quarta-feira, 31 de outubro de 2012

CONDENADO A 40 ANOS, MARCOS VALÉRIO PROPÕE DELAÇÃO PREMIADA

Carolina Brígido e Thiago Herdy
A Procuradoria Geral da República terá que decidir o que fazer com um ofício que chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF) em setembro, assinado por advogados do operador do mensalão, Marcos Valério, sugerindo a delação premiada — quando o réu pode colaborar com a Justiça contando mais detalhes do crime em troca de benefícios.
No documento, a defesa também afirma que Valério está correndo risco de morte e, por isso, deveria ser incluído na lei de proteção a testemunhas. Para o presidente do tribunal, ministro Ayres Britto, uma eventual delação de Valério não mudaria nada no atual processo do mensalão, pois a investigação terminou. 

Adicionar legenda

terça-feira, 30 de outubro de 2012

PENSAMENTO DA TERÇA-FIRA

Cuidado, pessoal, devagar com a louça, porque o sistema imunológico é o cérebro do corpo (ele), o sistema enfraquecido as doenças aparecerão. (M.R)

ARTHUR NETO DEFENDE QUE PSDB DEVE RENOVAR SEUS DISCURSOS

Alfredo Junqueira, Estadão
O prefeito eleito de Manaus, Artur Virgílio (PSDB), quer que seu partido retome as bandeiras políticas de sua fundação que, segundo ele, foram apropriadas pelo PT. O tucano pretende promover uma reunião nacional para uma avaliação dos resultados eleitorais e um debate sobre os rumos da legenda.
Com o capital político obtido na vitória sobre a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), candidata que contou com o apoio da presidente Dilma Rousseff, do ex-presidente Lula e das principais lideranças locais, Virgílio pretende iniciar um movimento para que o PSDB recupere os "fundamentos de 1988".



REDUTO DE LULA, NORTE-NORDESTE FORTALECE OPOSIÇÃO

Maria Lima e Guilherme Voitch
O mito Luiz Inácio Lula da Silva, que em 2006 foi reeleito com 60,8% dos votos de seus conterrâneos nordestinos, e em 2010 ajudou a presidente Dilma Rousseff a fazer 70,5% dos votos na região, nestas eleições não teve forças para impedir que o Nordeste se transformasse no novo bunker do bloco PSDB/DEM. Juntas, as duas legendas levaram sete das 15 maiores cidades da região.
Entre elas quatro capitais: Salvador, Aracaju, Maceió e Teresina.O mesmo fenômeno se repetiu no Norte, onde Lula teve 65,5% dos votos em 2006, e Dilma obteve 57,4% em 2010. Nas eleições de domingo, a oposição passou a controlar três capitais, com a vitória do PSDB em Manaus e Belém, e do PSOL em Macapá. 


GENOINO, EX-PRESIDENTE DO PT DEVE RECEBER PENA MENOR QUE A DO DIRCEU

Carolina Brígido,
Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) cogitam fixar uma pena menor para o ex-presidente do PT José Genoino em relação às punições que serão impostas aos outros réus do núcleo político: o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares.
Alguns integrantes da Corte já conversam sobre o assunto nos bastidores. O entendimento é o de que Genoino, embora tenha sido condenado pelos mesmos crimes no processo do mensalão, teve menor participação no esquema de compra de apoio político no Congresso do que os outros dois condenados por formação de quadrilha e corrupção ativa. 


segunda-feira, 29 de outubro de 2012

PENSAMENTO DA SEGUNDA-FEIRA

Política é que nem frieira, começa como coceira e só termina quando sangra

REVISOR DO MENSALÃO É XINGADO DE BANDIDO E CORRUPTO APÓS VOTAR EM SÃO PAULO

Lino Rodrigues
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, foi vaiado e xingado de ‘bandido, corrupto, ladrão e traidor’ na saída da Escola Estadual Mario de Andrade, em Campo Belo, Zona Sul de São Paulo, local onde vota.
Pouco antes de ser reconhecido, ele disse que a reação popular em todo o país tem sido de cumprimentos e pedidos para tirar fotos.
- Votei normalmente. Entrei pela porta da frente e como qualquer cidadão entrei na fila. Tudo na maior tranquilidade. Isso é democracia, liberdade. As reações agora (os xingamentos) são normais. Estou aqui com vocês (jornalistas) e muito exposto — disse, já nervoso com os gritos e sendo puxado pelos assessores. 


PSDB, PMDB E PT MANTÊM HEGEMONIA EM CIDADES MÉDIAS


O Globo
Nas 33 cidades com mais de 200 mil eleitores onde ocorreu segundo turno, repetiu-se a hegemonia das grandes legendas do país registradas nas capitais. O PSDB, o PMDB e o PT foram os maiores vitoriosos. PSDB e PMDB venceram em mais cidades, em seis cada. Mas o PT, que venceu em cinco, governará uma população maior, de 3,1 milhões de pessoas.
Partido que com maior número de candidatos disputando o segundo turno nessas cidades, o PT também foi o que mais perdeu no confronto do segundo turno. Ao todo, disputou em 15 desses municípios, sendo derrotado em dez (sem contar capitais). Os peemedebistas comandarão 2,7 milhões de pessoas e os tucanos, 2,2 milhões. O PSB, que obteve três vitórias nessas localidades, administrará para 1,7 milhão de pessoas. 

domingo, 28 de outubro de 2012

MELHORES MOMENTOS DO SURTO PSICÓTICO DE COLLOR CONTRA PEDRO SIMON

PENSAMENTO DO DOMINGO

O meu voto é do Arthur. O governo do Amazonas age como gato, escondendo as unhas  ( Amazonino Mendes, prefeito de Manaus, quando interpelado pelos jornalistas, na SEFAZ, na hora em que foi votar )

RÉUS CONDENADOS SÓ DEVEM SER PRESOS EM, NO MÍNIMO 6 MESES

Vinicius Sassine
Os réus condenados no maior julgamento da história do Supremo Tribunal Federal (STF) devem escapar da cadeia por um longo tempo. Os votos dos 11 ministros responsáveis pelas condenações e as transcrições dos debates travados em plenário resultarão num acórdão com pelo menos cinco mil páginas, segundo cálculos de advogados dos acusados.
Levando-se em conta o tempo que outros acórdãos de casos menos complexos de políticos condenados pelo Supremo demoraram para ser publicados, o do mensalão levará pelo menos seis meses para sair no Diário de Justiça. Só então, os advogados de defesa poderão apresentar embargos — recursos que as defesas já anunciaram que vão apresentar: 
— A prisão, a rigor, só pode ocorrer quando não houver mais recursos ao acórdão. A pena só pode ser executada quando a culpa estiver selada — explicou o ministro Marco Aurélio Mello. 

