terça-feira, 30 de junho de 2015

Aviões quase colidem e FAB afasta controlador

MÔNICA REOLOM - O ESTADO DE S. PAULO

Incidente ocorreu na Bahia, na tarde de domingo; 60 metros foi a distância entre os voos da Gol e da Azul
O risco de uma colisão entre dois aviões comerciais sobre o Estado da Bahia, na tarde de domingo, fez a Força Aérea Brasileira (FAB) afastar preventivamente um controlador de tráfego aéreo. Um ATR-72 da Azul que ia de Barreiras para Salvador e um Boeing 737-600 da Gol que seguia de Salvador para Aracaju, às 15h30, cruzaram-se a uma distância de 200 pés (60 metros) no ar – a distância mínima estipulada pela Aeronáutica é de mil pés (300 metros). Juntas, as aeronaves podem transportar até 250 passageiros.
A ocorrência, classificada pela FAB como “incidente de tráfego aéreo”, foi relatada em um fórum de aviação na internet. Conforme descreveu um dos integrantes do fórum que teve acesso ao áudio do piloto da Gol, o comandante fica “bem irritado” com a controladora de tráfego, após identificar outro avião nas proximidades. Todas as aeronaves são equipadas com o TCAS, um aparelho que detecta tráfego nas proximidades e avisa aos comandantes que desviem das suas rotas, com o intuito de evitar colisões.
A Gol, no entanto, informou em nota que a aeronave que fazia o voo G3 1884 “se manteve durante todo o trajeto a uma distância segura de outras aeronaves, não havendo nenhum alerta dos sistemas de bordo.” Já a Azul explicou que está apurando a ocorrência. O afastamento do controlador de tráfego aéreo é procedimento padrão e perdura enquanto as investigações sobre o incidente são feitas.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Dilma barrou Mercadante para não ‘transportar’ crise à visita aos EUA

RAFAEL MORAES MOURA E TÂNIA MONTEIRO, ENVIADA ESPECIAL A NOVA YORK - O ESTADO DE S. PAULO

Planalto manteve ministro no Brasil a fim de evitar contaminação de ‘agenda positiva’ no compromisso internacional; titular da Casa Civil foi citado em delação de dono da UTC; presidente se encontra hoje com investidores americanos e Barack Obama
BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff iniciou neste domingo, 29, sua viagem oficial aos Estados Unidos com a preocupação de não deixar que a principal aposta de sua agenda internacional este ano seja contaminada pela citação dos ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Edinho Silva (Comunicação Social) na delação premiada do empresário Ricardo Pessoa, dono da UTC. Dilma se encontra hoje com investidores americanos e o presidente Barack Obama.
A decisão de manter Mercadante em Brasília foi tomada na reunião emergencial convocada na sexta-feira à noite, no Palácio da Alvorada, justamente para evitar que a crise embarcasse junto com a comitiva presidencial. A medida, acreditam auxiliares da presidente, serviu para proteger o governo do escândalo e deixá-lo circunscrito ao território nacional e minimizar o desconforto com o episódio. 
Em um momento considerado crucial para a agenda positiva do governo, o Planalto quis evitar que um dos ministros mais próximos de Dilma fosse obrigado a dar novas explicações à imprensa nos Estados Unidos, enquanto as atenções estão voltadas à atração de novos investidores e no resgate da credibilidade da economia perante a comunidade internacional. 
“A viagem vai servir para dizer que o governo não está afogado em uma série de notícias negativas circunstanciais”, comentou um integrante da comitiva presidencial à reportagem.
Com a revelação do teor da delação, uma ala do governo passou a defender internamente o afastamento de Mercadante e de Edinho, mas por ora Dilma mantém o voto de confiança nos ministros e não cogita mudanças. Para essa ala, a nomeação de Edinho Silva para a Secretaria de Comunicação Social (Secom) arrastou a crise para as proximidades do gabinete da presidente.
Ricardo Pessoa entregou à Procuradoria-Geral da República planilha intitulada “Pagamentos de caixa dois ao PT” na qual lista repasse de R$ 250 mil à campanha de Mercadante ao governo de São Paulo, em 2010. O empresário acusa Edinho de tê-lo pressionado para doar R$ 7,5 milhões à campanha de Dilma em 2014, sob o risco de perder contratos na Petrobrás, segundo a revista Veja. Os dois ministros negam as acusações e dizem que as doações foram legais.
“O Edinho, ao invés de estar defendendo o governo, está tendo de se defender das denúncias”, comentou outro auxiliar da presidente Dilma. “Cada vez que ele tem de sair do papel de ministro da Secom para defender o governo e encarnar o papel de tesoureiro e responder denúncia, fica muito ruim pra Dilma, porque respinga nela pela proximidade.” 
O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, ficou em Brasília, onde deu entrevista no sábado
O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, ficou em Brasília, onde deu entrevista no sábado
Defesa. Pessoas próximas a Mercadante admitem que o petista permaneceu no País não apenas pela gestão da Casa Civil e a articulação de votações no Congresso, mas também para articular a defesa do governo junto com Edinho e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Mercadante nega irregularidades na arrecadação de recursos da sua campanha para o governo de São Paulo, em 2010. 
Questionado se a delação ofuscaria a viagem de Dilma aos EUA, o titular da Casa Civil disse que é preciso separar uma coisa da outra. “A pauta positiva do Brasil tem de ter espaço também, não é possível que só tenha notícia quando é notícia ruim”, afirmou. “Isso (a delação) não pode ser colocado como fumaça pra impedir o tamanho que esse País tem, a importância que temos, a relação com a principal economia do mundo”, disse Mercadante.
Lula. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai aproveitar a viagem da presidente aos Estados Unidos para negociar com líderes do Congresso saídas para a crise política. Nessa segunda, em Brasília, Lula terá conversas reservadas com parlamentares do PT. Aliados do ex-presidente esperam uma nova rodada de críticas a Dilma no encontro. Lula considera o governo “letárgico” e “apático” diante das recentes denúncias de irregularidades. Segundo ele, o partido não pode ter a mesma postura. A estratégia do ex-presidente, no entanto, enfrenta resistências, uma vez que aliados não querem se desgastar perante a opinião pública, já refratária ao partido.
Outro ponto que tem incomodado o ex-presidente é o fato de Dilma ter limitado a influência dos ministros Jaques Wagner (Defesa) e Ricardo Berzoini (Comunicações) no núcleo duro de tomada de decisões do Planalto.

