônica Dias/G1)
Jimmy (esq.), Rodrigo (centro) e Ruan Pablo (dir.)
 são suspeitos do crime (Foto: Mônica Dias/G1 AM)
Os suspeitos da participação na morte de três membros da família Belota, Rodrigo de Moraes Alves, de 19 anos, e Ruan Pablo Bruno Cláudio Magalhães, 18, confessaram, em entrevista aoG1, nesta quarta-feira (23), que mataram as vítimas e disseram estar arrependidos do crime. Eles foram apresentados na Delegacia Geral, localizada na Zona Centro-Oeste de Manaus. Jimmy Roberto, que é apontado como mandante do homicídio do próprio pai, tia e prima, não quis dar declarações.

De acordo com a confissão de Rodrigo e Ruan, Jimmy prometeu dividir a herança do pai, mas não revelou valores que seriam pagos aos suspeitos. A herança em questão, segundo o titular da Delegacia de Homicídios, Divanilson Cavalcanti, era de R$ 200 mil.
Maria Gracilene, de 55 anos, a filha Gabriela Belota, de 26, e o cachorro da família foram encontrados mortos pela empregada doméstica por volta das 8h, na manhã de terça (22), no apartamento da família, localizado no Condomínio Parque Solimões, Zona Sul de Manaus. No mesmo dia, foi encontrado o corpo do pai de Jimmy, Roberval Roberto de Brito, de 63 anos, na na Rua Rêgo de Barros, bairro São Raimundo, Zona Centro-Oeste.
Rodrigo de Moraes, que afirmou ser namorado de Jimmy, disse que matou por causa do dinheiro e está arrependido. "Não fiz por amor, fiz pela grana. Ele não chegou a especificar uma quantia, mas garantiu que seria uma grana que mudaria a minha vida. Agora estou arrependido", disse.
Ruan Pablo Bruno também afirmou ter se arrependido de participar do crime. O único que não quis se pronunciar foi Jimmy, que continua negando envolvimento com o crime, segundo a polícia. "Só quero falar na presença dos meus advogados", declarou Jimmy.
De acordo com a diretora de perícia, Marilane de Moraes, será solicitada a perícia do laudo de um psiquiatra para verificar se Jimmy possui distúrbios mentais. "O titular da Delegacia de Homicídios vai solicitar uma perícia de um médico psiquiatra para dar um laudo sobre ele, que ficará pronto após 30 dias", disse.
Os três foram encaminhados para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa na tarde de ontem, (23). Eles são suspeitos de triplo homicídio qualificado, formação de quadrilha, maus tratos contra animais e, no caso de Rodrigo, além desses, porte ilegal de armas
.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

MATOU O PAI, A TIA, A PRIMA E ESTRANGULOU O CACHORRO POR CAUSA DE HERENÇA


Roberval Roberto de Brito, a funcionária da Suframa Maria Gracilene Roberto Belota, de 59 anos, e sua filha Gabriela Belota, foram assassinadas na madrugada de ontem no apartamento onde moravam em Manaus, no Condomínio Parque Solimões.
Os dois corpos foram encontrados pela empregada. Gracilene, coordenadora-geral de Comércio Exterior da Suframa, foi assassinada na cozinha, e Gabriela em cima da cama. Outro membro familia, Roberval Roberto Brito, irmão de Gracilene que morava no São Jorge, também foi assassinado.. 
Gabriela foi primeiro sufocada com um saco plástico na cabeça em seguida estrangulada e furada com uma faca, segundo informações da Polícia. O corpo de Gracilene apresentava perfurações e sinais de estrangulamento. O cachorro de estimação da família, conhecido na internet como Rick, foi estrangulado e morto.


Jimmy confessa que matou funcionária da Suframa, o pai e a prima por causa de herança
O assassino, Jimmy Robert, filho de Roberval Roberto de Brito  e sobrinho da funcionária da Suframa, Maria Gracilene Roberto Belota, confessou que matou o pai, a tia e prima  Gabriela Belota, por causa de uma herança. Outras duas  pessoas - Juan Pablo Bruno e  Rodrigo de Morais, namorado de Jimmy, participaram do triplo assassinato na manhã desta  terça-feira em Manaus. Eles foram ouvidos por policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros e pelo secretário de Inteligência,Thomaz de Vasconcelos Dias, que comandou as investigações e chegou aos criminosos.   
Jimmy é publicitário e trabalhava com a tia, Maria Gracilene, na Suframa, mas era viciado  e tinha problemas de desentendimento com a família porque era homossexual e o pai não aceitava essa condição. 
O crime, considerado um dos mais cruéis - as vítimas foram envolvidas em sacos plásticos, estranguladas  e esfaqueadas, comoveu a cidade. Na Suframa, os funcionários foram dispensados mais cedo. Maria Gracilene era uma das diretoras executiva  da autarquia..
Fonte: Blog do holanda 