Adicionar legenda

sábado, 27 de outubro de 2012

PENSAMENTO DO SÁBADO

Templo serve para enriquecimento espiritual, mas Edir Macedo pensa diferente, quando diz: " templo é dinheiro"

PROCURADOR GERAL PEDE APREENSÃO DE PASSAPORTES DOS RÉUS DO MENSALÃO


Medida tem como objetivo evitar que condenados saiam do País e fujam da Justiça

Mariângela Gallucci, Ricardo Brito e Eduardo Bresciani, O Estado de S. Paulo
O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu nesta semana ao Supremo Tribunal Federal (STF) que determine a apreensão dos passaportes dos condenados no processo do mensalão. A medida, preventiva, tem como objetivo de evitar que os réus fujam do País para escapar da prisão.

IBOPE DIZ QUE ARTHUR NETO LIDERA COM 62% CONTRA 30% DE VANESSA

Considerando os votos válidos, tucano teria 68%, e candidata do PC do B, 32%
Fernanda Krakovics,
O candidato tucano à prefeitura de Manaus Arthur Virgílio aparece com boa vantagem à frente de sua adversária, Vanessa Grazziotin (PC do B), de acordo com a pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira. Ele tem 62% das intenções de voto, contra 30% de sua adversária. Brancos e nulos somam 4%. Indecisos totalizam 4% dos entrevistados.
A pesquisa também divulgou os votos válidos da disputa: Arhur Virgílio aparece com 68%, contra 32% de Vanessa Grazziotin.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

FASES DA HISTÓRIA: FERNANDO COLLOR MUITO LOUCO-HISTÉRICO (1997)

CARLOS GARCIA VÁ EM PAZ COM DEUS, COMPANHEIRO!


Carlos Costa é
 jornalista e escrito
r
 O jornalismo da antiga está de luto!
 É da antiga. Hoje tem muito jornalista novo e empolgado nas redações, o que é ótimo.
 Mas os da “antiga” sempre me causam muitas saudades e gostosas lembranças.
 Faleceu o companheiro CARLOS GARCIA, vítima de doença no coração, o meu “Cagá”, como o chamava carinhosamente e ele me chamava só de “CC”, como fiquei conhecido em A NOTÍCIA! Siga em paz, amigo e que Deus o acompanhe e o abrace em sua nova morada!
 Sempre ria quando lhe chamava de “Cagá” e me abraçava. Estava obeso meu amigo, com uma proeminente barriga e já tinha se submetido a vários tratamentos cardíacos,  mas faleceu!
 Seu coração, de tão grande que era com seus amigos, ficou maior ainda depois com a doença e o Carlos Garcia não aguentou. Deixou de fumar e de beber. Bebeu muito meu companheiro e, em nosso último encontro casual, o vi com o rosto muito vermelho, notando que alguma coisa não estava bem com ele.
 Mas com  um sorriso sempre escancarado no rosto, gritei “Cagá”! Ele olhou, me procurou no meio de pessoas, veio pro meu lado e nos cumprimentamos. Notei o Carlos Garcia um pouco abatido, mas longe de mim estaria pensar que houvesse alguma doença que o estivesse corroendo o coração.
 Agora, porém, ele faleceu e não terei mais ninguém para chamar de “Cagá” porque ele era único e sempre será.
 Aliás, companheiro Carlos Garcia, conversando com meu amigo da antiga também, o Garcia Neto,  pelo facebook, dei uma ratada e escrevi “Carlos Garcia”. Depois, me toquei e corrigi, dei-lhe a desculpa de que tinha confundido o nome de Garcia Neto com o seu nome, Carlos Garcia, dois amigos queridos que  eu tenho. Hoje você se foi, companheiro Garcia! Por que não me avisou que iria partir? Ah, não deu tempo!
 Seria minha falha momentânea de troca de nomes, um aviso que meu amigo “Cagá”, estaria mal e partiria? Pode ter sido, mas não convivo com esse tipo de superstição, no entanto poderia ter sido exatamente um aviso que Deus estava me dando de que o levaria!
 Essa troca de nomes aconteceu na quinta-feira e o companheiro faleceu na sexta-feira. É. Era, sim, um aviso de Deus, dizendo-me que tiraria meu amigo de minha companhia.
 Vá em paz, amigo. N"algum dia nos encontraremos onde você estiver.
 Estou vendo seu sorriso sempre largo me dizendo que tentou, mas não conseguiu me avisar que iria habitar em nova morada! Não faz mal: ainda vamos nos encontrar de novo!

PENSAMENTO DA SEXTA-FEIRA

O sinônimo de político hoje no Brasil é corrupto. O negro não carrega essa marca. (Pelé)

APESAR DE VOCÊS...




Apesar de vocês...
A essa altura do campeonato, nem os integrantes da campanha de Vanessa Grazziotin, atolada nos 19% das intenções de voto, escondem ser praticamente impossível uma virada até domingo. E olha que não faltou carinho e máquina: Dilma Rousseff, Omar Aziz e Eduardo Braga que o digam.