sexta-feira, 26 de junho de 2015

DISPUTA POR PENSÃO: R$ 100 pode ter motivado morte de menina no AM Pai, madrasta e tio são suspeitos.

G1 Amazonas

O pagamento de uma pensão alimentícia de R$ 100 pode ter motivado a morte da meninaGrazielly dos Santos Costa. A informação foi divulgada pela Polícia Civil durante a apresentação de três suspeitos - pai, tio e madrasta da vítima -, na Delegacia Geral, em Manaus, na quinta-feira (25). A polícia também investiga se a morte ocorreu motivada por vingança. O corpo da garota, de 9 anos, foi encontrado em um ramal - estrada vicinal - no município de Autazes.
Gilbervan de Jesus, de 33 anos, Gilmara França de Souza, 31, pai e madrastra da menina, além do tio da criança, Gilbermilson de Jesus, 35, foram presos no dia 24 deste mês e transferidos para Manaus, já que a população da cidade, que fica a 100 km da capital, estava revoltada com o crime.
De acordo com o delegado titular de Autazes, Eleandro Granja Cavalcante Costa, provas e depoimentos que foram colhidos apontam a participação do trio na morte da menina.

Além da hipótese do crime ter relação com dívidas no pagamento de pensão alimentícia, a polícia investiga se o fato da criança ter nascido de uma relação extraconjugal teria sido pretexto para a ação "Temos filmagens onde se mostra um carro modelo Siena da mesma cor que o do Gilbervan [pai da vítima] passando em frente ao local onde a menina foi sequestrada, próximo ao colégio onde ela estudava. Temos filmagens desse carro passando pelo ramal AZ 1, que dá acesso ao ramal Tumbira [local onde o corpo foi encontrado], em alta velocidade", disse o delegado.

Gilbervan de Jesus, de 33 anos, Gilmara França de Souza, 31, pai e madrastra da menina, além do tio da criança, Gilbermilson de Jesus, 35, foram presos no dia 24 deste mês e transferidos para Manaus, já que a população da cidade, que fica a 100 km da capital, estava revoltada com o crime.
Grazielly dos Santos Costa morreu aos 9 anos (Foto: Arquivo pessoal)
Grazielly dos Santos Costa morreu aos 9 anos
(Foto: Arquivo pessoal)
De acordo com o delegado titular de Autazes, Eleandro Granja Cavalcante Costa, provas e depoimentos que foram colhidos apontam a participação do trio na morte da menina.