domingo, 20 de janeiro de 2013

PRIMEIRA DAMA DA PARAÍBA CAUSA FRISSON E VIRA ALVO DE AUDITORIA

NELSON BARROS NETO

Pâmela Bório, 29, diz que incomoda. Miss Bahia em 2008 e apresentadora de TV, a mulher do governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), 52, considera-se invejada por sua "beleza, carreira bem-sucedida, família estruturada, vida acadêmica e contatos importantes".
Nesses dois anos como primeira-dama, causou frisson nas redes sociais ao posar com uma bolsa de grife francesa, bater boca com políticos e, em especial, quando exibiu na internet um novíssimo jogo de lingerie

Pâmela Bório, a primeira-dama da Paraíba "Presente para mim, mas quem curte é o maridão", escreveu à época, junto com a foto das peças íntimas.
Nos últimos dias, porém, o frisson em torno de Pâmela não veio de imagens e declarações na internet, mas de uma auditoria do Tribunal de Contas da Paraíba sobre gastos na residência oficial do governo, a Granja Santana.
De acordo com o documento, Pâmela encomendou sem licitação produtos de cama e banho e acessórios para um quarto de bebê. Pediu orçamentos às lojas e priorizou seu gosto pessoal, em vez do menor preço, diz o relatório.
Baiana de Senhor do Bonfim, Pâmela é mãe de Henri Lorenzo, 2, nascido dias antes de Ricardo Coutinho vencer as eleições de 2010.
A auditoria do TCE, como mostrou a revista "IstoÉ" na semana passada, acrescenta ser "curiosa" a quantidade de farinha láctea adquirida: 460 latas em menos de 30 dias.
Houve ainda gastos com "cauda de lagosta de primeira", "bacalhau do Porto" e "carne de carneiro sem osso".
"Tudo do relatório nós compramos. Chama a atenção, mas está dentro da lei. Não há como não ter despesas com a primeira-dama, que não tem cartão corporativo", afirma o chefe da Casa Civil, Lúcio Valadares.
Segundo ele, há questionamentos porque a última criança que nasceu e frequentou a Granja Santana foi Ariano Suassuna, na década de 1920 --o dramaturgo é filho de João Suassuna, que governou o Estado de 1924 a 1928.
"Se assinei algo [para receber os produtos], deve ter sido na correria do momento, pois sempre estava apta a ajudar. Me recordo que atendi a inúmeras solicitações da administração da Granja", afirma a primeira-dama.
PASSARELAS
Pâmela perdeu o pai quando tinha três anos. Estudou em colégio de freiras e desde pequena é "muito assediada devido ao seu rosto único", diz a tia Maria Eudalice, considerada por ela uma segunda mãe. A verdadeira sofre de depressão e teve dificuldades para se dedicar à filha.
Segundo a tia, a primeira-dama só não ganhou o Miss Brasil Globo de 2008 por uma "questão política" --sobre a qual não cita detalhes.
O concurso é uma espécie de segundo escalão das disputas de misses e o mesmo em que Marcela Temer, mulher do vice-presidente da República, Michel Temer, foi vice por São Paulo, em 2003.
Em um desses concursos, em 2005, na Bahia, organizadores disseram que Pâmela desfilou com um salto acima do permitido e se trancou em um quarto de hotel para não ser submetida à medição.
Teria receio de ser considerada baixa pelos jurados e perder pontos. Com 1,64 m, ficou em segundo lugar.
A primeira-dama nega a história. Só reconhece que "sumiu" de um evento para fazer hidratação e bronzeamento artificial.
A BELA E A FERA
Nas ruas, táxis e repartições públicas de João Pessoa, a Folha perguntou sobre o casal Pâmela e Ricardo. Como resposta, algumas ironias e o apelido de "A Bela e a Fera".
A primeira-dama comenta: "Admiro o caráter, a sensibilidade e o senso de humor de Ricardo [o governador]. Ele tem porte, um sorriso que me ilumina". Procurado, o governador não quis falar.
Pâmela já amamentou em público e diz que não se acha tão bonita. "Juízos de valor e estereótipos são incoerentes com minha história de vida."
No staff do governador, a primeira-dama é rotulada como "impetuosa", em especial quando está diante de um teclado e conectada à internet. Mas ninguém ousa lhe impor limites ou sugerir que se afaste das redes sociais.
Durante o julgamento do mensalão, exaltou o ministro Joaquim Barbosa, do STF (Supremo Tribunal Federal). Em meio ao caso Rosemary Noronha, bateu forte no ex-presidente Lula. "Fiquei com nojo dele", declarou via internet. O PSB do marido é aliado do PT na esfera nacional.
A primeira-dama falou com a Folha por e-mail e por um canal fechado de bate-papo de uma rede social.
"Sou jornalista e sempre terei compromisso com a informação", diz Pâmela, apresentadora de um programa semanal de variedades e entrevistas da TV Tambaú, afiliada do SBT.
"Sou mulher do meu tempo, emancipada e bem resolvida", diz ela, que vê os questionamentos sobre os gastos como uma manobra da oposição e afirma apoiar "qualquer investigação de uso indevido do dinheiro público".
Jornalista formada pela Uneb (Universidade do Estado da Bahia), em Juazeiro, atualmente faz mestrado na Universidade Federal da Paraíba, no qual diz estudar "interconectividade".
Depois da faculdade, passou a apresentar telejornais. E foi durante uma entrevista que conheceu o marido, então prefeito de João Pessoa, em 2009.
O que o governador fez para conquistá-la? "Conversas inteligentes a fio..