Por Lauro Jardim

DUAS ELEIÇÕES

COM O ATRASO, PROCLAMAÇÃO DO RESULTADO DEVERÁ CABER A BARBOSA

Vinicius Sassine e Evandro Eboli, O Globo
O ministro Joaquim Barbosa já deverá ser o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) quando chegar o momento de proclamar o resultado do mais longo julgamento da história da Corte. Barbosa já considera provável que a análise da ação penal do mensalão só termine após a aposentadoria do ministro Ayres Britto, o atual presidente, o que ocorrerá em 16 de novembro.
Barbosa, então, assumiria a presidência da Corte na sessão seguinte, dia 19, uma segunda-feira. Mesmo na presidência do STF, ele deve continuar a relatar o processo do mensalão, e também a presidir as sessões no plenário. 

APÓS SESSÃO DE ONTEM, STF SÓ RETOMARÁ MENSALÃO EM 7 DE NOVEMBRO


O Supremo Tribunal Federal (STF) vai suspender por 13 dias o julgamento do processo do mensalão devido à viagem do relator, ministro Joaquim Barbosa, à Alemanha para um tratamento de saúde. A sessão desta quinta-feira, 25,interrompida para intervalo, será a última deste mês. Após isto, somente no dia 7 de novembro o tema será retomado em plenário.


quinta-feira, 25 de outubro de 2012

GOVERNADOR DE PERNAMBUCO AMEAÇA REELEIÇÃO DE DILMA, DIZ THE ECONOMIST


Sucesso na administração de Pernambuco faz político do PSB ter boa visibilidade no País
Guilherme Waltenberg, Agência Estado
A revista britânica "The Economist" traz na edição desta semana um perfil do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente nacional do PSB, apresentando-o como uma "possível ameaça à reeleição" da presidente Dilma Rousseff (PT) em 2014. "Ele (Campos) é formalmente um aliado de Dilma Rousseff, sucessora de Lula na Presidência. Mas é também uma ameaça potencial para a sua reeleição no pleito de 2014", diz a matéria.
Entre as razões apontadas pela revista para a ascensão de Campos, estão o "sucesso" de sua administração no governo de Pernambuco e a "falta de novos quadros" nos dois partidos considerados "os mais importantes do Brasil" pela revista: PT e PSDB. "Enquanto os dois principais partidos que comandaram o Brasil desde 1995 sentem falta de novos quadros, o sucesso de Campos em Pernambuco o torna (no momento) o político de maior visibilidade no País".
Em uma retrospectiva da gestão de Eduardo Campos, a 'The Economist' avalia que a política industrial adotada por ele em seu governo é uma das razões de seu sucesso. "Enquanto o resto do Brasil se preocupa com a desindustrialização, Pernambuco não: desde que Campos tornou-se governador, em 2007, a fatia da indústria na economia do Estado aumentou de 20% para 25%, e vai atingir 30% em 2015, segundo dados do próprio governador", aponta a revista.
"Esse ''boom'' trouxe praticamente o emprego pleno àquele Estado, ao mesmo tempo que também trouxe escassez aguda de mão de obra", diz, complementando que já há projetos para melhorar a educação profissional da população, mas que essa é uma das fragilidades naquele Estado.
A revista afirma ainda que o aumento nos salários recebidos pela população - conquista atribuída ao governador pela revista - auxiliou a chegada de investimento privado em Pernambuco. "A Fiat está prestes a começar o funcionamento de uma fábrica ao lado da principal estrada no norte de Recife. Fábricas de comida, roupas e calçados estão chegando ao interior pobre do Estado", afirma.

TV JUSTIÇA - AO VIVO JULGAMENTO DO MENSALÃO- 42º DIA

PENSAMENTO DA QUINTA-FEIRA

Estamos num País onde a esperteza passou a ser chamada de competência  (Empresário Antônio Ermírio de Moraes)

DEBAIXO DO TAMARINHO

Augusto dos Anjos

No tempo de meu pai sob estes galhos,
Como uma vela fúnebre de cera,
Chorei bilhões de vezes com a canseira
De inexorabilíssimos trabalhos.

Hoje essa árvore de  amplos agasalhos
Guarda como caixa derradeira,
O passado da flora brasileira
E a paleontologia dos carvalhos.

Quando pararem todos os relógios 
Da minha vida e a voz do necrológios
Gritar nos noticiários que eu morri.

Voltando à Pátria do homogeneidade,
Abraçado com a própria Eternidade 
A minha sombrá há de ficar aqui.

Augusto dos Anjos, poeta paraibano, simbolista nasceu em 20 de Abril de 1884 no engenho Pau"arco. Quem, eventualmente for a Paraíba, poderá visitar o seu memorial na cidade de Sapé, região metropolitana de João Pessoa, onde pode constatar o Tamarindo secular, que inspirou Augusto dos Anjos a tecer este maravilhoso soneto.

MENINO COM 26 DEDOS FAZ CIRURGIA, MAS TERÁ QUE ESPERAR PARA JOGAR BOLA

Garoto de Abadia de Goiás passa por outra cirurgia em 26 de novembro.Ele tem seis dedos em cada mão e tinha sete em cada pé, totalizando 26.
Humberta CarvalhoDo G1 GO
  • Victor Soares sofre de polidactilia e tem 26 dedos, em Abadia de Goiás (Foto: Humberta Carvalho/G1)

    Victor Soares, de 8 anos, sofre de polidactilia e tem 26 dedos (Foto: Humberta Carvalho/G1)O menino Victor Soares Silva, de 8 anos, operou um dos pés na segunda-feira (22), emGoiânia. O garoto tem polidactilia - alteração genética que causa aumento na quantidade de dedos nas mãos ou nos pés - e, por causa da anomalia, tem seis dedos em cada mão e tinha sete dedos em cada pé, totalizando 26. Com a cirurgia realizada no Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer), o garoto passa agora a ter cinco dedos no pé esquerdo. Porém, ele terá de esperar para realizar seu sonho de jogar bola.