Além da hipótese do crime ter relação com dívidas no pagamento de pensão alimentícia, a polícia investiga se o fato da criança ter nascido de uma relação extraconjugal teria sido pretexto para a ação.

"Temos filmagens onde se mostra um carro modelo Siena da mesma cor que o do Gilbervan [pai da vítima] passando em frente ao local onde a menina foi sequestrada, próximo ao colégio onde ela estudava. Temos filmagens desse carro passando pelo ramal AZ 1, que dá acesso ao ramal Tumbira [local onde o corpo foi encontrado], em alta velocidade", disse o delegado.
Além das filmagens, o delegado informou que há depoimento de uma testemunha que anotou cinco caracteres da placa do Siena, e que viu uma mulher puxando a criança para dentro do veículo.


"Os caracteres anotados coincidem com carro de Gilbervan [pai]. A pessoa também disse que a mulher teria um sinal perto da boca que coincide com o da Gilmara [madrasta da garota]", informou Costa.

Ainda conforme o delegado, outras testemunhas disseram que flagraram Gilbervan e Gilmara lavando o carro em um período que coincide com o momento da prática do crime.
Trio negou envolvimento no crime da criança de 9 anos  (Foto: Sérgio Rodrigues/G1 AM)

Trio negou envolvimento no crime da criança de 9 anos (Foto: Sérgio Rodrigues/G1 AM)
A delegada adjunta de Autazes, Fernanda Granja Cavalcante Costa, declarou que a prisão temporária do trio ainda pode ser prorrogada por mais 30 dias. "Porém, com a robustez das provas que temos, acredito que concluiremos as investigações em 30 dias", disse ao G1.
Ainda de acordo com o delegado Eleandro, o trio deverá ficar preso na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Nesta sexta-feira (26) será realizado o reconhecimento de Gilmara por parte de uma das testemunhas.

O pai de Grazielly declarou que não cometeu o crime e que não faz a "mínima ideia" de quem teria motivos para assassinar a criança. "Eu falo de cabeça erguida que isso não aconteceu. Não fui eu", afirmou Gilbervan de Jesus.

Na delegacia, a madrasta na menina negou que o pedido de pensão alimentícia a incomodasse. Gilmara disse ainda que no momento em que a criança desapareceu, entre 12h e 13h, estava almoçando na casa da sogra, com a cunhada.
"Nunca tive contato com a criança, nem com os familiares. Então, não sei como sou suspeita principal. Nunca soube de pedido de pensão alimentícia. Estou disposta a fazer o que o delegado quiser, porque eu não tenho culpa, eu sou mãe e tenho uma filha de 10 anos que não pode sair de casa porque vive sendo ameaçada por causa disso [o crime]", disse a madrasta.
O tio da vítima, Gilbermilson de Jesus Eloi, 35, não falou sobre o crime com a imprensa.
Entenda o caso
O corpo da menina desaparecida no dia 17 de junho foi encontrado dois dias depois  no Ramal da Tumbira, situado na Zona Rural da cidade de Autazes.

Segundo a família, Grazielly dos Santos Costa sumiu quando ia para a escola.
De acordo com a Polícia Civil, o corpo da estudante estava em avançado estado de decomposição.
Um laudo preliminar divulgado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Manaus apontou que Grazielly teria sido asfixiada.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Plano Estadual de Educação quer formação para tratar sobre assuntos relacionados a gênero