OS RISCOS DA MODA DOS SEIOS FARTOS

Mônica Tarantino e Rachel Costa, IstoÉ
Cresce a procura por implantes de silicone cada vez maiores e aumenta o número de adolescentes que desejam fazer essa cirurgia plástica. Especialistas indicam como evitar problemas
As brasileiras estão redefinindo seu padrão de beleza corporal. Querem seios cada vez mais fartos – e desejam isso cada vez mais cedo.
A constatação emerge de números obtidos por entidades que representam a área da cirurgia plástica e também da observação dos mais experientes e renomados cirurgiões plásticos do País do que acontece no dia a dia de seus consultórios.
“Há uma década, as mulheres do Brasil queriam ser retas e musculosas. Agora buscam um corpo torneado e com mamas mais projetadas”, afirma o médico José Horácio Aboudib, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
O especialista, assim como a maioria de seus colegas, também não se surpreende mais ao encontrar na sala de espera de sua clínica meninas de 14, 15 anos, querendo saber como aumentar o número do sutiã.

“Antes, elas queriam mudar o nariz, corrigir a orelha ou tirar uma pinta. Agora, vêm para aumentar os seios”, diz o cirurgião plástico Alexandre Senra, de São Paulo, referência em cirurgia plástica de mama.
No consultório do mineiro Sebastião Guerra, chefe da Cirurgia Plástica do Hospital Mater Dei, de Belo Horizonte, 10% das consultas com jovens menores de 18 anos. “Em vez de festas ou viagens, muitas pedem aos pais uma prótese de silicone como presente de 15 anos”, conta o médico.

MAGUILA ESTÁ INTERNADO EM HOSPITAL DE SÃO PAULO

O Globo
O ex-lutador de boxe Adilson Maguila Rodrigues está internado desde quinta-feira no Hospital das Clínicas de São Paulo.
Com mal de Alzheimer há três anos, o ex-pugilista de 54 anos está na ala psiquiátrica do hospital. Não há uma previsão de alta. Maguila estaria se recusando a tomar medicamentos e apresentado agressividade.


sábado, 19 de janeiro de 2013

SENADOR IVO CASSOL É CONDENADO POR ATO ADMINISTRATIVO

O Globo
O senador Ivo Cassol (PP-RO, foto abaixo) foi condenado por improbidade administrativa pela Justiça Federal em Rondônia. A decisão foi divulgada ontem pelo Ministério Público Federal (MPF) no estado, que encaminhou a acusação contra o parlamentar.
Também foi determinada a suspensão dos direitos políticos de Cassol por cinco anos e definida multa de R$ 300 mil. Ainda cabe recurso da sentença.
Além do senador, foram condenados os delegados de Polícia Civil Renato Eduardo de Souza e Hélio Teixeira Lopes Filho, os agentes de Polícia Civil Gliwelkinson Pedrisch de Castro e Nilton Vieira Cavalcante, além de Agenor Vitorino de Carvalho, todos por improbidade. Os delegados perdem os direitos políticos com quatro anos e dos demais condenados por três anos. A Justiça também decretou a perda dos cargos dos policiais e ainda impôs o pagamento de multa a todos os agentes públicos.