“Está doendo um pouco, mas estou feliz. Daqui uns dias vou operar o outro pé para poder jogar bola”, afirmou Victor ao G1 na tarde desta terça-feira (23), por telefone. A bisavó dele, Francisca Rosa Soares, de 73 anos, contou que embora ainda esteja inchado por causa do procedimento cirúrgico, o pé o bisneto "ficou perfeito".
“Estou muito feliz. A vida do Victor vai melhorar, com certeza. Ele já está fazendo planos”, contou Francisca. De acordo com ela, a cirurgia no pé direito ficou marcada para o dia 26 de novembro.
Sonho
O sonho de Victor é jogar bola. Em entrevista ao G1 antes de ser operado, ele falou de sua vontade. “Quero muito tirar esses dedos que tenho a mais para jogar bola. Não sou jogador de linha. Só fico no gol porque não posso usar chuteira, mas quero jogar de atacante, nas laterais direita e esquerda”, afirmou, explicando que brincava usando chinelo ou descalço.
Victor Soares sofre de polidactilia e tem 26 dedos, em Abadia de Goiás (Foto: Humberta Carvalho/G1)Victor Soares sofre de polidactilia
(Foto: Humberta Carvalho/G1)
De acordo com o diretor técnico da unidade, doutor João Alírio, a cirurgia ocorreu sem nenhum problema. Contudo, o garoto ainda terá de esperar para poder concretizar seu sonho. "A recuperação varia de pessoa para pessoa, mas no caso dele o repouso é em torno de seis semanas para cada pé. Porém, para jogar bola ele ainda vai ter de esperar de 70 a 90 dias depois que operar o segundo pé", afirma Alírio.
A cirurgia de Victor estava prevista para acontecer no dia 1º de outubro, mas foi reagendada porque, segundo a família, ele apresentava sintomas da gripe. No dia, Victor chorou ao deixar o centro de saúde.

De acordo com a bisavó, Francisca Rosa Soares, de 73 anos, o caso de Victor é único na família. Desde que o menino tinha 1 ano, ela tentava conseguir uma cirurgia para ele. Mesmo assim, ela autorizou que o menino fosse submetido à cirurgia somente nos pés, pois acredita que a anomalia das mãos não vai prejudicá-lo futuramente. Porém, não é assim que o garoto entende. “Não gosto desses dedos [da mão] porque é ruim para colocar luva e goleiro, fica engastalhando e tenho que colocar dois dedos em um lugar só”, reclama Victor
.

MINISTÉRIO PÚBLICO ABRIRÁ PROCESSO DISCIPLINAR CONTRA DEMÓSTENES TORRES

Vannildo Mendes, Estadão
Por unanimidade, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) acaba de aprovar processo administrativo disciplinar contra o ex-senador Demóstenes Torres. O Conselho também aprovou a recomendação do relator do processo, Jeferson Coelho, de aplicação da pena máxima ao ex-senador, que é a demissão do cargo se, ao final do processo, ele for condenado.
Demóstenes é acusado de grave violação dos deveres funcionais por suspeita de envolvimento em organização criminosa comandada pelo contraventor Carlinhos Cachoeira, investigada pela Operação Monte Carlo, da Polícia Federal.

A MENOR CONSTITUIÇÃO DO MUNDO


Paulo Coelho

Um grupo de sábios judeus reuniu-se para tentar criar a menor Constituição do mundo.Se alguém fosse capaz de definir – no espaço de tempo que um homem leva para equilibrar-se em um só pé – as leis que deviam reger o comportamento humano, este seria considerado o maior de todos os sábios.“Deus pune os criminosos”, disse um.
Os outros argumentaram que isto não era uma lei, mas uma ameaça; a frase não foiaceita.“Deus é amor”, comentou outro.
De novo, os sábios não aceitaram a frase, dizendo que ela não explicava direito os deveres da humanidade.
Neste momento, aproximou-se o rabino Hillel. E, colocando-se num só pé, disse:“Não faça com seu próximo aquilo que você detestaria que fizessem com você; esta é a Lei. Todo o resto é comentário jurídico”.E o rabino Hillel foi considerado o maior sábio de seu tempo.

ADVOGADO DE MARCOS VALÉRIO ARGUMENTA QUE CLIENTE NÃO FICOU COM NADA

Evandro Eboli e Vinicius Sassine,

Condenado a ressarcir o dinheiro que ajudou a lavar do mensalão, Marcos Valério terá de acertar uma conta com a Justiça que pode chegar a R$ 37 milhões — o total do dinheiro repassado por Valério para lideranças de partidos e outros congressistas condenados. A perda de bens e valores é uma consequência natural do crime de lavagem. A vítima a ser ressarcida, nesse caso, é a União.

Mas Marcelo Leonardo, que defende Valério, disse que seu cliente não tem que devolver nenhum centavo. E argumentou que esse dinheiro foi todo repassado e não ficou com ele. 

MARCOS VALÉRIO, OPERADOR DO MENSALÃO FICARÁ PELO MENOS, 6 ANOS E 8 MESES EM REGIME FECHADO

Renato Onofre, O Globo
Condenado por formação de quadrilha, corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro e evasão de divisas no Supremo Tribunal Federal (STF), o operador do mensalão, Marcos Valério, ficará preso em regime fechado por pelo menos seis anos e oito meses. Nesta quarta-feira, Valério foi sentenciado a um total de 40 anos e um mês de reclusão e ao pagamento de uma multa de R$ 2,783 milhões.
A redução do tempo de prisão para um sexto da pena estabelecida só se aplicará, no entanto, se Valério tiver bom comportamento na cadeia e reparar o dano causado ao Erário. As duas condições foram lembradas nesta quarta-feira pelo ministro Celso de Mello. 

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

CHARGE DO CHICO CARUSO

Humor




MANAUS, MEU  XODÓ DE MUITOS ANOS
Marcelino Ribeiro

Dizem que madrasta não presta,
Mas tenho por ti gratidão,
Me deste tudo que precisei,
Desde quando aqui cheguei,
Tornaste-me  o meu quinhão.