O texto do Plano Estadual de Educação (PEE) enviado à Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM) determina que os professores recebam formação que os habilite a tratar sobre questões de gênero e diversidade.
O Plano Estadual de Educação entregue na manhã da última terça-feira, 23, pelo secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva, ressalta ainda que a formação que os professores recebem nas universidades é insuficiente em várias áreas, entre elas nas questões relacionadas à educação e diversidade.
O texto no PEE diz que há “grande defasagem de formação específica para profissionais – professores, gestores, especialistas e de apoio” para atender a demandas educacionais específicas, como educação e diversidade.
Na Câmara Municipal de Manaus (CMM), os vereadores retiraram do texto original do Plano Municipal de Educação (PME) palavras como “gênero” e “diversidade”. O mesmo ocorreu na Câmara Municipal de São Paulo, onde a expressão “gênero” foi suprimida.
A polêmica em volta do termo “gênero” não é recente. Em junho de 2014, foi excluído do Plano Nacional de Educação (PNE) o termo “igualdade de gênero”, devido a pressões de grupos conservadores religiosos.
Posições
O presidente da Comissão de Educação da ALE-AM, Dr. Gomes, disse, na última terça-feira, 23, que irá respeitar as decisões do Fórum Estadual de Educação, responsável pela elaboração do PEE. Mas sustentou que a discussão quanto a gênero ainda precisa ser “debatida mais exaustivamente com toda a sociedade”.
“Nós não vimos lá nenhuma representação desses segmentos (LGBTT) pedindo para fazer parte do Fórum, não vimos. E você sabe que quando os segmentos não são representativos, do ponto de vista legal, não tem como depois pedir na hora final para ser inserido uma política tão polêmica como essa”, afirmou Gomes.
Membro do Movimento Estudantil Livre da Ufam, o estudante Marcos Felipe Sena, 21, disse acreditar que a temática foi tratada de forma clara no PEE.
“Há de se ter em mente a confusão que o termo pode causar em quem não tem conhecimento da causa. Questões de igualdade de gênero se referem à igualdade dos gêneros binários – homens e mulheres. Já as ditas ‘questões de gênero e diversidade’ se referem à identidade de gênero e orientação sexual”, explicou Marcos, adiantando que nesta quarta-feira membros de movimentos LGBTT no Amazonas estarão na ALE-AM acompanhando a discussão sobre o PEE.
O pastor e pedagogo Daniel Melo classificou como “brincadeira” a tentativa de inserir no PEE a “ideologia de gênero”. “Ou você nasce homem ou nasce mulher. Impor através da educação a mudança de gênero é um absurdo. Estou indignado”, afirmou.
video
O secretário da Seduc Rossieli Soares
Documento traça 22 metas
O Plano Estadual de Educação (PEE) está baseado em estudos e diagnósticos acerca do panorama educacional do Estado e aponta 22 metas educacionais que devem ser adotadas no Amazonas para a próxima década.
Ampliar o investimento público em educação pública de forma a atingir, no mínimo, o patamar de 7% do Produto Interno Bruto (PIB) do País no 5º ano de vigência do Plano Estadual de Educação (PEE) e, no mínimo, o equivalente a 10% do PIB ao final da próxima década é uma das 22 metas do plano.
Ainda sobre investimentos, o PEE quer ampliar o investimento em educação nos municípios e estado do Amazonas nos próximos 10 anos dos 25% para 30%.
Fonte: Portal A Crítica

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Vaticano decide investigar bispo de São José do Rio Preto

CHICO SIQUEIRA - ESPECIAL PARA O ESTADO

D. Tomé Ferreira da Silva é suspeito de sacar grandes quantias da conta da diocese para entregar a homem com quem se relacionaria

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - O Vaticano instaurou sindicância para apurar denúncias de que o bispo de São José do Rio Preto, no interior paulista, d. Tomé Ferreira da Silva, teria sacado dinheiro da conta da diocese e entregado ao seu motorista, com quem manteria um relacionamento amoroso. 

Na iminência de ser descoberto por manter a relação, o bispo teria sacado “quantia exorbitante” e dado ao motorista para que ele deixasse o cargo e a cidade. O bispo também é acusado de perseguir padres e ser omisso ao não apurar denúncias contra sacerdotes que estariam usando dinheiro da igreja. 
D. Tomé Ferreira da Silva também é suspeito de perseguir padres e de ser omisso na apuração de denúncias contra sacerdotes
D. Tomé Ferreira da Silva também é suspeito de perseguir padres e de ser omisso na apuração de denúncias contra sacerdotes