Adicionar legenda

COM O NOSSO DINHEIRO, DE NOVO, NOVAMENTE?

Renan Calheiros e seu filho, Renanzinho, contratam um instituto de pesquisa ligado a uma funcionária do senador – e pagam a conta com verba pública

MURILO RAMOS E LEANDRO LOYOLA
||
EM FAMÍLIA O senador Renan Calheiros  e o deputado Renanzinho. Pai e filho ajudaram a candidatura de  Remi Calheiros, irmão e tio (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)
Daqui a duas semanas, mesmo que Brasília venha a se encontrar em inverno nuclear, as leis da política brasileira preveem que o senador José Sarney, do PMDB do Amapá, repassará a presidência da Casa ao senador Renan Calheiros, do PMDB de Alagoas – um substituto que, espera-se, manterá o cargo no mesmo patamar moral do antecessor. Os senadores até votarão, mas se trata de um gesto simbólico. Renan já está eleito. Será o quarto homem na sucessão da República. Voltará ao posto ao qual fora obrigado a renunciar, em 2007, depois que – tome fôlego, leitor – se revelou o seguinte: Renan tinha contas pessoais pagas por um lobista, Renan usara laranjas, bois e notas frias para ocultar seu rico patrimônio, Renan desviara dinheiro público, Renan mandara espionar adversários…


Passaram-se seis anos, e o tempo não passou no Senado. ÉPOCA descobriu que Renan e seu filho, o deputado federal Renan Filho, o Renanzinho, também do PMDB de Alagoas, pagaram com dinheiro público uma empresa ligada a uma funcionária do próprio senador. Entre agosto de 2011 e outubro do ano passado, os dois direcionaram R$ 110 mil das verbas de seus gabinetes, em Brasília, ao pagamento de “serviços” da empresa de pesquisa Ibrape. O sócio majoritário do Ibrape é Francivaldo Diniz, marido de Edenia Sales, secretária de Renan em seu escritório político em Maceió.


Edenia recebe do Senado um salário de R$ 12.811 brutos. Afirma trabalhar para Renan há cerca de 14 anos. Diz agendar audiências para o senador em Alagoas e lidar com suas correspondências. Edenia figurou como sócia do Ibrape até março do ano passado. Apesar de conviver com Edenia há tanto tempo, Renan afirma não saber que ela era sócia da empresa no período em que fora contratada por seu gabinete. “Contratei o Ibrape porque é o melhor instituto de pesquisa do Estado”, diz. O senador não informa, porém, quais pesquisas foram feitas com o dinheiro. Renan e seu filho pagaram o Ibrape com a verba de gabinete, uma cota mensal a que os parlamentares têm direito para bancar despesas essenciais para o exercício dos mandatos. O gabinete de Renan fez dois pagamentos ao Ibrape, de R$ 8 mil cada um, em agosto e setembro de 2011. O gabinete de Renanzinho fez sete pagamentos entre janeiro e outubro de 2012. No total, R$ 94.500.


A família de Renan é cliente VIP do Ibrape. Remi Calheiros, irmão de Renan e sucessor de Renanzinho na prefeitura de Murici, berço eleitoral de Renan em Alagoas, usou o serviço do Ibrape em sua campanha para prefeito do município no ano passado. Em agosto, talvez por coincidência, o gabinete de Renanzinho mandou pagar R$ 15 mil ao Ibrape. Francivaldo, marido de Edenia, funcionária de Renan, afirma não se lembrar que serviços prestou ao senador e ao deputado. “São pesquisas que a gente faz sobre os problemas e as demandas de cada município”, diz. Remi e Renanzinho não responderam à reportagem. Mas Edenia falou: “Somos casados, mas não somos a mesma pessoa. Não vejo por que o senador (Renan Calheiros) teria de se privar de ter um serviço bom só por ele (Francivaldo) ser meu marido”. Edenia sabe quem é bom de serviço.