Uma família estruturada,
Ajudaste-me  a construir,
Bons amigos, matéria-prima,
Eu gosto muito de ti,
Tu me dás muita saudade
quando não estou ai.

Aquele amplexo, Manaus
Deste teu filho adotivo,
Que já teve bom motivo
Para te agradecer.

Mas para te dizer de fato,
Era o meu desiderato,
Por aqui ter que nascer.

PENSAMENTO DA QUARTA-FEIRA

No Brasil é assim: quando um pobre rouba vai para cadeia, mas quando um rico rouba ele vira ministro  (Lula, em 1988, quando ainda não nomeava ministro)

A FAXINEIRA MORREU

NEYMAR GANHA AUDI DE "PRESENTE"


O atacante Neymar está de carro novo. Ele recebeu um Audi R8 Coupé de cor vermelha da montadora alemã Volkswagen. Avaliado em R$770 mil, o “presente” faz parte do pagamento pela campanha publicitária da montadora protagonizada pelo jogador.  O superesportivo, escolhido pelo próprio jogador, está entre as versões top de linha da Audi. O principal diferencial do carro é a potência: ele tem motor 5.2 V10 FSI e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,9 segundos. O Audi R8 é um dos carros mais completos da fabricante alemã, conta com faróis e lanternas de LED, sistema de ar-condicionado automático, sistema de navegação, computador de bordo de última geração, sistema de som com conexão Bluetooth e microfones espalhados em diversos pontos, permitindo ao motorista efetuar ligações sem tocar no celular.
Nathalia Prates

170 ÍNDIOS AMEAÇAM COMETER SUICÍDIO COLETIVO EM ALDEIA DO MATO GROSSO DO SUL

João Naves de Oliveira, Estadão
Um grupo de 170 índios, composto por 50 homens, 50 mulheres e 70 crianças, realiza seguidos rituais da etnia a que pertence, guarani-caiová, "prontos para suicídio coletivo", conforme afirmam os líderes do movimento.
Há dez dias consecutivos, eles cantam, dançam e rezam no idioma nativo, confirmando a disposição de "suicídio coletivo", conforme afirmaram em carta entregue ao Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e à direção nacional da Fundação Nacional do Índio (Funai).
"(...) Pedimos, de uma vez por todas, para decretar a nossa dizimação e extinção total, além de enviar vários tratores para cavar um grande buraco para jogar e enterrar os nossos corpos", diz um trecho da carta indígena. A promessa será cumprida caso seja confirmado o despejo dos manifestantes, após liminar concedida na semana passada, da Fazenda Cambará, onde estão acampados, à margem do Rio Joguico, em Iguatemi, divisa com o Paraguai, no Mato Grosso do Sul.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

PLANALTO ESTÁ PESSIMISTA COM CANDIDATURA DE VANESSA


GERSON CAMAROTTI

Apesar da presença da presidente Dilma Rousseff num ato de campanha, em Manaus, a avaliação reservada feita no Palácio do Planalto é de que é extremamente delicada a situação da candidata do PC do B, Vanessa Grazziotin. No núcleo palaciano há uma expectativa pessimista sobre a disputa na capital amazonense.
Para interlocutores diretos da presidente Dilma, a campanha da aliada cometeu vários erros. O principal deles, lembrou um ministro, foi ter evitado usar na propaganda de televisão ataques do candidato tucano Arthur Virgílio Neto ao ex-presidente Lula, quando o candidato do PSDB era líder do partido no Senado.
Mesmo assim, a presidente Dilma Rousseff decidiu participar pessoalmente da campanha de Vanessa Grazziotin num gesto para demonstrar que é solidária com os aliados, mesmo em situação de grande desvantagem. Ao mesmo tempo, a presença de Dilma em Manaus é vista como uma forma de demarcar território junto à base aliada para as eleições presidenciais de 2014.

AFINAL, QUEM TERIA SIDO O VERDADEIRO CHEFE DO MENSALÃO?

Carlos Costa é
 jornalista e escritor
Confirmadas as condenações dos “mensaleiros” pelo STF, mesmo com alguns ministros atuando como “advogados de defesa” de alguns dos réus, restará uma pergunta: será que foi só mesmo o Ministro da Casa Civil, José Dirceu, quem comandou tudo? Não acredito, por mais que ele sempre nutrisse o desejo de se tornar o Primeiro Ministro de um Governo presidencialista, concentrando até o próprio modo de administrar do presidente Lula, em seu controle, não acredita que por trás, deveria existir uma pessoa mais elevada que ele, em termos de comando!

Com relação ao “julgamento” em si, o que mais se observou foram divergências jurídicas, de opiniões e de técnicas entre os ministros relator Joaquim Barbosa e o revisor Ricardo Lewandowsk, que atuou muito mais como advogado de defesa de réus, absolvendo-os quando deveria e poderia ter simplesmente desqualificado, tipificado-os novamente e os condenado – uma das prerrogativas que o Ministro revisor teria, mas jamais absolvê-los sumariamente como o fez, depois que o relator Joaquim Barbosa os condenara antes.

Os ministros nomeados por Lula, Eros Grau, Carlos Alberto Menezes, Aires Brito, Carmem Lúcia, Ricardo Lewandowsk, Cézar Pelúzo, mais Celso de Mello e Gilmar Mendes, nomeado por FHC e, ainda, Marco Aurélio Mello, nomeado por Jose Sarney, formaram uma blindagem, uma barreira de proteção no STF para que o ex-presidente Lula não fosse também investigado. Menos Joaquim Barbosa, nomeado por Lula também, originário da carreira do Ministério Público Federal que, felizmente, cumpriu apenas seu dever moral, constitucional e jurídico. Dos outros, poucos elogios poderemos fazer!

Deixando de fora a briga entre os ministros do STF, quem era o verdadeiro chefe do esquema bem montado do “mensalão”? Será que o Chefe da Casa Civil, José Dirceu, teria agido por conta própria, sem conhecimento de seu chefe imediato? Volto a dizer: tenho dúvidas porque, em último caso, o ex-presidente Lula deveria responder pelos atos praticados por seus ministros, mesmo que como indiretamente responsável e os demitisse depois. 