Nesta quinta-feira, 25, d. Tomé deve falar a 120 padres da diocese. Ele nega as acusações. Disse ao Colégio de Consultores da Diocese e a integrantes do Conselho de Presbíteros que são boatos. 
O suposto namorado do bispo teria sido contratado em março de 2013, quando d. Tomé chegou a Rio Preto. Mas o motorista teria trabalhado na diocese só até 30 de agosto do mesmo ano. A troca teria ocorrido porque a diocese não tinha mais necessidade de um motorista.
Papa. O pedido de investigação partiu do papa Francisco à Nunciatura Apostólica em Brasília, que encarregou o cardeal-arcebispo de São Paulo, d. Odílio Scherer, de presidir as investigações. Em visita-surpresa a Rio Preto, d. Odílio ouviu d. Tomé, que negou as denúncias. Segundo um padre, o cardeal também conversou com o ex-motorista, o gerente da agência na qual a diocese mantém conta bancária, com padres do Colégio de Consultores e com sacerdotes que denunciaram o bispo. 
O padre disse ainda que o cardeal fez perguntas sobre um abaixo-assinado enviado por fiéis ao Vaticano. Eles pediam a saída do bispo por se omitir a investigar padres que estariam abusando do dinheiro da Igreja e não punir um padre acusado de assediar sexualmente três ex-secretárias de sua paróquia.
Em nota, a assessoria de d. Odílio disse que ele não comentaria o caso, mas que confirma a visita “fraterna e privada” a d. Tomé. “Na ocasião, também conversou com outras pessoas sobre a diocese.”
A reportagem não conseguiu localizar d. Tomé.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Lava Jato terá cooperação dos EUA para chegar a operador da Odebrecht


Por Ricardo Brandt,

MPF acionou autoridades norte-americanas para rastrear Bernardo Freiburghaus, que tem cidadania suíça e voltou para seu País, após seu nome surgir no escândalo da Petrobrás como pagador de propina da empreiteira fora do Brasil



A força-tarefa do Ministério Público Federal terá das autoridades dos Estados Unidos – onde está a mais estruturada e eficiente rede de combate à corrupção do mundo – auxílio para tentar desmontar a complexa engrenagem que seria usada pela Construtora Norberto Odebrecht para pagamentos de propinas via empresas offshores em nome de terceiros e contas secretas no exterior.
A empreiteira é um dos alvos da 14ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Erga Omnes, que levou para a cadeia na sexta-feira seu presidente, Marcelo Bahia Odebrecht, e outros 11 executivos do grupo e da construtora Andrade Gutierrez – incluindo também o presidente, Otávio Marques Azevedo.
Órgãos de investigação dos Estados Unidos atuarão, a pedido dos nove procuradores da República da Lava Jato, na triagem dos depósitos de propina feitos em contas que eram do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Churras da Galera terá 12 horas de muita música



A 10° edição do Churras da galera promete muita agitação. Serão mais de 12 horas de festa. O evento começa às 12h, na Mansão Prime, no Parque das Laranjeiras. A primeira banda a subir no palco é o grupo Loka Tentação.
Segundo Mário Jorge, um dos organizadores do evento, a intenção do evento é confraternizar com os amigos. “Essa é a 10° edição da festa, tivemos a ideia  de promover uma grande confraternização entre amigos.  Por isso resolvemos misturas os ritmos e unir pagode, forró e sertanejo”, ressaltou.

Mansão Prime localizada no Parque das Laranjeiras

O Churras da Galera também contará com Erick e Max, Xiado da Xinela, Bagaçeiros do Forró, 100% Abusado, Forró das Minas e Douglas Portela. Os grupos prometem agitar o domingo na Mansão Prime.
O evento será transmitido ao vivo pela FM 94,3 e terá a piscina liberada durante toda a festa. Serão mais de 10h de muita música. Nos intervalos o DJ Paulo Marques comanda a festa. Durante a apresentação das bandas, serão transmitidos os jogos da Copa América. Os ingressos custam R$ 25 homem e R$ 20 mulher. Informações: 99103-9230 e 99157-0019.

Fim de semana tem pagode e MPB na Mercearia Torres

O fim de semana na Mercearia Torres será recheado de boa música. A festa começa no sábado (20), a partir das 21h, com o cantor Jorjão Pampolha cantando muito MPB, samba e pagode acústico.
Ainda neste sábado, na Mercearia, localizada no Parque 10, o grupo Raro Desejo irá animar a festa trazendo o melhor do pagode.
A casa está localizada na Rua Misushiro, Parque 10, próximo ao 23° DIP. Os ingressos custam R$ 10, preço único. 
Jorjão Pampolha músico do Ases do Pagode