Fui dirigente de um órgão paraestatal federal no Amazonas e nada poderia ser feito sem meu conhecimento. Cheguei a assumir erros de subordinados, até em esfera judicial, porque eu os tinha contratado e era o responsável, em último caso! Os demitia depois, sem justa causa, mas assumia os erros ou acertos cometidos por todos, antes. 

Fica difícil, portanto, aceitar que acima do Ministro José Dirceu não estivesse outra uma pessoa, mesmo que fosse o ex-presidente Lula, afinal, Dirceu não pediu emprego: foi nomeado por Lula para compor seu ministério. Ou o ex-presidente “não sei, não vi, não me perguntem nada” ou o que “nunca na história desse país” se viu tanta roubalheira oficializada, também não tivesse conhecimento desse vergonhoso esquema que levou muitos candidatos do PT à Prefeito de capitais, para o buraco?


Será que isso teria o mínimo de possibilidade de ter sido verdade, também, que o presidente “não sei”, também não soubesse desse esquema vergonhoso?

PENSAMENTO DA TERÇA-FEIRA

" Esses deliquentes ultrajaram a República. É o maior escândalo da história."
( Celso de Melo, o decano dos ministros do STF, sobre os mensaleiros condenados por formação de quadrilha) 

EM MANAUS DILMA TENTA REFORÇAR PCdoB COMO PARCEIRO ESTRATÉGICO

O Globo
Depois de assistir ao PSB de Eduardo Campos se desgarrar do PT em diversas capitais, a presidente Dilma Rousseff entra em campo para segurar outro aliado histórico dos petistas, o PCdoB. A ida da presidente a Manaus, nesta segunda-feira, foi definida com vistas a sua estratégia para 2014, quando o governador de Pernambuco poderá tentar voo solo na disputa presidencial.
Mesmo com a iminente derrota da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) para o tucano Arthur Virgílio, Dilma decidiu ir à capital amazonense para prestigiar a candidata, demarcar território e deixar clara a mensagem de que o governo federal considera o PCdoB um parceiro estratégico. 



ADVOGADO DE VALÉRIO DIZ QUE LULA FOI UM DOS PROTAGONISTAS DO MENSALÃO

Evandro Éboli, O Globo
Em memorial de defesa apresentado nesta segunda-feira no Supremo Tribunal Federal (STF), o advogado de Marcos Valério, Marcelo Leonardo, faz ataques do PT e cita o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como um dos protagonistas políticos do mensalão.
Leonardo afirma que a base de sustentação do então governo petista, com o surgimento do escândalo, deslocou o foco para Valério. No memorial, o nome de Lula e de Valério aparecem sempre em maiúsculas.
"A classe política que compunha a base de sustentação do Governo do Presidente LULA, diante do início das investigações do chamado “mensalão”, habilidosamente, deslocou o foco da mídia das investigações dos protagonistas políticos (Presidente LULA, seus Ministros, dirigentes do PT e partidos da base aliada e deputados federais), para o empresário mineiro MARCOS VALÉRIO, do ramo de publicidade e propaganda, absoluto desconhecido até então, dando-lhe uma dimensão que não tinha e não teve nos fatos", afirmou Marcelo Leonardo no documento. 

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

STF TERÁ QUEBRA-CABEÇA PARA FIXAR PENAS DOS MENSALEIROS

Rodrigo Haidar, Consultor Jurídico 
O Supremo Tribunal Federal pretende terminar nesta segunda-feira (22/10) a análise do último capítulo da Ação Penal 470, o processo do mensalão. No item, 13 réus são acusados de formação de quadrilha.
Em sessão extraordinária no dia seguinte, os ministros analisarão as consequências da condenação sobre os mandatos dos três parlamentares condenados: João Paulo Cunha (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT) e Valdemar Costa Neto (PR-SP). Na sequência, será decidido o que fazer nos casos dos seis empates registrados até agora no julgamento.
A partir daí, os ministros se debruçarão sobre um verdadeiro quebra-cabeça para fixar as penas que os réus condenados devem cumprir. Nas alegações finais do processo, o procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, pede que os réus sejam condenados, na maior parte dos casos, em concurso material. A tendência no Supremo, contudo, é considerar que os crimes foram cometidos em continuidade delitiva.
A diferença é fundamental para se fixar o tamanho das penas dos réus. Considera-se concurso material quando o mesmo crime é cometido diversas vezes em ações distintas. Neste caso, é fixada uma pena para cada um dos crimes.
No caso da continuidade delitiva, considera-se que a primeira ação criminosa levou à segunda, e assim por diante. Ou seja, o mesmo crime foi praticado diversas vezes de forma contínua. Aí se aplica a pena mais grave, que é ampliada de um sexto a dois terços.
José Dirceu, ex-ministro-chefe da Casa Civil do governo Lula, foi condenado por nove atos de corrupção ativa, por oito votos a dois. A pena para o crime de corrupção ativa varia de dois a 12 anos de prisão. Se o Supremo atender ao pedido Ministério Público, Dirceu pode pegar até 108 anos de prisão — isso sem a soma de possíveis agravantes.
No caso de se considerar que o crime foi cometido em continuidade delitiva, aplica-se a pena por um crime, que pode chegar a 12 anos, aumentada em até dois terços. Assim, pelo crime de corrupção ativa, a pena máxima de José Dirceu somaria 20 anos de prisão. Mas a expectativa é a de que, no caso, a pena contra o ex-ministro de Lula deve girar por volta dos oito anos de prisão.
A tendência do STF de se considerar os atos como continuidade delitiva transpareceu em um trecho do voto do relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, que foi publicado por engano no site do tribunal. Mesmo depois de retirado do ar, foi possível acessar o voto relativo ao item quatro, que tratava de lavagem de dinheiro dos núcleos operacional e financeiro, na internet — clique aqui para ler.
Para Marcos Valério, por exemplo, Barbosa estabeleceu pena de 12 anos e sete meses de reclusão em continuidade delitiva. Pena a ser cumprida em regime fechado, majorada por conta das 46 operações de lavagem de dinheiro. Por ser o proprietário da empresa que “emitiu os cheques que propiciaram a maioria dos repasses lavados”, foi considerado pelo ministro o chefe da parte operacional do mensalão.
Há ainda a figura do concurso formal, quando com uma só ação o crime é praticado por mais de uma vez ou gera outros crimes. Neste caso, é aplicada a pena do crime mais grave, aumentada de um sexto até a metade. Mas essa figura não deve ser usada — ou será muito pouco — na fixação de penas no mensalão.
Para o regime de cumprimento da pena, somam-se todas as condenações. Penas de até quatro anos de reclusão podem ser substituídas por restritiva de direitos. Ou seja, a prisão é substituída por restrições e por obrigações alternativas. Penas entre quatro e oito anos são cumpridas em regime semiaberto. Já as condenações acima de oito anos de prisão são sempre cumpridas em regime inicial fechado.
Caso o Supremo condene Dirceu por formação de quadrilha, a condenação só fará diferença se for aplicada pena acima de dois anos. Isso porque se a pena fixada for de até dois anos, o crime já estaria prescrito. A pena para o crime de quadrilha ou bando varia entre um a três anos.
Criminalistas acreditam que é improvável que a pena seja fixada acima de dois anos neste caso. Mas se o tribunal aplicar, em tese, pena de oito anos por corrupção ativa e três por formação de quadrilha para José Dirceu, a pena somaria 11 anos. O regime inicial do cumprimento da pena do ex-ministro de Lula seria fechado.

TV JUSTIÇA - AO VIVO JULGAMENTO DO MENSALÃO- - 39º DIA

PENSAMENTO DA SEGUNDA-FEIRA

O cúmulo do ciúme é você brigar com a esposa só porque ela abriu as pernas na hora do parto

HIEL PEDE DEMISSÃO DA CÂMARA POR SUPOSTO ENVOLVIMENTO EM ESQUEMA DE NOTAS FISCAIS FRIAS

Diante da pressão que vinha sofrendo depois que a polícia federal fez busca e apreensão de computadores na câmara Municipal de Manaus, por suposto envolvimento em esquema de notas fiscais frias, caracterizando crime contra a ordem tributária, o jornalista Hiel Levy, pede demissão do cargo de diretor de Comunicação da Câmara Municipal de Manaus. Assumirá o seu lugar o jornalista Haroldo Furtado, que exerce a função de sub-diretor  daquela casa legislativa.  


CHARGE DO CHICO CARUSO


DVDS APÓCRIFOS CONTRA ARHUR SÃO DISTRIBUÍDOS EM MANAUS

A Crítica
O candidato Arthur Virgílio Neto denunciou, neste domingo (21), a candidata Vanessa Grazziotin (PCdoB) por crime eleitoral, alegando que membros de sua campanha vêm distribuindo aos eleitores um DVD apócrifo, sem identificação e CNPJ, com cenas de Arthur no plenário do Senado justificando o seu voto favorável a descriminalização do aborto em algumas situações de risco à mulher, em acordo com decisão já tomada pelo Superior Tribunal Federal (STF), bem como o reconhecimento aos direitos à partilha de bens e herança em relações homoafetivas.

Vanessa e Arthur: encontro marcado no próximo domingo

Segundo a assessoria do tucano, o material está sendo fartamente distribuído, principalmente a integrantes das igrejas evangélicas de Manaus. De acordo com informações chegadas ao comando de campanha de Arthur Neto, são 500 mil DVDs que estão circulando na cidade. Provas do material distribuído estão sendo enviadas ao TRE e à Polícia Federal ainda hoje, como parte de uma notícia crime impetrada pela assessoria jurídica de Arthur Neto.
Hoje, por volta das 9h30, informou a assessoria, o material começou a ser distribuído no salão de eventos Dulcila Buffet, na estrada da Ponta Negra. Os evangélicos chegavam em um ônibus, eram direcionados para o interior do prédio. Na saída, recebiam um kit contendo um adesivo e um panfleto da campanha, acompanhados do DVD.
Avisados por um pastor evangélico sobre a ação, o candidato Arthur Neto procurou o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), desembargador Flávio Pascarelli e pediu que fossem adotadas providências. Uma equipe do TRE foi ao local, mas disse não ter registrado a materialidade do crime (ou seja, não encontraram o material apócrifo).
No entanto, equipes de imprensa e produção de Arthur Neto e jornalistas de outros veículos, filmaram e fotografaram a entrada e saída dos eleitores, todos trazendo nas mãos o material. O clima ficou tenso no local, com a equipe de Vanessa agindo para intimidar os profissionais da equipe de Arthur e do próprio TRE.

CNMP JULGA NESTA QUARTA PEDIDO PARA AFASTAR DEMÓSTENES DO MINISTÉRIO PÚBLICO

Fabiano Costa, G1
O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) irá julgar nesta quarta-feira (24) pedido de integrantes do Ministério Público de Goiás para que o ex-senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) seja afastado do cargo de procurador de Justiça do Estado.
No dia 10, a Corregedoria Geral do MP suspendeu o ex-parlamentar para investigar a suposta ligação dele com o esquema de exploração de jogos ilegais comandado pelo bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.


domingo, 21 de outubro de 2012

PENSAMENTO DO DOMINGO

Pesquisas cientificas têm comprovação que a ausência de convívio social causa efeitos negativos na capacidade cognitiva geral. Atividades sociais e mentais são fatores importantes para a saúde mental...

KADAFI, DITADOR OBCECADO POR SEXO E ABUSOS

Em livro, testemunhas revelam que líder líbio usava estupros para manter vivo seu regime

Beduíno. O ditador líbio fotografado em frente a uma de suas tendas, erguida para receber líderes africanos em Trípoli: abusos em série Foto: AP/10-4-2011
Beduíno. O ditador líbio fotografado em frente a uma de suas tendas, erguida para receber líderes africanos em Trípoli: abusos em sérieAP/10-4-2011
PARIS — Numa manhã de abril de 2004, em Sirta, no litoral mediterrâneo da Líbia, a jovem Soraya, então com 15 anos, soube em sala de aula, por seu professor, que fora escolhida para entregar flores ao líder do país, Muamar Kadafi, na visita do presidente à escola de sua cidade natal. Superado o choque, mas ainda tomada pela excitação, Soraya vestiu para a ocasião especial o traje vermelho tradicional líbio - túnica, calça, véu e um pequeno chapéu. Ansiosa, se perguntava como saudar o grande Guia da Revolução: beijar sua mão? O que dizer? Deveria recitar algo?
Chegado o tão esperado momento, tudo se passou muito rápido. Kadafi recebeu o buquê de flores, examinou-a com o olhar de alto a baixo, e passou a mão na cabeça dela. O anódino gesto, ela foi saber mais tarde, tratava-se de um sinal ao seu entourage. No dia seguinte, por volta das 15h, três guardas femininas do chamado Comitê da Revolução, uma delas vestindo uniforme militar e exibindo uma pistola na cintura, foram buscar a jovem no salão de cabeleireiro de sua mãe.
Sem saber, Soraya acabara de se tornar uma das escravas sexuais de Muamar Kadafi, prisoneira do subsolo de Bab al-Azizia, a sede do governo, na capital, Trípoli. Sua história é descrita em um cru e longo depoimento a Annick Cojean, repórter especial do jornal “Le Monde”, no recém-lançado livro “O harém de Kadafi” (que será lançado no Brasil pela editora Verus na semana que vem). A obra traz uma detalhada investigação sobre a utilização do sexo e do estupro como arma de guerra pelo ditador líbio em seus anos no poder.
Em sua apuração, na qual encontrou outras vítimas sexuais e também integrantes do regime kadafista, a autora revela como o autoproclamado Guia da Revolução estuprava jovens virgens e depois as mantinha por anos sob tutela; sodomizava jovens homens de sua guarda pessoal; recrutava meninas do exterior; se empenhava em seduzir advogadas, diplomatas, mulheres e filhas de seus ministros - e mesmo de outros chefes de Estado africanos.
Soraya foi estuprada, desvirginada, golpeada com violência, ameaçada, forçada a fumar haxixe ou a cheirar cocaína com Kadafi antes de ser submetida a suas sevícias. De seu quarto só podia sair para os aposentos do Guia, quando requisitada, ou para fazer as refeições no refeitório do subsolo, onde estavam alojadas outras jovens do harém presidencial.
“Muamar Kadafi destruiu a minha vida”, resume a jovem em seu relato.
Annick Cojean, que desembarcou na Líbia para inquirir sobre o papel das mulheres líbias nas revoltas contra o governo, acabou descobrindo os horrores da alcova de Bab al-Azizia e encontrou Soraya pela primeira vez em outubro de 2011, dias após a execução de Kadafi pelos rebeldes.
“Descobri que centenas de jovens foram sequestradas por uma hora, uma noite, uma semana ou por anos, e obrigadas, pela força ou pela chantagem, a se sujeitar às fantasias e violências sexuais de Kadafi. Que pais e maridos trancavam suas filhas e mulheres para preservá-las do olhar e da cobiça do Guia. Descobri que o tirano, nascido numa família de beduínos muito pobres, governava pelo sexo, obcecado pela ideia de possuir um dia as mulheres e as filhas de ricos e poderosos, de seus ministros e generais, de chefes de Estado e de soberanos”, escreve.
Soldados recebiam viagra
As célebres “amazonas” de Kadafi, acobertadas no chamado “serviço especial” do governo, serviam à propaganda revolucionária, mas eram na verdade objetos sexuais de seu líder. E a utilização do estupro excedia os limites do bunker presidencial.
Numa prisão de Misurata, Annick entrevistou dois soldados kadafistas, de 22 e 29 anos.
“Por vezes estuprávamos toda uma família. Meninas de oito, nove anos, jovens de 20 anos, sua mãe, às vezes diante de seu avô. Elas gritavam, nós batíamos forte. Mas o líder da tropa insistia: ‘Violem, batam e filmem! Vamos enviar isto para os homens delas. Sabemos como humilhar esses imbecis’”, conta um deles.
- Vimos isso de forma semelhante no Kosovo, no Congo, mas na Líbia era algo muito bem orquestrado. Era tudo filmado, havia distribuição de Viagra para os soldados, com ordens vindo de cima. O sexo era, para Kadafi, uma forma de governar o país - afirma Annick.
Soraya, hoje aos 23 anos, é uma jovem desamparada, aniquilada por seu passado, renegada pela família e ameaçada - tanto por kadafistas como pelos ex-rebeldes agora no poder. A morte do Guia foi, ao mesmo tempo, um alívio e uma frustração. Seu desejo era o de que fosse julgado e condenado por todos os seus crimes, incluindo os sexuais. E para isso estaria disposta a revelar sua identidade e testemunhar diante de uma corte penal internacional. Mas o destino decidiu de outra forma.
- Soraya foi extremamente corajosa em contar a sua história. Pensava que, depois dela, muitas mulheres falariam também. Mas não foi o que aconteceu. O peso do tabu em torno disso, nesta sociedade extremamente conservadora, é enorme. Tidas como prostitutas, são ameaçadas pelos extremistas religiosos, e também por revolucionários zelosos, que sem piedade as condenam por terem, de uma certa forma, pertencido à gangue de Kadafi. Também por isso decidi fazer este livro (que será lançado na Líbia no final de outubro, em árabe), para que essas mulheres, impedidas de falar, possam ser vistas como devem ser: como vítimas, e não como culpadas - diz a autora.